Governadores lançam programa Amazônia+10 durante a 12ª Reunião da Força-Tarefa para o Clima e Florestas

O governador do Amapá, Waldez Góes, reforçou que a ação vai promover os investimentos em ciência, tecnologia e inovação.

Com o objetivo de apoiar a pesquisa científica e o desenvolvimento sustentável e tecnológico da Amazônia, o governador do Amapá, Waldez Góes, e os demais chefes do Executivo dos estados da Amazônia Legal lançaram o programa Amazônia+10, durante a 12ª Reunião da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF Task Force), nesta quinta-feira, 17, em Manaus.

O evento reúne mais de 300 autoridades e lideranças de diversos países que lutam para defender as florestas e combater as mudanças climáticas.

LEIA MAIS: Reunião anual do GCF: Waldez debate soluções para desmatamento e mudanças climáticas

O Amazônia +10 é uma parceria para promover a ciência, a tecnologia e a inovação na Amazônia Legal, região composta pelos estados do Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Tocantins e Mato Grosso.

“Devemos lutar para mais investimentos para desenvolver mais ciência, pesquisa e tecnologias apropriadas à Amazônia. O nosso foco é encontrar soluções para o desenvolvimento sustentável de regiões de florestas, atuando também em questões como a desigualdade social”, declarou Góes.

Projeto Amazônia +10

O Amazônia +10 foi desenvolvido pelos secretários de Estado da Ciência e Tecnologia, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), cujo financiamento inicial é de R$ 100 milhões. O projeto prevê, ainda, alcançar o valor R$500 milhões por meio de parcerias público-privadas.

Os investimentos serão destinados a projetos de pesquisas sobre os desafios da Amazônia Legal, que são: a Conservação da Biodiversidade e Mudanças Climáticas; Proteção de Populações e Comunidades Tradicionais; Desafios Urbanos; e Bioeconomia como uma Política de Desenvolvimento Econômico.

Dessa forma, a expectativa é aumentar o conhecimento científico por meio de estudos sobre a região e avaliar alternativas de políticas públicas e investimentos privados para melhorar as condições de vida da população amazônica.

O secretário de Estado da Ciência e Tecnologia do Amapá, Rafael Pontes, explica que o programa é uma oportunidade de integrar financiamentos das fundações e todos os 9 estados da Amazônia Legal, formando uma composição de recursos para financiar projetos estruturantes com foco na região.

“Com o Amazônia +10, o Amapá tem a oportunidade de submeter projetos que possam financiar cadeias produtivas e vocações para integrar ciência, tecnologia, e desenvolvimento socioeconômico para desenvolvimento de emprego e renda para a população do Amapá”, explicou.

Força-tarefa

Criada em 2008, a força-tarefa é a maior aliança subnacional para o clima e florestas e reúne 38 estados e províncias, que, juntos, detêm 1/3 das florestas tropicais do mundo. Foi estabelecida com base em um memorando de entendimentos, fornecendo a base para a cooperação em assuntos relacionados ao clima, financiamento e tecnologia.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1703/governadores-lancam-programa-amazonia-10-durante-a-12-ordf-reuniao-da-forca-tarefa-para-o-clima-e-florestas

O “Clima ao Vivo” chegou em mais um estado: Amapá

O Clima ao Vivo chegou em mais uma estado: Amapá. Agora é possível conferir ao vivo como está o tempo em Macapá. CLIQUE AQUI E ACESSE!

A cidade

Macapá é o quinto município mais populoso da Região Norte e é a única capital cortada pela linha do Equador, o que a faz ser conhecida como “Capital do Meio Mundo”. Grande parte do turismo macapaense é voltado para a rica história, cultura, costumes e tradições de seus habitantes, além dos amplos recursos naturais da região.

Câmera ao vivo

Com a chegada da câmera em Macapá os residentes, visitantes e turistas da cidade terão acesso 24 horas por dia a imagens ao vivo e a previsões futuras com credibilidade conceituada. A câmera foi instalada em parceria com o Hotel Forte Express proporcionando uma visão privilegiada do município.

O Hotel Forte Express está localizado no coração financeiro e administrativo de Macapá. Tem um serviço de hospedagem de qualidade com atendimento diferenciado, segurança e requinte. “É com grande prazer que o Hotel Forte Express recebe esta tecnologia no estado do Amapá. Sempre buscamos inovações em nossa empresa e desta vez não seria diferente. Nossa parceria com a Clima ao Vivo visa proporcionar a todos os moradores e visitantes do nosso estado uma experiência diferenciada, com praticidade e mais segurança quando se trata de monitoramento climático em tempo real”, enaltece a gerente do Hotel Forte Express, Amanda di Cássia.

Condições do tempo

As condições do tempo afetam diretamente a rotina de milhões de brasileiros todos os dias, por isso uma plataforma com informações sobre o tempo ao vivo é muito útil para toda a população, desde pequenas cidades a grandes metrópoles.

As condições do tempo além de afetar a vida de todos nós, são extremamente importantes em nossas experiências e tomadas de decisão. Para regiões turísticas, este é um fator decisivo. Agora Macapá possui uma nova tecnologia que transmite suas belezas para todo o mundo, com acesso gratuito a toda a população e a todos os turistas que visitam o destino”, diz o CEO do Clima ao Vivo, Denilson Rocha.

VEJA MACAPÁ AO VIVO!

Clima

Macapá tem um clima tropical. Existe uma pluviosidade significativa ao longo do ano. O mês que registra mais chuva é março com um volume médio de 400 mm de precipitação, enquanto o mais seco é outubro com uma média de 25 mm. Já a média anual é de 2.475 mm. (Dados: Climate)

Centro-Oeste

Além de Macapá, o Clima ao Vivo tem câmeras em outras cidades da região Norte: Rio Branco/AC, Belém/PA, Marabá/PA e Uruará/PA; e está em constante expansão ativando câmeras em todo o país.

https://www.climaaovivo.com.br/noticias/o-clima-ao-vivo-chegou-em-mais-um-estado-amapa-macapa-29-09-21