Samu recebeu mais de 5 mil trotes nos seis primeiros meses do ano

Diariamente, são mais de 30 chamadas desnecessárias para o número 192.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) registrou 5.380 trotes nos seis primeiros meses de 2022. Em média, o serviço atende três mil ligações mensais, sendo que 26% são trotes.

O Samu tem como objetivo atender situações de urgência e emergência, esse serviço registra entre 3.000 a 4.000 ligações mensais, em média a cada 10 ligações diárias, 3 são trotes.

De acordo com a direção do Samu, essas ligações atrapalham todos os dias essa prestação de serviço.

“Um trote pode causar a perda de uma vida, pois enquanto a unidade vai perder tempo em um pedido de ajuda que é uma brincadeira de mau gosto, ao mesmo tempo pode ter um cidadão que realmente está aguardando por socorro”, explica o diretor do Samu, Rildo Brito.

Ainda de acordo com os dados do Samu, a cada mês as ligações aumentam, em janeiro foram 786 trotes registrados e, em junho, esse número aumentou para 979. O mesmo aconteceu em 2021, no primeiro mês foram 626 trotes e em junho já eram 822 registros, nesse mesmo ano o serviço totalizou 10.094 pedidos de atendimento que eram falsos.

A direção do Samu ainda explica que são feitas várias perguntas durante a ligação, para de alguma forma filtrar as informações e se houver alguma contradição, já é possível identificar que é uma ocorrência falsa.

Atendimento

Ao ligar para 192 o serviço do Samu é acionado, as informações são coletadas e uma unidade móvel devidamente equipada segue para o local da emergência, com profissionais de saúde preparados para ocorrências como: envenenamento, desmaio, hemorragia, crises convulsivas, acidentes de trânsito, acidentes por arma de fogo ou arma branca, fraturas, dores repentinas no peito, ataques de animais, afogamento, queimaduras, entre outros.

https://docs.google.com/document/u/0/d/1QjOnSzaM1s6ePjHyZUbjuABTUPtKnHJmeNSNSRbavl4/mobilebasic

Petrobrás apresenta ao Governo cronograma de início das operações no litoral amapaense

Estatal planeja para novembro a perfuração do primeiro poço exploratório, que fica a 40km da fronteira com a Guiana Francesa.

A diretoria da Petrobrás apresentou ao governador, Waldez Góes, o cronograma de início de operações de prospecção do primeiro poço exploratório da região denominada Amapá Águas Profundas, no litoral norte do estado, a 40 km da fronteira com a Guiana Francesa. O encontro aconteceu na terça-feira, 9, no Palácio do Setentrião.

Para Waldez Góes, trata-se de uma oportunidade de fortalecer a economia do estado por meio da cadeia produtiva do petróleo e do gás, uma inovação que irá se refletir em benefícios para os amapaenses.

“O expressivo potencial exploratório e descobertas na região colocam o Amapá na posição de possível província petrolífera, com parcerias para potencializar o desenvolvimento econômico do Estado e gerar oportunidades”, destacou Góes.

Águas Profundas

A região Amapá Águas Profundas integra a Margem Equatorial Brasileira, nova fronteira petrolífera que  engloba desde o litoral do Amapá aos estados do Pará, Maranhão, Piauí e Ceará até chegar ao Rio Grande do Norte.

As bacias sedimentares nesta extensão demonstram grande potencial exploratório, uma vez que possuem semelhanças com descobertas feitas recentemente na África, na Guiana e no Suriname, de acordo com estudos pela Universidade Estadual do Norte Fluminense com dados fornecidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Dos oito poços que a petrolífera pretende explorar na Margem Equatorial Brasileira de 2022 a 2025,  seis ficam na região Amapá Águas Profundas.

Para perfurar o primeiro deles, a estatal planeja a realização de um simulado no segundo semestre deste ano que vai testar a capacidade logística e de segurança da companhia no litoral amapaense – a estratégia permitirá o  início das perfurações ainda no mês de novembro.

O poço em lâmina d’água (que é a distância entre a superfície ao fundo do mar) possui cerca de 2,5km e fica no bloco FZA-M-59.

A empresa pública foi representada pelo diretor de Relações Institucionais, Rafael Santos, e pelos gerentes executivos de Relação Externa e de Inteligência e Segurança Corporativa, Pedro Bragante e Ricardo Silva, respectivamente.

Adequação da infraestrutura

Na ocasião do encontro, o Governo do Amapá tratou também da adequação da infraestrutura aeroportuária de Oiapoque com a logística para viabilizar a operação, prevendo terminal de passageiros, hangar e pista, iluminação para operação noturna, gerador, capacidade de armazenamento de querosene de aviação, infraestrutura de comunicação, hotelaria e alimentação, assim como adequação do entorno para segurança das operações.

O Plano Estratégico da Petrobras 2022-2026 prevê R$2 bilhões na exploração da Margem Equatorial Brasileira.

https://docs.google.com/document/u/0/d/1FwtFkWCa0VWGrJ20keydMOXrqIaw_5yPL0mlka6t6JA/mobilebasic

Saiba como o açaí pode ser aliado no controle das taxas de colesterol

Tradicional fruto amazônico possui grandes benefícios para a saúde, mas é preciso ter cautela com acompanhamentos comuns na mesa do amapaense, como charque e calabresa.

Tão tradicional na mesa dos amapaenses, o açaí pode ser um aliado no controle das taxas de colesterol, que é um tipo de gordura presente em nosso organismo, sendo responsável pelo transporte das substâncias, por formar os hormônios e também desenvolver o Sistema Nervoso Central.

Para entender como o fruto amazônico pode ajudar neste controle, é importante saber que existem dois tipos de colesterol: o bom (HDL) e o ruim (LDL).

O colesterol bom é aquele que trabalha para eliminar as gorduras do organismo, sendo responsável pelo bom funcionamento do corpo. Já o colesterol ruim é assim conhecido porque apresenta riscos para a saúde, pois se acumula nas paredes dos vasos sanguíneos e pode gerar problemas cardiovasculares.

