Vem aí o 1° Festival Gastronômico Sabores de Santana; confira a programação

O 1° Festival Gastronômico Sabores de Santana está chegando. Nesta edição especial, a Prefeitura de Santana, SEBRAE/AP, Governo do Amapá, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Amapá (Abrasel/AP), com apoio da empresa Flora Restaurante, se uniram e prepararam um novo formato para a programação, com os melhores sabores da cidade. O evento que busca valorizar a gastronomia e fomentar o comércio local, vai reunir empreendimentos para promover a culinária amapaense através das tradições e manifestações regionais.

De 03 a 05 de dezembro, expositores movimentarão a programação que ocorrerá na Praça do Fórum, a partir das 18h, no bairro Vila Amazonas. Serão 16 empresas do setor alimentício, entre bares e restaurantes da cidade que servirão ao público, menus criados especialmente para o evento. Receitas elaboradas a partir de produtos locais, nacionais e internacionais, que poderão ser degustadas no valor único de R$ 15. Além disso, dez produtores rurais e dez artesãos também estarão participando da programação.

O evento inclui atrações artísticas e culturais, Feira de Artesanato, Feira de Produtos do Campo e a Cozinha Show, que trará ao Amapá grandes chefs da gastronomia nacional, convidados especialmente para conhecer e apreciar as delícias locais, além de compartilhar receitas e dicas gastronômicas.

Acompanhe a programação:

03 de dezembro – Sexta-feira

18h – Abertura oficial do Festival Sabores de Santana;
19h – Cozinha Show: Apresentação do Prato do Chef; convidado Antônio Filho;
20h – Show do cantor Reinaldo e Cia;
21h – Show do cantor Pedro Carmona;
8h às 12h – Feira do Produtor do Campo;
Feira de Artesanato.

04 de dezembro – Sábado

18h30 – Companhia de Dança Arlete Carvalho;
19h – Cozinha Show: Apresentação dos Pratos dos Chefs convidados Pedro Alex e Ângelo Domiciano;
20h – Show da cantora Alba Prata;u
21h – Show do cantor Cássio Pontes;
8h às 12h – Feira do Produtor do Campo;
Feira de Artesanato.

05 de dezembro – Domingo

18h30 – Companhia de Dança Relatus;
19h – Cozinha Show: Apresentação dos Pratos dos Chefs convidados Gilmar Borges e João Diamante;
20h – Show do cantor Alber Matos;
21h – Show da cantora Ariel Moura;
Feira de Artesanato.

Festival de Sabores terá aula show com chef Léo Modesto

Nos dias 24, 25, 26 acontece a 1ª edição do Festival de Sabores do Senac. Um grande evento com aula show com o chef convidado Léo Modesto, palestras, concurso culinário e oficinas. O primeiro e último dia serão transmitidos ao vivo, no YouTube do Senac Amapá.No primeiro dia, das 16h30 às 19h30, acontece a apresentação musical da cantora Brenda Melo e do grupo de Marabaixo Tia Sinhá. Na entrada do auditório haverá a exposição de quadros do fotógrafo Floriano Lima. Como atração principal, recebemos o chef Léo Modesto para ministrar a aula show, com o prato Creme de camarão com tucupi, que será transmitida ao vivo, pelo Youtube do Senac Amapá.

No segundo dia, das 8h às 18h, o evento ofertará sete oficinas gastronômicas. Marmitas saudáveis, Como Abrir uma Empresa de A&b, Cozinha Amazônica, Mesa posta para Natal e Table Decor, Explorando o potencial frutífero do abacaxi na sua integralidade, Decoração de Panetones e Uso das mídias sociais na gastronomia, são os títulos das oficinas ofertadas. A inscrição é um 1kg de alimento não perecível.

 

No último dia de evento, das 8h às 12h, realizaremos a semifinal do concurso “Chef Senac Tucuju”, com os três finalistas. Eles terão 1h para apresentar o prato escolhido. Às 14h, acontece a mesa redonda para dialogar sobre o tema “O empreendedorismo na Gastronomia” e em seguida, às 17h, a final do concurso culinário, com transmissão ao vivo pelo YouTube.

 

Premiação

 

O primeiro colocado ganhará um troféu, um dólmã personalizado com o nome do evento, um vale compras no valor de R$ 500,00 em supermercado e um voucher de 100% de desconto em um curso do Senac.

 

O segundo colocado ganhará um troféu, um dólmã personalizado com o nome do evento, um vale compras no valor de R$ 300,00 em supermercado e um voucher de 50% de desconto em um curso do Senac.

 

Exposição

 

A exposição acontecerá na área de convivência do Senac o dia inteiro, com os produtos: camisas personalizadas, produtos agrícolas, chopp gourmet, produtos industrializados e artesanais de empresas parceiras.

