Clécio trata de esporte, cultura e formação superior com a juventude do município do Amapá

Ascom- Clécio Luís 

Na noite dessa segunda-feira, 23, Clécio Luis reuniu com os jovens do município de Amapá para ouvir seus anseios e dialogar sobre projetos para o futuro da juventude.

Durante a conversa, eles informaram que suas carências giram em torno do esporte, da cultura e da formação superior em cursos voltados ao desenvolvimento econômico da região, que podem ser ofertados pela Universidade Estadual do Amapá (UEAP), já que há um polo da instituição no município.

“Nós queremos desenvolver o Amapá inteiro a partir de cada município e a juventude tem papel fundamental nesse processo. Eles são o futuro do nosso estado, pois através da educação aliada ao desenvolvimento econômico, eles terão oportunidades reais e concretas”.

Clécio Luis agradeceu a juventude pela oportunidade de ouvi-los, trocar experiências e delinear coletivamente projetos para um futuro de ações alinhadas à economia, que gere empregos e desenvolvimento à região.

Em visita à Serra do Navio e Pedra Branca, Jaime Nunes fala em resgatar autoestima da população

Ascom -Jaime Nunes

O pré-candidato ao governo do Amapá, Jaime Nunes, continua a agenda pelo interior do Estado. No último final de semana, esteve no município de Serra do Navio, distante 203 quilômetros de Macapá, onde dialogou sobre resgatar a autoestima da população e o desenvolvimento das regiões, a partir de políticas públicas voltadas para o apoio às habilidades socioeconômicas dos municípios.

Ao lado da primeira-dama de Macapá, Rayssa Furlan, Jaime aproveitou sua passagem pela cidade para reunir com produtores rurais, lideranças comunitárias e religiosas para conhecer iniciativas empreendedoras do setor mineral e primário.

Em uma das agendas, Jaime reuniu com empresários, ouviu demandas e defendeu o incentivo à produção no campo e ao turismo da região, para movimentar a cadeia econômica, gerando emprego e renda para população. “Serra do Navio foi um município que contribuiu muito com o desenvolvimento do Amapá, mas nos últimos anos, foi esquecido quanto à implementação de políticas públicas que gerem resultados mais positivos para a região. Caminhando pelo comércio, nota-se o quanto as pessoas estão sem perspectivas”, mencionou o pré-candidato.

A primeira-dama de Macapá, Rayssa Furlan, falou sobre a importância desses encontros e disse que pretende continuar visitando os municípios do Amapá para conhecer a realidade da população, a exemplo do que tem feito ao lado do marido, o prefeito Dr. Furlan, pelos bairros da capital. Para ela, a única forma de fazer uma boa política é estando ao lado do povo. “Política, quando bem-feita, pode ser um instrumento transformador na vida das pessoas. E é esse tipo de política que vejo nas ações do Jaime, e é por isso que estou ao lado dele’’, afirmou.

Na agenda à Serra do Navio, Jaime também participou de reuniões com produtores rurais da colônia de Água Branca do distrito de Cachaço, e com profissionais da educação. Ele fez ainda uma caminhada pelo comércio local, e conversou com lideranças políticas e religiosas do município.

Além de Serra do Navio, Jaime Nunes acompanhado de Rayssa Furlan também cumpriram agenda política no município de Pedra Branca do Amapari, onde visitaram as instalações da Mina Tucano, a quinta maior empresa de mineração de ouro do país. O empreendimento gera atualmente cerca de 1.500 empregos diretos e um valor expressivo de royalties para o município. Para Jaime Nunes, desenvolver o setor mineral no estado é um caminho importante no projeto de desenvolver o Amapá.

“Dos 16 municípios do estado, pelo menos nove deles possuem um forte potencial mineral. E em Pedra Branca não é diferente. O estado precisa destravar esse setor para atrair empresas para cá. Com mais empresas, também teremos mais empregos e mais renda para a população, e isso é bom para todos os setores, inclusive para o setor público, que aumenta a sua arrecadação e pode investir mais nas áreas sociais”, disse Jaime Nunes.

Produção de Cacau

Ainda em Pedra Branca do Amapari, Jaime visitou a sede da Cooperativa de Produtores de Cacau do Amapá (COOPCAP), que beneficia aproximadamente 200 famílias da região. De acordo com a presidente da entidade, Nelielma Souza Miranda, a Cooperativa, que iniciou atividades no ano passado, pretende distribuir 50 mil mudas de cacau entre os seus associados. A cooperativa pretende trabalhar com commodities e já desenvolveu alguns subprodutos com base de cacau.