De acordo com a nutricionista do Hospital das Clínicas Alberto Lima (Hcal), Aline Bentes, o consumo do açaí aumenta as taxas de colesterol bom no organismo. Entretanto, os acompanhamentos tão tradicionais nas mesas amapaenses devem ser evitados.

“Embora o açaí seja um aliado da saúde, acompanhamentos como calabresa, mortadela ou charque, são alimentos que acabam prejudicando o organismo”, detalha Bentes.

A nutricionista explica que a população não deve abolir o colesterol da alimentação, mas sim tomar o devido cuidado para que as taxas ruins não saiam do controle. O colesterol total deve ser sempre até 200 mg/dL, sendo um colesterol bom acima de 40 mg/dL e ruim abaixo de 130 mg/dL.

“Os alimentos industrializados são os principais fatores para o aumento do colesterol ruim no organismo, por isso, devemos ter um cuidado redobrado com o consumo de carnes processadas, biscoitos de pacote e bolos industrializados”, acrescenta a servidora.

Amapá conquista 27 medalhas no primeiro dia de competição nas Paralimpíadas Escolares, em Brasília

Conquistas foram nas modalidades de atletismo, corrida, lançamento de dardo, arremesso de peso e de pelota.

O primeiro dia de competições na fase regional das Paralimpíadas Escolares, realizada em Brasília, começou com vitória para a delegação amapaense: a equipe já conquistou 27 medalhas, sendo 15 medalhas de ouro, 7 de prata e 5 de bronze.

O evento esportivo começou nesta quarta-feira, 10, e segue até sexta, 12, reunindo atletas dos estados de Roraima, Acre, Amazonas, Rondônia, Tocantins, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, e o Distrito Federal.

As conquistas amapaenses foram no atletismo, corrida, lançamento de dardo, arremesso de peso e de pelota. O Amapá ainda contou com duas trincas no pódio, com atletas ganhando medalhas de ouro, prata e bronze.

“Estou muito feliz por ter conquistado essa medalha e mais ainda por ter subido ao pódio com meus amigos”, comemorou Ryan Campos, ouro no arremesso de peso.

Dividindo o pódio com os amigos, o paratleta Flávio Yuri conquistou o ouro no lançamento de dardo.

“Eu brinco muito com eles [Pedro Iago, medalha de prata, e Pedro César, bronze] e fico feliz que subimos junto no pódio, mas, dessa vez, a medalha de ouro ficou comigo”, disse o campeão.

As provas de atletismo prosseguem na quinta-feira, 11, junto com a natação, com chances do Amapá aumentar o quadro de medalhas.

https://docs.google.com/document/u/0/d/1vi8-bQalVDkpWUUADCL89IqlKZfQ8pdG_OwbZI5rDCw/mobilebasic

Mais de 20 mil inscritos concorrem às vagas do processo seletivo para quadro de colaboradores do novo anexo do HE


A primeira etapa do processo seletivo para contratação do quadro de colaboradores do novo anexo do Hospital de Emergências Dr. Oswaldo Cruz (HE) registrou 20.347 inscritos.

O certame é realizado pelo Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), organização social de saúde (OSS) contratada pelo Governo do Amapá para a gerência do novo anexo da unidade hospitalar, que está 90% concluído, em fase de acabamento, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa).

O processo seletivo prevê contratações de nível médio e superior, com salários que variam entre R$ 1.200 a R$ 15.000 A maior procura é para o cargo de nível médio de auxiliar administrativo, com 2.855 currículos cadastrados no site do IBGH. A lista de inscrições homologadas pode ser visualizada no site http://ibgh.org.br/processoseletivo-heoc, onde também está disponível o edital do processo.

As próximas etapas do certame são análise curricular, para avaliar se os candidatos são compatíveis com os cargos em que se inscreveram, e a entrevista comportamental, onde serão avaliados as competências, conhecimentos e experiências dos inscritos.

Assessoria de Comunicação/Gea

Governo do Amapá abre chamada pública para compra de alimentos de agricultores e entidades sociais

Em 2022, o Programa de Alimenta Brasil (PAB), dispõe de R$ 1,3 mi para atender 427 agricultores e 181 entidades nos 16 municípios.

O Governo do Amapá lançou duas chamadas públicas – para pessoas físicas e jurídicas – com foco na agricultura familiar.

Os certames são para o Programa de Alimenta Brasil (PAB), que dispõe de R$ 1,3 mi para atender 427 agricultores e 181 entidades nos 16 municípios. O programa, que visa a compra do excedente de produção, é coordenado pelo Instituto de Extensão, Assistência e Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap).

VEJA OS EDITAIS

As chamadas são destinadas à seleção de agricultores e entidades socioassistenciais. Os agricultores interessados devem apresentar os documentos para habilitação no período de 4 a 15 de julho, na sede local do Rurap, em seu respectivo município.

As entidades sociais que pretendem participar do programa devem procurar a Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), também no período de 4/07 a 15/07.

O PAB substituiu o antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), com as mesmas regras de compra do excedente de produção, mas com mais transparência.

Apoio à agricultura

De acordo com o diretor-presidente do Rurap, Hugo Paranhos, o programa é importantíssimo para os produtores, pois, é mais uma fonte de renda que vai diretamente para os agricultores.

“Queremos a cada dia incentivar a agricultura familiar e requerer a inclusão econômica e social com fomento à produção sustentável e a geração de renda. Agora ressalto que com o PAB é possível atender muitas famílias que são atendidas pelas associações que recebem os alimentos”, destacou.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/2906/governo-do-amapa-abre-chamada-publica-para-compra-de-alimentos-de-agricultores-e-entidades-sociais

Macapá Hotel: Governo abre chamada pública para captação de projetos e investimentos

Edital abrirá espaço para atração de investimentos, geração de renda e desenvolvimento do setor turístico.