 

Parceiros

 

O evento festival de sabores conta com apoio de 20 parceiros, que são: Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), Associação Brasileira das Agências de Viagens do Estado do Amapá (Abav-Ap), Associação se Empresários e Prestadores de Serviços de Eventos do Amapá (Aepseap), 313 Restaurante, Flora restaurante, Das Marias Cozinha Industrial, Ytalo Ruan, Floriano Lima, Empório Shekinah, Chopp da Vovó, Point das Hortaliças Agroecológicas, Jumbinha, Weice Assessórios, Divino’s Burguer, Underground Club Rock Bar, Xerfan Nutracêuticos, DMC material de construção, Sarney, Nestlé e Gusta’s Food Delivery.

 

Patrocinadores

 

O evento conta com os seguintes patrocinadores: Serviço Social do Comércio (Sesc), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Amapaense de Supermercados (Amaps), Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado do Amapá (Sindgêneros), Sindicato das Empresas de Turismo do Estado do Amapá (Sindetur), Mariza Alimentos, Casa do Sorveteiro, Moinho, Atalanta Hotel, Matrix Bebidas e Conveniência.

 

 

Serviço:

Senac Amapá

Instagram: @senacamapá

Facebook: @senacregionalap

Endereço: Av. Henrique Galúcio, nº1999, Santa Rita – Macapá/AP

Site:www.ap.senac.br

Festival “Bar em Bar”. Veja os participantes e os petiscos criados para o festival

O festival “Bar em Bar”, que inicia nesta quinta-feira, 11.11,  celebra a gastronomia e o clima acolhedor dos nossos bares e botecos. Ambiente que diariamente recebe mulheres, homens, jovens, idosos, brancos, negros, pardos, gente feliz, gente triste… O Bar em Bar é PRA TODO MUNDO! Um evento nacional que promove alegria e criatividade de norte a sul do Brasil. Realizado pela Abrasel desde 2007, o festival reúne centenas de bares, que a cada ano se reinventam apresentando uma nova porção e deixando os momentos em família, com os amigos, com os colegas de trabalho – até mesmo sozinha ou sozinho – ainda mais especiais. Vem com a gente!

Veja os participantes e os petiscos criados especialmente para o festival.

Restaurante 500 Gradi

Vesúvio – Legítimo pão italiano recheado com filé ao molho bechamel e gratinado com parmesão. Sugestão de harmonização: Vinho branco. 25,00

Bar do Vila

Bolinho de BarOpção vegetariana, uma releitura do tradicional bolinho de bar. Incrivelmente crocante por fora e macio por dentro, recheio especial com queijo da região, acompanhado de maionese e para tomar, uma bela caipirinha de caju.

 

Hangar 79 

Hangar 79 – Bolinho de peixe recheado com camarão regional, jambu, queijo e tucupi, servido com molhos de redução de tucupi, geleia de goiabada com pimenta e molho tucuju. Sugestão de harmonização: Drink Especial da Casa.

 

Delicias da Capytu 

Filé TumucumaqueFilé bubalino ao molho de queijo gorgonzola servido no pão roseta. Sugestão de harmonização: Cerveja.

 

Empório Shekinah

Bolinho Da Fronteira – Bolinho de tapioca com recheio de camarão, bacalhau, queijo e delicioso molho de tucupi com jambu, acompanhado de pimenta nativa. Sugestão de harmonização: Cerveja.

 

Restaurante Fifitus

Petibado – Croquetes de Maniçoba com quadradinhos de banana, acompanhado de caipirinha de Jambu.

 

Restaurante Norte Das Águas

Isca De Peixe Crocante – Iscas de peixes empanadas com batata palha, acompanhado de palmitos, azeitonas e molho especial da casa. Sugestão de harmonização: Cerveja.

 

Restaurante Japan

Surpresa De Salmão – Bolinho oriental com recheio de salmão, queijo e molho especial da casa. Sugestão de harmonização: Saquê.

Rustic Burger  Beer

Bolinho De Costela – Bolinho de costela bovino recheado com queijo acompanhado de molho de goiaba. Sugestão de harmonização: Caipirinha.

Empório do Índio

Charque Do Índio – Charque tradicional e do icônico bar de Macapá, a base de charque refogado e frito, com acompanhamento de farofa e molho da casa. Para harmonizar, sugerimos cerveja.

Pier 33

Entrada Pier – Steak bovino, linguiça artesanal, costela, batata frita, pão de alho. Com molhos e farofa. Sugestão de harmonização: Cerveja.

Cancún Mexican Food Bar

Bocadillos De Frijoles Cancún – Deliciosos bolinhos de feijões com bacon, carne moída apimentada, preparado com massala mexicana, ervas, pimentões coloridos, purê de milho. Sugerimos degustar harmonizando com o drink : Margarida, preparado com tequila, suco de limão, Cointreau, sal e gelo.

Bar Charel

Revisão Literária – Bolinho de piracuí acompanhado de molho especial da casa. Sugestão de harmonização: Chopp.