“Já estamos fabricando balas, barras de chocolate e até achocolatados com o cacau que produzimos. Nossa intenção é aumentar a produção, mas temos muita dificuldade em escoar nosso produto e fazer chegar no cliente em Macapá e em outros municípios, e isso só será possível melhorando as condições do asfalto nos ramais e na rodovia”, disse a presidente. Segundo ela, a COOPCAP já está produzindo em escala, colorau e pimenta do reino, produtos que ela também espera que ganhem o mercado amapaense.

Jaime também reuniu com representantes de projetos sociais, profissionais da Educação e participou de uma reunião com representantes do setor do pescado. Pedra Branca do Amapari é hoje o segundo maior polo de piscicultura do Amapá. Ele também aproveitou a visita ao município para caminhar pelo comércio e para visitar unidades de saúde, escolas e delegacias de polícia do Estado.

Tretas eleitorais: Gilvam diz que MDB não vai apoiar Jaime e Jaime deixa entendido que Rayssa, do MDB, será sua vice

Fogo no parquinho. O ex-senador e pré-candidato ao Senado pelo Amapá, Gilvam Borges, postou um vídeo, no qual responde a pergunta de internauta, sobre o rompimento com pré-candidato ao governo, Jaime Nunes. Ele respondeu que era verdade, porém de forma inversa, “porque quem rompeu foi Jaime Nunes ao anunciar apoio ao candidato dele ao senado, Gilberto Laurindo”, explicou.


Jaime Nunes, respondeu com um post em seu perfil, dando a entender que Rayssa Furlan será sua vice. Na postagem ele fala sobre “parceria”.

“A minha jornada ganha a força da mulher guerreira amapaense.
Estou só começando, mas agora com a Dra Rayssa Furlan como parceira, a caminhada será cada vez mais a passos largos”, disserta Jaime.

Gilvam diz que vai propor a inversão da chapa. “Rayssa na cabeça da chapa e Jaime na vice”, defendeu.

Vale Lembrar que Rayssa, foi recebida com grande festa pelo MDB de Gilvam, quando se filiou. Será que azedou o Tucupi?

Povos indígenas da aldeia Curipi recebem equipe do TJAP na segunda edição da Campanha Maio Laranja

Os povos indígenas da aldeia do Curipi, localizada a 46 quilômetros da sede do município de Oiapoque, receberam, na tarde da última sexta-feira (13), a Campanha “Maio Laranja – Viva Sem Violência! Proteja-se!”, desenvolvida pelo Tribunal de Justiça do Amapá. A jornada está em sua segunda edição este ano e pretende conscientizar mais pessoas para atuarem juntamente com as redes de proteção para que o crime de abuso sexual e exploração de crianças e adolescentes não seja mais cometido.

O titular da 1ª Vara da Comarca de Oiapoque, juiz Roberval Pacheco acompanhado de servidores do Judiciário, apresentou a Campanha “Maio Laranja” aos povos indígenas de etnia Karipuna. A equipe do Judiciário foi recebida pelo Cacique da Aldeia, Edimilson dos Santos Oliveira, que mostrou claramente a satisfação em ter a Justiça mais próxima dos povos indígenas.

 

“Trazer esse debate para a nossa comunidade é fundamental. Cada um de nós está aqui para trabalhar de forma coletiva para que essa situação não aconteça, pois crimes como esses não acontecem dentro de nossa aldeia”, garantiu o cacique. “Muito importante contar com a Justiça perto de nós. Quanto aos que não estão presentes aqui, iremos repassar as informações para que todos nós sejamos multiplicadores”, prometeu o Edimilson Oliveira.

“Hoje como liderança, não vivenciamos esse tipo de crime, queremos que nossa comunidade mantenha um bom exemplo que sempre teve porque trabalhamos de forma conjunta”, concluiu o cacique Karipuna.

O juiz Roberval Pacheco, da 1ª Vara de Competência Geral de Oiapoque, afirmou que a campanha é fundamental para que essa violência contra as crianças e adolescentes não aconteça. “Viemos até aqui para apresentar a Maio Laranja, mas verificar que crimes de exploração sexual e abuso infantojuvenil não acontecem nessa aldeia nos deixa muito felizes”, relatou.