O Governo do Amapá lançou o edital de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que funciona como chamada pública, para grupos empresariais apresentarem planos de investimento para o Macapá Hotel.

O imóvel histórico, de 11 mil metros quadrados, construído na década de 40, está localizado em um dos melhores endereços da capital, em frente ao Rio Amazonas e próximo ao Complexo Turístico da Beira-Rio, onde o Executivo revitalizou e entregou a Casa do Artesão, a Praça de Alimentação Sabores do Amapá, o Canal da Mendonça Júnior, e onde está localizada a Fortaleza de São José, candidata a Patrimônio Histórico da Humanidade.

Acesse: PMI Macapá Hotel

Poderão participar investidores de diversos segmentos, como cultura e hotelaria. As propostas, que podem ser de parcerias público-privadas (PPP) ou concessões públicas, serão apresentadas pelo Estado em uma audiência pública para que a população possa participar do processo.

“A ideia é levantar, com empresas especializadas neste mercado e investidores em potencial, estudos para a viabilidade, dados, informações técnicas, ou pareceres para projetos de Parcerias Público-Privadas”, detalhou o secretário de Fazenda (Sefaz), Eduardo Tavares.

O processo para a retomada de investimentos e a integração do prédio à poligonal histórica se dá graças ao esforço fiscal e ao histórico de sucesso que o Governo acumula com modelagens eficientes de concessão pública.

“Saímos de um cenário de fragilidade, herdada em 2015, para sermos exemplo na execução de parcerias com o setor privado, captação de recursos e responsabilidade com as contas públicas. A experiência obtida com as concessões de energia e saneamento, a nova concessão de resíduos sólidos que está em elaboração em conjunto com BNDES e o Ministério do Meio Ambiente, a ampliação dos investimentos em todos os setores, como Segurança Pública e Infraestrutura, prepararam o Estado para novos avanços”, finalizou Tavares.

Histórico

O prédio funcionou, desde a sua construção, como empreendimento hoteleiro. Com histórico de concessões precárias, o Macapá Hotel foi repassado a uma primeira empresa em 1998 e posteriormente a outra, em 2011, de forma irregular, por não atender aos trâmites licitatórios estabelecidos na Lei 8666/1993.

Após o imbróglio judicial que travava a retomada do patrimônio, o Governo do Estado obteve, em 2019, a reintegração do Macapá Hotel, já com a necessidade de revitalização decorrente da exploração irregular durante a gestão anterior.

No mesmo ano, o prédio foi objeto de projetos e alvo de propostas, como abrigar órgãos públicos, o que era incompatível com o valor histórico e potencial econômico que o imóvel possui. Com o edital de PMI publicado, o planejamento do Estado avança em integrar o patrimônio ao plano da Nova Economia: gerar riqueza limpa, com valorização histórica e cultural, aliada à responsabilidade social.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/2206/macapa-hotel-governo-abre-chamada-publica-para-captacao-de-projetos-e-investimentos

Sistema Superfácil restabelece normalidade do serviço de emissão de carteiras de identidade

Usuário não precisa agendar atendimento para buscar a identidade já solicitada.

Com o reforço do no estoque do papel-moeda, no ínicio de junho, o Sistema Superfácil restabeleceu a normalidade do serviço de emissão de carteiras de identidade (RG) nas suas unidades. Os usuários que deram entrada no documento em março e abril deste ano já podem fazer a retirada das cédulas.

LEIA MAIS: Reforço no estoque de papel-moeda permite regularizar emissão de carteira de identidade no Amapá

O diretor-presidente, em exercício, do Superfácil, detalha que, para retirar o documento, o usuário deve procurar a respectiva unidade em que deu entrada na solicitação.

“O usuário não precisa de agendamento, basta se direcionar a qualquer uma das unidades do Superfácil e solicitar”, destacou Junior Gomes.

Para quem pretende solicitar o serviço de emissão de carteira de identidade, basta procurar o atendimento em umas das unidades do Sistema Superfácil, que funcionam de segunda a sexta, das 8h às 13h.
https://www.portal.ap.gov.br/noticia/2106/sistema-superfacil-restabelece-normalidade-do-servico-de-emissao-de-carteiras-de-identidade

Governo do Amapá adquire aparelho que facilita diagnóstico de cardiopatias em bebês

Equipamento é utilizado principalmente em caso de suspeita de sopro no coração nos recém-nascidos.

O Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML) adquiriu um novo aparelho que possibilita a realização de ecocardiograma para atender a demanda dos bebês atendidos pela unidade. Este é um exame não invasivo e fundamental para diagnóstico de cardiopatia prematura nos pacientes, permitindo o tratamento antes que as crianças apresentem problemas graves de saúde.

O exame é solicitado com maior frequência pelos pediatras para avaliar suspeita de sopro cardíaco. A aquisição do instrumento também traz uma economia significativa, já que, antes, os exames eram feitos através de contratação.

A diretora do HMML,Cristiane Barros, afirma que o novo instrumento de trabalho também facilita o fluxo dos pacientes.

“Com a aquisição do aparelho, que foi feita através de uma parceria público-privada, temos um grande avanço no diagnóstico prematuro dos bebês cardiopatas”, explica a diretora.

No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, são dez casos de cardiopatia a cada mil nascidos vivos, estimado em 29 mil o número de crianças que nascem com cardiopatia congênita por ano. Cerca de 6% delas morrem antes de completar um ano de vida.
https://www.portal.ap.gov.br/noticia/2106/governo-do-amapa-adquire-aparelho-que-facilita-diagnostico-de-cardiopatias-em-bebes

Amapá coloca mais um navio em quarentena: tripulantes testaram positivo para COVID

Pelo menos dois tripulantes foram diagnosticados com a doença. Equipes do Governo do Amapá monitoram a embarcação.