Cevada e Cia

Linguiça de Metro – Linguiça de metro recheada com carne suína, toucinho, queijo provolone, carne bovina e pimentas pretas e vermelhas, acompanha farofa da casa e vinagrete. Sugestão de harmonização: Cerveja.

Delícias da Oci

Camarão Barbeado – Camarões regionais fritos ao alho e óleo, acompanhados de farofa e tucupi. Sugestão de harmonização: Cerveja.

Restaurante Encanto Amapaense

Camarão Crocante Recheado – Camarão rosa empanado na batata palha e recheado com queijo mussarela, acompanhado de um molho surpresa e tucupi com pimenta. Sugestão de harmonização: Cerveja.

Essência do Norte

Bolinhos Trio Do Norte – Bolinhos trio do norte nos sabores: Costela com agrião, acompanhado de molho barbecue; Caldo verde, acompanhado de molho pesto de coentro; e Bobó de camarão, acompanhado de molho de tucupi com jambu. Sugestão de harmonização: Cerveja.

 

Homemade Burger

Croquetas De Porco – 8 unidades de Croquetas de Pulled Pork. Acompanha sour cream e barbecue levemente apimentado. Sugestão de harmonização: Cerveja tipo WITZBER ou IPA.

Kings Chef

Burger Tucuju – Quatro deliciosos mini burguer’s com queijo regional e molho de ervas, acompanhados de batatas fritas. Sugestão de harmonização: Caipirinha

Oásis Restaurante

Camarão Crocante – Camarão Rosa empanado na batata palha, acompanha molho rosè e farofa. Para harmonizar, sugerimos cerveja.

Recanto do Loro

Pororoca – Bolinhos de pirarucu apimentados com recheios de camarão e geleia de tucupi com chicória. Sugestão de harmonização: Caipirinha.

Roast Burger

Costela Suína Ao Molho BBQ – Costela suína ao molho BBQ caseiro, acompanha batata recheada ao molho de queijo, bacon e calabresa. Sugestão de harmonização: Chopp.

Royal Hotel e Gastronomia

Vulcão De Provolone – Vulcões de polenta frita com provolone gratinado. Para harmonizar sugerimos cerveja.

 

Município de Santana

Flora Bistrô

Espetada De Camarão Rosa – Espetada de camarão rosa, servidas com beiju de tapioca, maionese de flor de jambu e molho de tucupi. Sugestão de harmonização: Drink especial da casa.

Restaurante Amazon Beach

Croquete RibeirinhoCroquete de piracuí com geleia de cupuaçu e pimenta malagueta. Sugestão de harmonização: Cerveja.

 

Mais informações e endereços dos empreendimentos

https://barembar.com.br/estados/amapa 

‘Festival Amapá sabor” começa nesta quinta-feira, 4

 

O ´Festival Amapá Sabor` retorna de forma presencial, em sua 12ª edição,  com quase 60 pratos que serão comercializados para degustação, nesta quinta-feira (4), ao lado do Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá, e segue até domingo (7). A entrada é gratuita e começa a partir das 18h.

Programação tem entrada gratuita, com comercialização de cerca de 60 pratos até domingo (7).

Em 2020 o festival foi realizado na modalidade delivery, por conta da pandemia. No entanto,  neste ano, o festival gastronômico terá 20 estabelecimentos participantes, sendo que cada um irá desenvolver três receitas. Alguns restaurantes irão oferecer serviços de drive-thru.

O Sindicato de Hospedagem, Alimentação e Entretenimento do Amapá (Shaea), é a entidade responsável pela organização do evento, que tem como presidente, Gil Marra.

Além de fortalecer a culinária amapaense, o festival terá apresentação com diversos artistas locais, entre eles, a cantora Patrícia Bastos.

 

Serviço

Festival Amapá Sabor
Data: de quinta-feira (4) até domingo (7)
Hora: das 18h às 22h
Local: na Av. Mário Cruz (ao lado do Teatro das Bacabeiras e da Praça Veiga Cabral) – Centro

Amapá recebe edição 2021 do festival Bar em Bar

 

Já tradicional em várias regiões do Brasil, o festival Bar em Bar acontece pelo quarto ano no Amapá, com estabelecimentos de Macapá e Santana. O evento reunirá até 25 bares selecionados, entre os dias 11 e 21 de novembro, com menu especial e exclusivo, de porções degustação e bebidas elaborados pelos chefs especialmente para o circuito gastronômico.

A gastronomia é a arte de extrair dos alimentos e bebidas o que eles têm de melhor, e a comida de bar ou boteco não foge desse requinte. São frituras, carnes, frios, hambúrgueres, defumados e petiscos deliciosos em porções com receitas exclusivas criadas especialmente para quem adora harmonizar os sabores diversos com uma boa bebida. Então surge o bar (boteco, pub, clube ou restaurante) como esse local de sabores, encontros de amigos, casais, famílias com uma boa conversa e entretenimento.

Nesta quarta edição, o festival trás o tema “saúde: um brinde à vida”, em alusão a superação dos problemas decorridos da pandemia. Durante os dias de festival, todos os clientes dos bares participantes poderão ‘concorrer’ ao prêmio “papudinho 2021”. O que primeiro completar o circuito com fotos degustando os 25 petiscos.

Além disso, os estabelecimentos participantes receberão a visita dos críticos gastronômicos oficiais dos concursos gastronômicos no estado. Ao final, as avaliações serão computadas e destacados os vencedores.

Os empreendimentos interessados podem acessar o link e realizar sua inscrição de 20 a 27 de outubro. Passarão ainda por capacitações e consultorias com o objetivo de elevar a qualidade na prestação dos serviços.

O Bar em Bar tem a proposta de oferecer ao público diversas opções para degustação da gastronomia boêmia com valores acessíveis e oferecer atrações para todos os gostos, com bares que possuem desde uma pegada mais gourmetizada, até os temáticos, como country, mexicano, oriental, vegano, afro e regionais.
Participem!

Coordenação
[email protected]
(96) 98135-7900
Inscrições: https://forms.gle/wCRXfhbWQYL3dVuv8

Novidade gastronômica no Curiaú. Todo o talento e saberes culinários da Nega do Biluca, em um espaço de delícias no quilombo

 

Anos atrás a Nega deixou florescer sua ascendência, se apropriou dos conhecimentos guardados em sua memória, explorou a cozinha e conhecimento da Vó Chiquinha e colocou a mão na massa. Bolos, salgados, vatapá, maniçoba, guisados, assados, e a famosa gengibirra, tudo com gosto caseiro, começaram a conquistar clientes que se tornaram fiéis, seguindo a Nega em sua batalha diária. Ela agora inaugura seu cantinho, no Quilombo do Curiaú , neste sábado, 9 de outubro, a partir das 20h, com os famosos quitutes, muito marabaixo e música amapaense.

Criada no Quilombo, na Maloca da Tia Chiquinha, Nega tira de seu quintal alguns dos ingredientes para seus pratos, como macaxeira, frutas e galinha caipira. Em seu cardápio de lanches, os tradicionais vatapá, maniçoba e tacacá, e os salgados, que além de frango e carne, o cliente tem a opção de recheios de piracuí e pirarucu. Nega também vai oferecer refeições à base de frango, carne e peixe, mas quem quiser, pode pedir a galinha caipira ou ainda alguns pratos da culinária guianesa.

Cantinho da Nega é a grande conquista da Antônia Márcia, sua independência financeira, estreia como empreendedora. Ela começou vendendo em eventos culturais, como Encontro dos Tambores, e shows, e na porta da casa. Foram anos economizando da venda de comida e gengibirra, que junto com o prêmio conquistado através do edital de fomento para arte, da Lei Aldir Blanc, que a reconheceu como Mestre da Gengibirra, conseguiu construir seu canto. Conquista pessoal, e também cultural, pois valoriza a cultura gastronômica de origem quilombola e africana.

Para o Cantinho da Nega se encaixar no cenário, ela deu preferência às suas raízes e profissionais do quilombo, desde a construção até a arte que decora suas paredes, feita pelo artista plástico do Curiaú, Rosi Silva. Tia Chiquinha, Mestre Bolão, sua filha Vitória, a própria Nega e a parentada toda estão impressos na vitrine, com tambores e caixas, saias e chapéus que definem bem a tradição familiar. Os trabalhadores que estão na cozinha e atendimento também são do quilombo, tornando a empresa, um empreendimento regional.

Com todo este histórico, a inauguração não poderia ser diferente, e será em grande estilo, do tamanho da grandeza dessa descendente de tia Chiqinha, de sangue das rainhas africanas. Brenda Melo, Alan Gomes, Enrico Di Miceli, Joãozinho Gomes, Val Milhomem, Amadeu Cavalcante, Laura do Marabaixo, Jéssica Wanny, Adelson Preto e Marabaixo Manoel Felipe estão confirmados para esta grande festa que vai levantar a poeira do terreiro.

E a Gengibira da Nega do Biluca? Sim, vai ter na inauguração e todos os dias, para quem quiser degustar esta bebida que é identidade da cultura amapaense e continua a ser preparada com o mesmo zelo dos antepassados.

Mariléia Maciel

Sexta Musical na Confraria Semblano

A Sexta Musical da Confraria Semblano é especial ao som de Jazz & Soul com Neto Carvalho. Que tal aliar vinho, gastronomia Italiana e música ao vivo, hein? Anota na agenda essa pedida especial para sextar no melhor ambiente da cidade.

Os clientes podem fazer reservas antecipadas, através dos telefones: (96) 98115-4806 – 3222-2238. Hoje também temos o nosso Happy Hour da Pizza. Para informações sobre sabores e valores, é só dar um visitar nos nossos Stories. Esperamos por você!