O Governo do Amapá monitora mais um navio fundeado na costa amapaense onde tripulantes testaram positivo para a Covid-19. A notificação foi feita pela Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), no dia 15 de junho. O navio tem bandeira da Libéria e zarpou de São Luís do Maranhão antes de chegar ao Amapá.

“A notificação era de que um tripulante estaria suspeito da doença, então foi realizada testagem, que deu positivo para a covid-19. Ele apresentou sintomas leves, como tosse e febre. No dia 14 de junho, as equipes clínicas da SVS se deslocaram até a embarcação e realizaram a testagem nos demais tripulantes, de acordo com o protocolo preconizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária [Anvisa]”, explicou a gerente do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da SVS, Solange Sacramento.

Foram realizados 23 testes nos tripulantes, os quais 20 são indianos, 2 brasileiros e 1 cabo-verdiano. Após o procedimento, a equipe do Laboratório Central analisou o material coletado e foram identificados três casos positivos. O navio segue em quarentena e sendo monitorado.

Esta é a segunda embarcação que chega ao estado com tripulantes positivos para a doença este ano.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/2006/amapa-coloca-mais-um-navio-quarentena-apos-tripulantes-testarem-positivo-para-covid-19

 

Governo do Amapá inicia Projeto Famtour para promover turismo nos municípios

Em passeios realizados pela Setur, atrativos turísticos e culturais serão apresentados ao trade de turismo do Estado; Primeiro destino será Mazagão.

A partir deste mês, o Governo do Amapá dará início ao Projeto Famtour, uma forma de promover atrativos turísticos e artístico culturais ao trade através de passeios que serão realizados pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur).

A iniciativa objetiva apresentar, familiarizar e encantar agências e guias de turismo locais, para que estes distribuidores ofereçam e divulguem em seus pacotes mais destinos do Estado.

De acordo com a diretora de desenvolvimento de turismo do Estado, Adriana Rodrigues, essas programações agora serão possíveis com a entrega do novo ônibus que está disponível para iniciativas como esta, promovidas pela Setur.

“Com a disponibilidade do novo transporte, agora temos a oportunidade de realizar o projeto Famtour, algo que foi muito aguardado pelo setor de turismo, e isso agora está sendo garantido pelo Governo do Amapá. É de extrema importância que roteiros como esse sejam oferecidos ao trade, porque, assim, teremos uma maior divulgação do turismo do nosso Estado, uma vez que levamos o setor e apresentamos os municípios e seus equipamentos turísticos e culturais”, reforçou a diretora.

Famtour em Mazagão

O primeiro destino será o município de Mazagão, para que o roteiro ajude, estrategicamente, a fomentar e movimentar o turismo e a economia do município durante as festividades de São Tiago deste ano, que acontecerão no próximo mês de julho.

O roteiro terá paradas em Mazagão Novo e Mazagão Velho, com visitas técnicas em pousadas e restaurantes tradicionais, prédios históricos do município, orlas e comunidades quilombolas.
O passeio, agendado para esta quarta-feira, 15, também promoverá turismo criativo, como vivência em fazer farinha d´água e produção de máscaras. O momento também contará com apresentações culturais sobre a Festa de São Tiago e grupo de música Afro.

Esse primeiro roteiro será em parceria com o Município de Mazagão e Sindicato das Empresas de Turismo do Amapá (Sindetur).

Projeto Famtour no Amapá

Realizado pela Setur, o roteiro técnico através do Famtour propicia que agências de viagem e guias de turismo conheçam mais a fundo os destinos turísticos e culturais do município a ser visitado.

Todo o roteiro é guiado, com o intuito de levar mais conhecimento ao distribuidor do produto turístico, para que ele saiba oferecer os atrativos com propriedade, além de promover parcerias com os empreendedores locais que possam fechar pacotes de turismo com o trade que está em visitação.

O Famtour busca promover potenciais turísticos do Estado como o ecoturismo e o etnoturismo.

Segundo a diretora de desenvolvimento de turismo, a longo prazo, o projeto Famtour irá percorrer com o trade por vários municípios em potencial turístico, primeiramente por cidades mais próximas à capital, como Mazagão, Porto Grande e Ferreira Gomes, que já estão com data marcada para acontecer, e futuramente percorrer por municípios mais distantes.

Ônibus turístico

O veículo ajudará a estimular o turismo no Estado, contribuindo para o desenvolvimento do turismo amapaense, oportunizando turismo pedagógico e social, como exemplo as atividades do programa Educação para o Turismo (EducaTur), que conta com roteiros turísticos para os alunos da rede pública de ensino. Além de promover visitas técnicas, fortalecendo as ações da Setur, em parceria com o trade turístico.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1406/governo-do-amapa-inicia-projeto-famtour-para-promover-turismo-nos-municipios

Pela segunda semana seguida, Amapá registra aumento do número de casos de Covid-19

Índices acompanham cenário nacional de crescimento. Taxas de novos casos se mantém similar às registradas na semana anterior.

O relatório de monitoramento do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Amapá (Cievs/AP), publicado nesta segunda-feira, 13, demonstra um novo aumento de casos de covid-19 em comparação às semanas anteriores.

Foram 26 novos casos registrados de 5 a 11 de junho, a diferença é de apenas 1 caso em comparação à semana anterior, quando foram 27 casos da doença confirmados.

A maior parte deles está localizada na capital, Macapá. Na semana epidemiológica 22 (de 29/05 a 04/06), a capital registrou 16 casos. Na semana passada, a 23/2022, foram 19 registrados.

“O aumento é considerado singelo, mas deve ser visto com cautela. Nós, do Governo do Estado, estamos empenhados no acompanhamento da situação epidemiológica atual para tomar as medidas necessárias de proteção a vida em conjunto, uma vez que a pandemia ainda não acabou e precisamos avançar ainda mais na vacinação, sobretudo, com as doses de reforço da população”, explica a gerente do Cievs/AP, Solange Sacramento.