#GastronomiaItaliana #Macapá #Reservas #MusicaAoVivo #Delivery #Pizza #FornoALenha

Chef Flora Dias fará aula show no festival gastronômico ‘ENCHEFS RJ 2021’

O festival ENCHEFS RJ 2021, que acontece nos dias 23, 24 e 25 de setembro, contará com a participação de 25 chefs de cozinha de 17 Estados e terá várias atrações, além do concurso gastronômico principal, que selecionará três chefs para concorrer ao Prêmio Nacional Dólmã, considerado o Oscar da gastronomia brasileira.

A Chef Flora Dias vai representar o Amapá com o prato “Pescada Amarela ao Perfume e Frutos Energéticos da Floresta”. Os participantes do evento terão acesso á diversas aulas show, com receitas apresentadas por ‘Chefs- Embaixadores’ e convidados, além de palestras e mesas-redondas que abordarão temas importantes e atuais.

O ENCHEF RJ 2021 é coordenado pelo Chef Pedro Alex, chef executivo da Presidência da República e vencedor do prêmio em 2019.

Sobre a Chef Floraci Pacheco Dias, mais conhecida como Flora, administra há 25 anos um restaurante que leva o seu nome, o “Flora Restaurante”, que nasceu da necessidade de sustendo da família e se transformou em um dos melhores e mais prestigiados restaurante do Amapá.

Recomendado pelo Guia Quatro Rodas desde 2010 e premiado pelo Guia Garfo de Ouro nos anos de 2016/17/18/19/20, recebeu o “Diploma Empresa padrão do Milênio”, selecionado pelo “25 melhores do Brasil” como um dos cinco melhores restaurantes da região norte, entre outras honrarias e consagrações. Atualmente, a Chef Flora é proprietária do “Flora Bistrô”  situado em uma área urbana da cidade e “Flora Restaurante”, que fica às margens do Igarapé da Fortaleza, no limite dos municípios de Macapá e Santana, e é cercado pela vegetação nativa, onde ela criou uma horta totalmente orgânica e um jardim com diversas variedades de plantas e flores, que é uma das suas paixões, além da gastronomia.

Chef Cassio Balieiro é o vencedor da edição 2021 do concurso ‘Enchefs’ no Amapá

 

O chef Cassio Balieiro foi o grande vencedor da edição 2021 do concurso “Enchefs” no Amapá que deu a ele o título de melhor chef de cozinha do estado. Com o tema: “Gastronomia popular no Mercado Central de Macapá”, ele conquistou o prêmio com o prato ‘Latitude Zero’: delicioso crepe com doce de cupuaçu e calda de açaí; servido como sobremesa.

Chef Cássio Balieiro foi o grande vencedor da edição 2021 do concurso “Enchefs” no Amapá.

Quem ficou em segundo lugar foi a chef Thaís Oliveira, com o ‘Bolinho Capitão’ – lembranças e raízes: bolinho de feijão verde, charque e manteiga de garrafa sobre uma cama de creme de queijo coalho, acompanha molho pesto, ele é servido como entrada. Em terceiro, Chef Manoel Maciel, defendendo o prato, ‘Filé das ilhas ao molho nobre’: filé e queijo de búfalo ao molho de cebola caramelizada com vinho tinto; servido como prato principal. Os chefs Cassio e Thaís que conquistaram o primeiro e segundo lugar, concorrem ao prêmio máximo da gastronomia brasileira – o Dólmã, em dezembro, em Bélem.

Prato vencedor do Enchefs 2021: ‘Latitude Zero’: delicioso crepe com doce de cupuaçu e calda de açaí; servido como sobremesa.

Realizado desde 2016 em Macapá, o “Enchefs” vem valorizando os profissionais e a gastronomia local. Nesta edição, o concurso que é totalmente gratuito, recebeu dezenas de inscritos, com novas receitas com pratos criativos a base de ingredientes regionais que passaram pela peneira da primeira fase da disputa – atendendo aos critérios do concurso, bem como, pela análise perita e criteriosa de cinco conceituados jurados que votaram nas três receitas a partir de conceitos técnicos e sem mesmo conhecerem seus respectivos criadores.

Amapá já tem os três pratos finalistas do concurso gastronômico que irá reconhecer o melhor chef de cozinha tucuju

 

A edição 2021 do concurso “Enchefs” que dará ao vencedor local, além do título de melhor chef de cozinha do estado, a possibilidade de concorrer ao prêmio máximo da gastronomia brasileira – o Dólmã, em dezembro, em Bélem, saindo do luxo e glamour das últimas cinco edições, este ano, busca a valorização da comida de lugar, com o tema: “Gastronomia popular no Mercado Central de Macapá”.

Filé das ilhas ao molho nobre: filé e queijo de búfalo ao molho de cebola caramelizada com vinho tinto; servido como prato principal.