Vacinação

Atualmente, as coberturas vacinais do Amapá para a D1 e D2 ou Dose Única da população com 18 anos ou mais é de 80,35% e 68,52% respectivamente.

Em relação aos adolescentes, as coberturas de D1 e D2 são de 74,23% e 51,47%, respectivamente. Para crianças de 5 a 11 anos de idade, a vacinação alcançou 37,78% com a primeira dose e 12,26% com a segunda.

Em relação aos reforços, as coberturas ainda são consideradas baixas. Apenas 18,67% do público vacinável foi alcançado com a terceira dose de vacina, por isso o Estado mantém estratégias de vacinação de casa em casa e em portos que interligam cidades do Amapá e Pará.

Atualmente, o Governo do Amapá já distribuiu 1.338.354 doses de vacinas contra a covid-19 aos 16 municípios do Estado.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1306/pela-segunda-semana-seguida-amapa-registra-aumento-do-numero-de-casos-de-covid-19

Concurso Público: mais de 30 mil candidatos disputarão vagas para soldados da PM

A aplicação da prova objetiva está programada para o dia 17 de julho. São 2.500 vagas de cadastro reserva.

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) divulga, nesta sexta-feira, 10, o balanço do concurso da Polícia Militar do Amapá: são 30.891 candidatos concorrendo às 2.500 vagas de cadastro reserva para o cargo de soldado-combatente. O planejamento do Governo é incluir 600 candidatos aptos na primeira turma do Curso de Formação.

A primeira fase do certame, sob organização da Fundação Carlos Chagas (FFC), será a prova objetiva, com aplicação prevista para o dia 17 de julho, no período da manhã.

LEIA AQUI O EDITAL DA POLÍCIA MILITAR

A prova objetiva tem caráter eliminatório e classificatório. Será considerado habilitado o candidato que obtiver, simultaneamente, no mínimo 60% de acertos na prova, não tiver zerado em nenhuma das disciplinas e estiver classificado até a 2.500ª posição.

As outras etapas do certame consistem em exame documental, avaliação de capacidade física, avaliação psicológica, exame de saúde e investigação social.

Durante o Curso da Formação, o soldado 2ª classe recebe o valor de R$2.827; os aprovados no curso receberão o salário de  R$ 5.313,18, para soldado 1ª classe.

O certame atende ao planejamento do Programa Estado Forte Povo Seguro, do Governo do Amapá e terá validade de 2 anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

LEIA MAIS: Concursos públicos: Waldez lança editais para soldado do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar

Acompanhamento e informações

Os atos relativos a este concurso (editais, convocações, avisos e resultados), até a sua primeira fase serão publicados no site da Sead (www.sead.ap.gov.br), no Diário Oficial do Estado do Amapá (https://diofe.portal.ap.gov.br) e no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br).

As demais fases do Concurso Público serão publicadas exclusivamente no site da Sead (www.sead.ap.gov.br) e Diário Oficial do Estado do Amapá.

Mais concursos

Em 2022, o Governo do Amapá também já lançou os editais para concursos da Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros (CBM). Também já foram nomeadas as comissões para os certames da Educação, que terá pela primeira vez o cargo de professor efetivo indígena, e de oficiais combatentes da PM e CBM. Na semana passada, a Fundação Carlos Chagas foi selecionada como banca organizadora para o concurso da Receita Estadual.

Os novos certames fazem parte do calendário de concursos do Estado e integram o planejamento e aperfeiçoamento da gestão pública. São estimadas mais de 3 mil vagas para 2022.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1006/concurso-publico-mais-de-30-mil-candidatos-disputarao-vagas-para-soldados-da-pm

Governo publica decreto que assegura remuneração de serviço extraordinário para militares estaduais

De acordo com o Decreto, as escalas extraordinárias são divididas em três jornadas de trabalho.

O Governo do Amapá publicou, nesta quarta-feira, 8, o Decreto N 2780, que assegura a remuneração de serviço extraordinário para agentes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, quando os militares ultrapassarem o limite de 160 horas mensais de trabalho ou a título de reforço para o serviço operacional.

VEJA O DECRETO AQUI

A ação é um incentivo aos rendimentos dos servidores e faz parte do novo pacote de fortalecimento da Segurança Pública, que inclui outras medidas, como aumento do patrulhamento ostensivo e realização de novos concursos públicos, a exemplo dos certames da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, ambos em andamento.

LEIA MAIS:

Estado Forte, Povo Seguro: Governo anuncia novo pacote de fortalecimento da Segurança Pública

“Vamos fortalecer cada vez mais o nosso programa Estado Forte, Povo Seguro, que também avança com mais infraestrutura, tecnologia e concursos públicos”, disse Góes.

De acordo com o Decreto, as escalas extraordinárias são divididas em três jornadas de trabalho: 6 horas, 8 horas e 12 horas – cada uma delas com uma remuneração específica, conforme o posto ou a graduação do militar.

O documento também esclarece que o militar que executar o serviço extraordinário não poderá exceder o limite máximo de 3 jornadas mensais.

Mais informações estão disponíveis no Decreto. Acesse aqui.

Semana Nacional de Museus: história dos povos amazônidas marca abertura da programação no Amapá

Local está aberto para visitações das 9h às 17h, com entrada gratuita.

Exposição, passeio no regatão e resgate histórico dos amazônidas marcaram a abertura dos 20 anos da Semana Nacional de Museus, nesta quarta-feira, 18, no Museu Sacaca.

Organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o evento aborda o tema “O Poder dos Museus”. No estado, a programação é coordenada pelo Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá(IEPA), que neste ano, trata sobre a importância do Museu Sacaca para a valorização da ancestralidade, história e representatividade dos povos amazônidas.

Os visitantes também acompanharam a roda de conversa sobre educação museológica, exposições “Turé dos povos indígenas” e “500 anos de eleições no Brasil”, tour nas ambientações, palestra sobre educação ambiental, passeio no regatão, venda de artesanato, exibição de documentários, contação de histórias, brincadeiras e jogos tradicionais.