 

Realizado desde 2016 em Macapá, o “Enchefs” vem valorizando os profissionais e a gastronomia local. Nesta edição, o concurso que é totalmente gratuito, recebeu dezenas de inscritos, com novas receitas com pratos criativos a base de ingredientes regionais que passaram pela peneira da primeira fase da disputa – atendendo aos critérios do concurso, bem como, pela análise perita e criteriosa de cinco conceituados jurados que votaram nas três receitas a partir de conceitos técnicos e sem mesmo conhecerem seus respectivos criadores.

Latitude Zero: delicioso crepe com doce de cupuaçu e calda de açaí; servido como sobremesa.

 

Conheçam abaixo os pratos finalistas que ganharam a oportunidade de serem apresentados a sociedade e júri final no Mercado Central de Macapá.

Bolinho Capitão – lembranças e raízes: bolinho de feijão verde, charque e manteiga de garrafa sobre uma cama de creme de queijo coalho, acompanha molho pesto. Servido como entrada.

Dia 13 de setembro (segunda-feira)

15h Prato: Filé das ilhas ao molho nobre: filé e queijo de búfalo ao molho de cebola caramelizada com vinho tinto; servido como prato principal.

16h Prato: Latitude Zero: delicioso crepe com doce de cupuaçu e calda de açaí; servido como sobremesa;

17h Prato: Bolinho Capitão – lembranças e raízes: bolinho de feijão verde, charque e manteiga de garrafa sobre uma cama de creme de queijo coalho, acompanha molho pesto. Servido como entrada.

O concurso é uma das diversas atividades e atrações oferecidas pela Prefeitura de Macapá, através do Instituto Municipal de Turismo (MACAPATUR) e conta com o apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL). De acordo com a organização do Enchefs AP, o sigilo do nome dos chefs até o teste dos pratos é importante para garantir idoneidade do concurso. Ainda segundo a organização, o objetivo do concurso é valorizar a gastronomia local e seus profissionais e fazer de Macapá e o Amapá, referência em gastronomia. O concurso terá entrada franca.

Hoje é dia de Sextar na Confraria Semblano!

Ao som de Ingrid Sato, hoje o #sextou na Confraria Semblano terá música, vinho e gastronomia Italiana, tudo para animar a sua noite. Aproveite e venha #sextar na Confraria Semblano. As reservas podem ser via ligação e WhatsApp (96) 98115-4806 – 3222-2238.

#GastronomiaItaliana #Macapá #Reservas #MusicaAoVivo #Delivery

Praça de alimentação do Museu Sacaca oferece pratos regionais a preços acessíveis

 

O restaurante oferece sugestões para café da manhã, almoço e lanche da tarde, Açaí, gengibirra, peixe frito, charque, camarão no bafo e maniçoba são algumas das opções de cardápio oferecidas pelo restaurante regional do Museu Sacaca, desde sua reabertura no dia 16 de julho.

Os pratos oferecidos pelo restaurante variam de R$16 (executivos) a R$ 80 (porção família). O espaço funciona de terça a domingo, de 9h às 17h. Além do almoço, o visitante também pode tomar café da manhã ou lanche da tarde.


O restaurante é Localizado no bairro do Trem, na Av. Feliciano Coelho com Manoel Eudóxio, o local, é uma opção para o horário de almoço a quem procura sossego, preços acessíveis e o sabor da comida amapaense.

Na praça de alimentação também há um espaço dedicado para a venda de artesanato confeccionado, por artesões amapaenses.

A administração do Museu Sacaca redobrou as medidas de Segurança de combate ao covid19. Para quem deseja conhecer o local, é obrigatório o uso de máscara, distanciamento social, e no museu também é ofertado álcool em gel em vários pontos estratégicos.

 

Prefeitura de Macapá realiza 4ª edição do projeto Feira Agricultura e Arte neste sábado (7)

 

A prefeitura de Macapá promove neste sábado (7) mais uma edição da Feira Agricultura e Arte, que levará produtores dos distritos da Fazendinha, Coração e Maruanum e a comunidade Bonito, no quilômetro 17.

O objetivo é dar visibilidade aos produtores da agricultura familiar. Os distritos da Fazendinha, Coração e Maruanum é a comunidade do Bonito participam da edição.

A Secretaria Municipal de Agricultura de Macapá (Semag) coordena o projeto, que proporciona aos agricultores um ambiente para a venda de seus produtos, permitindo o escoamento da produção, fomentando toda a cadeia produtiva e a economia local. A comercialização inclui itens como artesanato.

Os produtores fazem parte do projeto agricultura familiar, pertencentes à área rural e que vivem do setor agrícola, como a produção de farinha.

Incentivo

Valorizar a agricultura familiar, incentivar o trabalho produtivo do homem e do campo, atender as demandas de consumo do mercado local, estimular a cultura das feiras e a troca comunitária, diminuir o êxodo rural.

O secretario da pasta, Raimundo Costa, ressalta a necessidade de fazer neste momento ainda pandêmico a elaborações de projetos como este, que dão espaço aos empreendedores e complementam a renda dos trabalhadores.

O evento acontecerá na praça Chico Noé, no bairro Laguinho, 8 às 14h. O espaço terá 21 barracas de feira livre e 21 produtores que estarão vendendo louças, condimentos, mel a plantas medicinais e ornamentais, entre outros produtos.

Pré-lançamento do 2º Festival Gastronômico em Oiapoque, acontece nesta quarta (21)

Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), Prefeitura Municipal de Oiapoque (PMO) e Associação Comercial e Industrial de Oiapoque (Acoi), realizam o pré-lançamento do Festival Gastronômico – Sabores da Fronteira, no Escritório Regional do Sebrae, nesta quarta (21), às 15h. O município de Oiapoque está localizado a 590Km de Macapá, na fronteira do estado com a Saint George, território Francês.

Festival com o slogan ‘Sabores da Fronteira’ promovido pelo Sebrae, prefeitura e ACOI garante movimentar a economia do setor durante três dias e proporciona inovação, resgate gastronômico e empreendedorismo

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae no Amapá, Waldeir Ribeiro, o evento valoriza a gastronomia local e principalmente, o pequeno negócio; potencializa a comercialização de produtos fora do lar; e promove o consumo de alimentos prontos no município. “É nesta ocasião, que todos podem experimentar novos sabores e fazer uma imersão na nossa cultura, e se apropriar de experiências únicas. Oiapoque, forma um mosaico de influências gastronômicas, com pessoas de diferentes regiões do país, que moldam com originalidade, a forma de fazer a gastronomia na fronteira”, disse o diretor-superintendente do Sebrae no Amapá, Waldeir Ribeiro.

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae no Amapá, Waldeir Ribeiro, o evento valoriza a gastronomia local e principalmente, o pequeno negócio;

Festival

O 2º Festival Gastronômico – Sabores da Fronteira, com formato Drive-Thru, acontece no período de 29 a 31 de outubro, das 19h a 0h. O evento possui dois (2) eixos de atuação – Degustação e Atração Cultural; reúne 20 empresas dos segmentos restaurantes regionais, sorveterias, docerias e pizzarias; promove a culinária local e apresenta as tradições e manifestações regionais, por meio da degustação de pratos a base de produtos e ingredientes regionais, nacionais e internacionais, comercializados a um preço acessível no valor de R$ 25 reais.

Estrutura

Estrutura de montagem com 20 estandes para expositores, um (1) estande institucional e um (1) palco para atração cultura, entretenimento e valorização da arte, com a participação de músicos/compositores do município de Oiapoque, de forma presencial.

Censo

De acordo com a gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae no Amapá (UPP), Célia Almeida, o setor de alimentação fora do lar no Brasil é o quinto maior do mundo, possui 1 milhão de negócios e 6 milhões de postos de trabalho. No Amapá, os dados do Censo do Turismo 2019, apontam que o setor de alimentação fora do lar, que compreende todas as empresas que produzem e comercializam alimentos prontos, somam mais de 1.400 empresas ativas, as quais possuem postos de trabalho formal, recolhem os tributos e contribuem para o desenvolvimento econômico de forma justa, respeitando a legislação em vigor e gerando mais de 16 mil empregos formais.

O Amapá que Empreende. Renato Salviano e sua inovadora “Boutique Vinho e Cia”

O jovem advogado Renato Salviano estava iniciando com seu negócio de vinhos, quando foi surpreendido pela pandemia, que assola o mundo desde 2020.

Na coluna de hoje, “O Amapá que Empreende” vamos mostrar como nasceu a Boutique Vinho e Cia, a partir da pandemia, quando ao invés de desanimar com o negócio, Renato ampliou, e hoje, pouco mais de um ano depois, diversificou e tem sua empresa reconhecida no mercado da gastronomia e por seus clientes, que gostam e indicam o serviço.

“A Boutique surgiu no início de 2020 com a intenção de fornecer bebidas e consultoria para eventos de todos os portes. Como  Embaixador da WineEventos, consigo fornecer por um preço especial e prestar a consultoria de qual melhor bebida se encaixa para qualquer evento. Com a pandemia e os decretos que proibiram os eventos, tivemos que nos adaptar, e assim surgiu o delivery de bebidas para todos os públicos, o que hoje é nosso carro chefe, atendendo vários bairros da cidade de Macapá através de delivery próprio e pelo iFood”, conta Renato Salviano.