Para a diretora do Museu Sacaca, Eliane Oliveira, o evento busca enfatizar o papel dos museus no contexto da sociedade e valorizar as histórias locais.

“A semana de museus significa uma imersão de conhecimento a nível do saber científico, popular e cultural. O Sacaca está aberto para a população prestigiar as produções dos nossos artistas, artesãos cada um com a sua regionalidade”, detalhou a diretora.

Em sua segunda visita ao Museu, a artesã Sônia Soares, 61 anos, fala de sua alegria ao  ver tantos trabalhos expostos.

“O evento está bonito e estou apaixonada pelos detalhes de cada artesanato tucuju. Pretendo visitar todos os espaços e aprender mais da nossa cultura, para criar artes bem regionais”, disse Sônia.

A estudante Gabriela Costa, 15 anos, acompanhada de seus colegas da Escola Estadual Jacinta Carvalho, conta com entusiasmo sobre o aprendizado durante a visita ao Museu.

“Viver esses momentos está sendo uma experiência bem legal, estou conhecendo coisas novas. Aprendi sobre a importância dos museus, histórias dos povos tradicionais, quadros e cultura indígena, comentou a estudante.

Programação

Dia – 19/05/22 (Quinta-feira)

09:00h às 17:00h – Visita Mediada

9:00h às 17:00h – Exposição do TRE Amapá: “500 ANOS DE ELEIÇÕES NO BRASIL”

09:00h às 17:00h – Palestra sobre Educação Ambiental

09:00h às 17:00h – Exposição de Arte: Galeria Samaúma (Homenagem Gibran Santana)

09:00h às 17:00h – Passeio no Regatão

09:00h às 17:00h – Venda de Artesanato

10:00h às 16:00h – Exibição de Documentários

09:00h às 17:00h – Exposição: Artista Alex Oliveira

11:00h e 15:00h – Roda de Capoeira

09:00h às 17:00h – Exposição: Galeria de Rua- Artista J Márcio

09:00h às 17:00h – Brincadeiras e Jogos Tradicionais

11:00h e 15:00h – Roda de Capoeira

10:00h e 16:00h – Contação de História e Sarau de Poesia: Biblioteca Pública Prof. Elcyr Lacerda

Dia – 20/05/22 (Sexta-feira)

09:00h às 17:00h – Visita Mediada

14:00h às 15:30h – Roda de Conversa: “Desmitificando o Preconceito Histórico Afro-Religioso”

09:00h às 17:00h – Exposição do TRE Amapá: “500 Anos de Eleições no Brasil”

09:00h às 17:00h – Exposição: Turé dos Povos Indígenas

09:00h às 17:00h – Palestra sobre Educação Ambiental

09:00h às 17:00h – Exposição de Arte: Galeria Samaúma (Homenagem Gibran Santana)

09:00h às 17:00h – Passeio no Regatão

09:00h às 17:00h – Venda de Artesanato

10:00h às 16:00h – Exibição de Documentários

10:00h e 15:00h – Contação de História: “UIRAPURU”

09:00h às 17:00h – Brincadeiras e Jogos Tradicionais

09:00h às 17:00h – Exposição: Galeria de Rua – Artista J Márcio

16:00h – Show Cultural “Zimba”

Maio Laranja: conheça o fluxo de atendimento para crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual

No Amapá, os casos deste tipo de violência aumentaram 65,9% entre 2020 e 2021. O Estado conta com a Rede Abraça-me para dar suporte a essas crianças.

A data 18 de maio é marcada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Ao longo do mês, o Governo do Amapá realiza o Maio Laranja com ações para conscientizar a sociedade sobre a necessidade de prevenir este tipo de violência e de denunciar os casos. O Estado conta com a Rede Abraça-me, composta por vários órgãos que mantêm um fluxo de atendimentos para dar suporte às vítimas.

Na rede estadual de saúde, o Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência (Savvi) do Hospital da Criança e do Adolescente (HCA), responsável por ofertar o 1º atendimento às vítimas na faixa etária de 0 à 12 anos, registrou um aumento de 65,9% no número de atendimentos a pacientes entre os anos de 2020 e 2021.

Enquanto em 2020 foram atendidos 44 pacientes, em 2021 esse número saltou para 73, com as meninas ainda representando 80% das vítimas. Outros dados ainda revelam que 58% dos casos aconteceram dentro da casa dos pais ou responsáveis da criança.

“É importante sempre estar alerta aos sinais que as crianças e adolescentes demonstram, alguns deles são mudança brusca de comportamento, isolamento do convívio, timidez em excesso, baixa concentração na escola, regressão no comportamento, além dos sinais físicos relacionados a área genital como vermelhidão, inchaço, dor, secreção, presença de feridas, e também sintomas físicos, como hematomas nos braços e pernas”, explicou a responsável técnica pelo Savvi, Gardênia Araújo.

Rede Abraça-me

No Amapá, existe a Rede Abraça-me formada por diferentes instituições que atuam no enfrentamento ao abuso e exploração sexual infanto-juvenil. Além de ações preventivas, a rede busca agilizar e melhorar o atendimento às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, no município de Macapá, através da articulação e melhoria de serviços, utilizando o fluxograma de atendimento.

Esse fluxograma se apresenta como importante ferramenta que se configura em uma sequência de procedimentos inter-relacionados com o objetivo de orientar o atendimento à vítima.

A primeira coisa é observar se a violência sexual ocorreu até 72 horas antes. Nesses casos, a criança ou adolescente deve ser encaminhado imediatamente para atendimento médico de emergência, onde serão realizadas medidas de anticoncepção de emergência e profilaxia das DST, HIV, tétano e hepatites.