A pandemia e uma nova oportunidade

A pandemia trancou as pessoas em casa. Com isso elas passaram a se permitir tomar um vinho durante a semana, sem aguardar ocasiões especiais, aproveitando melhor a companhia de sua família. As lives também ajudaram a impulsionar, pois era uma maneira da pessoa se divertir com um show sem sair de casa, e o vinho era uma excelente bebida para a ocasião.. Quem já consumia vinho passou a consumir mais, e quem ainda não tinha esse hábito de consumo, passou a ter, pela praticidade e o efeito alegre alegre que o vinho traz. O consumo de vinho aumentou no mundo inteiro, e no Brasil foi muito significativo.

“Hoje, mesmo com a flexibilização das medidas protetivas, o consumo continua alto e quem começou a tomar o vinho no ano passado, já se permite a experimentar rótulos novos e de valor mais agregado”, diz o empresário.

“Com o aumento do consumo, percebemos que o vinho brasileiro ainda era deixado de lado. Então além das duas importadoras que trabalhamos, buscamos representação de vinícolas brasileiras. Hoje, representamos 5 vinícolas do sul do país e trabalhamos com rótulos de diversas outras”, nos informa Renato.

Fornecendo e prestando serviço ao setor da gastronomia 

A reabertura dos restaurantes fez com que os clientes da Boutique e demais consumidores, buscassem o vinho fora de casa. E havia falta de opções em alguns estabelecimentos, como também, a necessidade de melhorar os serviços em relação à carta de vinhos. Era um nicho a ser explorado. E Renato investiu na diversidade de seu negócio. “Aproveitei os cursos que já fiz, incluindo internacionais, e o mais atual, de sommelier, e busquei os donos de restaurante para além de fornecer rótulos especiais, prestar a consultoria, treinar a equipe para executar o serviço de vinho perfeito, e sempre acompanhar a quantidade de produtos da adega, atentando-se para o mercado e as procuras”.

Hoje a Boutique Vinho e Cia atende cinco restaurantes de Macapá  tendo exclusividade na adega de 2 deles. O treinamento da equipe é constante, sempre atualizado, bem como, a consultoria de harmonização, buscando sempre vinhos que harmonizem com os pratos da casa.

 

Cacau do Cassiporé, açaí, camapu e a bioeconomia. *Por João Capiberibe

* João Alberto Capiberibe. Ex-governador do Amapá 

Você já experimentou o cacau do Cassiporé? Pois experimente! Ontem servi essa iguaria no café da manhã pra Janete, ela amou, e me agradeceu com um beijo.

 

Quando governador do Amapá (1995-2002), – faço questão de assinalar o período, pois tem gente que me cobra responsabilidade hoje, como se eu tivesse deixado o governo na semana passada -, os que combatiam nossas ideias, desdenhavam do PDSA (Programa de Desenvolvimento Sustentável do Amapá) repetindo em suas rádios e tevês: “Vender camapu, patê de chicória e açaí? Isso é tão nosso que jamais será exportado”

Agora olhe e reflita sobre essas fotos.
O cacau, o camapu, o açai são espécies nativas, capazes de alavancar uma enorme cadeia de valor na nossa bioeconomia, gerar os empregos que tanto precisamos para garantir aos amapaense o direito de continuar morando no lugar em que nasceram e cresceram, sem precisar migrar para outros estados atrás de oportunidades de trabalho.

Por último insisto, olhe e reflita sobre essas fotos, depois entre no Google, pesquise sobre cacau do Cassiporé, camapu, açaí e me diga quem tem razão? O açaí é hoje o terceiro item na nossa pauta de exportações, e o camapu nos importamos da Colômbia.

 

Nota do blog 

Verdades nesse pequeno texto que Capi carinhosamente me enviou, que mostram quanto tempo estamos perdendo no desenvolvimento sustentável do Amapá, com suas maiores riquezas: os produtos da floresta, com agregação de valor, que geram trabalho, renda e desenvolvimento.

Para saber mais sobre o cacau e o chocolates do Cassiporé, siga o perfil no Instagram @chocolatescassipore 

Gastronomia do Amapá foi considerada a melhor do país, por youtuber e blogueiro de viagem e turismo

O youtuber e influenciador, “Estevam Pelo Mundo” visitou recentemente o Amapá. Ele divulgou no sábado, 10, em seu Instagram, o que ele considera os cincos estados melhores para comer. E a gastronomia do Amapá conquistou o primeiro lugar. O vizinho Pará ficou em segundo, seguido do Rio Grande do Sul, Amazonas e Bahia.

A culinária nortista conquistou três lugares, sendo eleita como as melhores do país.

Lucas Estevam quando morava na Alemanha, decidiu compartilhar suas experiências em um blog e, rapidamente, suas histórias e dicas ganharam bastante visibilidade. Hoje, ele é um dos principais youtubers brasileiros focado em viagem e turismo.

O canal “Estevam Pelo Mundo” já tem mais de 360 mil inscritos. E sabe quantos países ele já visitou? Mais de 70! Ele registra todas as suas aventuras em suas redes sociais e no youtube, atraindo cada vez mais seguidores e chamando a atenção de grandes empresas.