Crianças de 0 a 12 anos devem ser levadas, inicialmente, ao Pronto Atendimento Infantil (PAI). A partir de 13 anos, do sexo feminino, ao Hospital da Mulher Mãe Luzia e, da mesma idade, do sexo masculino, ao Hospital de Emergências. Finalizado o atendimento médico, às vítimas serão levadas ao Conselho Tutelar que a encaminhará o caso aos órgãos competentes, como a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Praticados Contra a Criança e Adolescente (Dercca), Polícia Técnico-Científica do Amapá (Politec), Delegacia Especializada em Atos Infracionais (Deiai), até chegar ao Ministério Público para ofertar denúncia ao Judiciário.

Quando há suspeita, sem necessidade de atendimento médico emergencial, os menores de 18 anos de ambos os sexos devem ser levados de imediato ao Conselho Tutelar, e, posteriormente, às Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Dercca, Politec e Deiai – quando o autor for menor de 18 anos – e instituições voltadas ao acolhimento e proteção, como Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram). Posteriormente, serão encaminhadas ao Ministério Público do Estado (MP/AP) e Judiciário.

Em casos suspeitos de violência desse tipo, é possível fazer a denúncia por meio do canal Disque 100, canal que funciona 24h e a ligação é gratuita. A denúncia também pode ser feita na Polícia Militar e pelo número 190.

18 de maio

A data foi estabelecida em memória à menina Araceli Crespo, de 8 anos, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973 na cidade de Vitória, no Espírito Santo.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1705/maio-laranja-conheca-o-fluxo-de-atendimento-para-criancas-e-adolescentes-vitimas-de-abuso-sexual

Viaduto da Integração: Corpo de Bombeiros realiza planejamento para rotas de atendimento na Duca Serra

Com a implantação das vias alternativas de trânsito, militares simularam trajetos e estratégias para possíveis ocorrências.

Estratégias para garantir agilidade no atendimento às ocorrências na rodovia Duca Serra e nos bairros do entorno foram o objetivo do planejamento operacional realizado pelo Corpo de Bombeiros (CBM/AP) nesta sexta-feira, 13, com o apoio do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar.

Com o avanço das obras do Viaduto da Integração, a maior obra de mobilidade urbana do Amapá, houve a necessidade de interdição do trecho da rodovia no perímetro próximo à faculdade Ceap, e mudanças no trânsito precisaram ser implementadas – a principal delas foi a adoção do desvio lateral como principal rota para o tráfego de veículos no sentido Macapá-Santana.

VEJA TAMBÉM: Rotas alternativas são ativadas para desafogar fluxo na Duca Serra

De acordo com o comandante-geral do CBM/AP, cel. Wagner Coelho, a simulação nos percursos possíveis é fundamental para garantir a agilidade e eficácia das forças de segurança com as melhores rotas já pré-estabelecidas.

Para Coelho, não se trata somente de garantir a fluidez do grupamento nos bairros da zona oeste ou na extensão rodovia, como também o melhor percurso para prestar apoio em outras regiões, caso necessário.

“Com as várias rotas alternativas sinalizadas, a principal diferença vem com o apoio da população. É preciso que os motoristas estejam atentos para abrir passagem às viaturas e utilizem essas rotas da forma correta, para garantir a segurança”, enfatizou o comandante-geral.

Novas Medidas

Para garantir a fluidez nos horários de maior fluxo de veículos, a Secretaria de Transportes (Setrap) determinou novas regras para o trânsito de veículos pesados. A partir da próxima segunda-feira, 16, fica proibida a circulação de automóveis de grande porte como caminhões e carretas nos horários de 6h às 9h, das 12h às 15h e das 18h às 20h.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1305/viaduto-da-integracao-corpo-de-bombeiros-realiza-planejamento-para-rotas-de-atendimento-na-duca-serra

Polícia Militar do Amapá terá a sua primeira mulher a comandar a instituição

Coronel Heliane Braga de Almeida será empossada pelo governador Waldez Góes na próxima segunda-feira, 16, no Palácio do Setentrião.

O governador do Estado, Waldez Góes, anunciou nesta sexta-feira (13), a primeira mulher a comandar a Polícia Militar do Amapá nos 78 anos de existência da corporação.

Ele informou que empossará a coronel Heliane Braga de Almeida na próxima segunda-feira (16). A solenidade ocorrerá no Palácio do Setentrião, sede central do Executivo amapaense em Macapá.

Ela será a terceira mulher a comandar uma força policial militar estadual no Brasil – outras duas coronéis já comandaram as PM’s no Paraná e no Distrito Federal.

“Não é só mais uma troca de comando. Serei o primeiro governador do Amapá a empossar uma mulher, que tem um currículo técnico invejável, uma profissional de extrema competência, à frente de uma das nossas maiores forças de segurança pública. É uma escolha técnica, mas que também faz justiça e reconhecimento ao papel da mulher dentro da nossa gestão”, justificou o governador.

A coronel Heliane assume no lugar do atual comandante, coronel Paulo Matias, que estava à frente da instituição desde abril de 2019. A cerimônia de troca de comando ocorrerá na quarta-feira (18), no quartel do Comando Geral.

“Vejo esta missão como um grande desafio e responsabilidade, que me sinto muito preparada para assumir e honrar. Considero uma oportunidade de abrir portas para outras mulheres serem mais presentes nas forças de segurança pública, na Polícia Militar”, ponderou a coronel Heliane.

Patrulha Maria da Penha

Uma das prioridades da administração da coronel Heliane será a implantação de uma equipe militar especializada para fazer o primeiro atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica: a Patrulha Maria da Penha.

Trata-se de quatro unidades especializadas, nas quais a maioria dos membros serão militares mulheres, que passaram por um treinamento específico para atender a este tipo de ocorrência.

A previsão é que, inicialmente, as Patrulhas Maria da Penha sejam implantadas nos 1º, 2º, 6º e 4º Batalhões, para cobrir, respectivamente, as zonas sul, norte, leste oeste de Macapá, e o município de Santana.

Perfil
A macapaense Heliane Braga de Almeida, tem 41 anos de idade, é casada há 16 anos com o coronel da PM Aldinei. Tem dois filhos, Vítor e Ana Clara. Ingressou na Polícia Militar do Amapá em 1º de fevereiro de 1999, há 23 anos.

É bacharel em Segurança Pública pela Academia de Polícia Militar do Cabo Branco/Universidade Estadual da Paraíba (2001). É bacharel em Fisioterapia pela Faculdade Seama (2007) e bacharel em Direito pela Universidade Federal do Amapá – Unifap (2017).

Na PM/AP, a coronel Heliane já foi comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), do Pelotão do Centro de Formação da corporação, da Companhia Independente de Trânsito, do Centro de Formação e Aperfeiçoamento.

Foi diretora adjunta de Comunicação Social, subcomandante do 1° BPM, do Batalhão Ambiental, diretora adjunta de pessoal e de ensino e instrução.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1305/waldez-anuncia-a-1-ordf-mulher-a-comandar-a-policia-militar-do-amapa

Estudantes participam do projeto “Rapunzel Solidária” para doação de cabelo

O projeto é executado em parceria com o Instituto de Prevenção do Câncer Joel Magalhães e a Associação de Mulheres Ribeirinhas e Vítimas de Escalpelamento do Amapá.

Para incentivar o voluntariado e ação social entre os estudantes, a Escola de Gestão Compartilhada Militar Risalva Freitas do Amaral iniciou o projeto “Rapunzel Solidária”.

A iniciativa visa estimular os alunos na doação de cabelo para confecção de perucas, que serão destinadas às vítimas de escalpelamento e câncer.

O projeto é executado em parceria com o Instituto de Prevenção do Câncer Joel Magalhães (Ijoma) e a Associação de Mulheres Ribeirinhas e Vítimas de Escalpelamento do Amapá.

A ideia surgiu com as estudantes Maria Fernanda Figueiredo, 8º ano, e Danielly Luiza Araújo, 1º ano, elas decidiram realizar a doação e comunicaram a escola, que resolveu abraçar a causa e lançar o projeto “Rapunzel Solidária”. As alunas foram apresentadas para toda a comunidade escolar e reconhecidas publicamente pela atitude louvável.

Maria Fernanda fala da maravilhosa sensação de alegria em poder compartilhar seu longo cabelo com quem precisa.

“Me sinto muito feliz, sempre quis ajudar as pessoas de alguma maneira, e doar meu cabelo está sendo uma delas. Sei que muita gente que sofreu acidentes ou está doente precisa melhorar sua autoestima e essa atitude ajuda muito”, disse Fernanda.

Para Danielly Araújo é muito importante praticar o voluntariado nessa ação e adquirir novos hábitos para a vida.

“Decidi fazer parte do projeto, porque além de ajudar pessoas que precisam, sei que meu cabelo sempre vai crescer e vou poder continuar ajudando. Espero que ele fique grande logo para ajudar mais”, disse Danielly.

Segundo Maria Trindade, presidente da Associação De Mulheres Ribeirinhas e Vítimas de Escalpelamento do Amapá, a iniciativa é um exemplo de solidariedade e adesão à causa social.

“Esse trabalho é de extrema importância para que as crianças e jovens tenham a consciência da importância de realizar essa doação, promovendo a solidariedade dentro da escola e mudando a vida de muita gente”, completou Maria Trindade.

O projeto funciona de forma voluntária e qualquer estudante da instituição pode participar, após a autorização dos pais ou responsável, a doação é realizada na própria instituição.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/1105/estudantes-participam-do-projeto-ldquo-rapunzel-solidaria-rdquo-para-doacao-de-cabelo

Convênio entre Governo e Unifap garante abertura e funcionamento do Hospital Universitário

HU ofertará atendimento de média e alta complexidade para pacientes da rede pública estadual.

Um convênio firmado entre o Governo do Estado e a Universidade Federal do Amapá (Unifap) vai garantir o envio de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para custear as atividades desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), contratada para administrar o Hospital Universitário (HU).

A fonte é o Fundo Nacional de Saúde, recursos que caem na conta do Estado e agora através do convênio serão repassados à Ebserh para que o HU atenda casos de média e alta complexidade encaminhados pela Central de Regulação do Governo do Amapá.

A partir do segundo semestre de 2022, a abertura dos serviços do HU acontecerá por etapas. Em quatro fases, cada uma com duração de 6 meses, serão implementados leitos e especialidades. A expectativa é de que em 2 anos o espaço atenda com o total de 212 leitos. A abertura gradual será dividida da seguinte forma:

1ª etapa: 25 leitos
2ª etapa: 57 leitos (abertura de 32 novos leitos)
3ª etapa: 152 leitos (abertura de 95 novos leitos)
4ª etapa: 212 leitos (abertura de 60 novos leitos)
Em seu funcionamento pleno, o HU contará com atendimento clínico e cirúrgico – adulto, pediátrico e obstétrico, atendimento ambulatorial em diversas especialidades, alta complexidade em traumato-ortopedia e cardiovascular, assistência especializada em nefrologia e oftalmologia, atendimento obstétrico e serviço de apoio diagnóstico e terapêutico.

Por se tratar de um hospital universitário, também serão desenvolvidas atividades de ensino, pesquisa e extensão. As atividades serão implementadas por meio dos programas de residência médica e multiprofissional, estágios, projetos e outras ações complementares da universidade.

“O funcionamento do HU refletirá significativamente na prestação do serviço e celeridade da assistência à saúde na média e alta complexidade. Além disso, a unidade fortalecerá a pesquisa na área da saúde, contribuindo para a capacitação de profissionais e fomento da ciência”, destacou o secretário interino de saúde, Higor Ribeiro.

https://www.portal.ap.gov.br/noticia/0905/convenio-entre-governo-e-unifap-garante-abertura-e-funcionamento-do-hospital-universitario