 

“Mas vamos levar até a Coordenadoria de Proteção e Garantia dos Direitos dos Povos Indígenas do Tribunal outros problemas relatados pelo cacique, como o alcoolismo e o aprendizado das crianças que estão com dificuldade na aldeia”, enfatizou o magistrado.

 

Para Leandra Ramos Oliveira, que é filha do cacique e professora na comunidade, a campanha é excelente. “É a primeira vez que vejo esse tipo de trabalho aqui, às vezes não temos orientação nenhuma e agora saberemos como resguardar e proteger nossas crianças e jovens”, frisou.

 

Coordenadoria de Proteção e Garantia dos Direitos dos Povos Indígenas

Criada pela Resolução nº 1500/2021-TJAP, a Coordenadoria de Proteção e Garantia dos Direitos dos Povos Indígenas no âmbito do Poder Judiciário do Amapá tem como coordenador o desembargador Adão Carvalho. A finalidade do órgão é trazer a comunidade indígena para mais perto do Poder Judiciário e preparar os servidores para melhor atender essa população.

Etnia Karipuna

 

Os Karipuna fazem parte do complexo de povos indígenas da região do baixo rio Oiapoque, que estão inseridos em redes amplas de intercâmbio, que englobam famílias indígenas ou não-indígenas estabelecidas em aldeias e cidades vizinhas, no Brasil e na Guiana Francesa. A Aldeia Curipi tem origem do nome do Rio Curipi.

 

 

– Macapá, 16 de maio de 2022 –

 

Assessoria de Comunicação Social

Texto: Lilian Monteiro/Oiapoque 

*Emendas de Randolfe garantem apresentação de 24 grupos de teatro em homenagem às mães, em Macapá*


Uma extensa programação em referência ao Dia das Mães será realizada neste sábado (7), a partir das 16h, no Mercado Central de Macapá. No evento, que é resultado de emendas parlamentares do senador Randolfe Rodrigues (Rede), ocorrerá uma “Blitz Cultural” com a apresentação de 24 grupos de teatro. Eles irão declamar poesias, apresentar musicais e outras performances artísticas.

Os recursos das emendas, que somam mais de R$ 1 milhão, serão utilizados em diversas atividades culturais executadas pela Prefeitura de Macapá em 2022. Vários segmentos serão atendidos ao longo do ano; entre eles, o gospel e o marabaixo.

Para Randolfe, a aplicação das verbas garante o fortalecimento da cultura local e a valorização dos artistas que foram prejudicados com a paralisação das atividades durante as restrições para conter a proliferação da covid-19.

“Incentivar a cultura é estimular também a democracia, é proporcionar espaço e estrutura para as manifestações enraizadas na nossa região. Por isso, atuamos para garantir que os artistas consigam trabalhar e a população tenha acesso às mais diversas formas de expressão”, frisou.

Assessoria de Comunicação Senador Randolfe Rodrigues.

Carreta Itinerante. Davi Alcolumbre diz que a unidade reforça papel da Defensoria Pública no atendimento aos mais carentes

A carreta itinerante da Defensoria Pública do Amapá será ferramenta primordial para garantir direitos, agilizar acordos e promover a cidadania do povo amapaense. A declaração é do senador Davi Alcolumbre (AP), líder do União Brasil, que participou, nesta sexta-feira (29), da entrega da unidade móvel, em Macapá. Também participaram do evento o governador Waldez Góes e a líder da bancada federal no Congresso, deputada Aline Gurgel (Republicanos). Já em funcionamento e totalmente equipada para atender por todo o estado, especialmente em locais onde há dificuldade de acesso a serviços de assistência jurídica gratuita, a carreta foi uma conquista direta do senador Davi para a população regional.

O parlamentar destinou recursos de R$ 1,5 milhão para o projeto se tornar realidade e levar benefícios jurídicos para a população em diferentes pontos do estado. “É um dia histórico para a Defensoria Pública e para o Amapá. A carreta vai poder ficar em um bairro, em um distrito, enfim, em uma região importante do estado, como a zona rural onde mais 50 comunidades não têm acesso a esse tipo de serviço”, destacou Alcolumbre.


A carreta itinerante conseguirá atender até cem pessoas por dia, com possibilidade de realizar até 20 atendimentos simultâneos, inclusive em locais onde não há acesso à internet, telefonia ou energia elétrica uma vez que o veículo possui gerador próprio. “As pessoas que não podem pagar por um advogado, agora, terão acesso a esse tipo de serviço tão fundamental que a Defensoria Pública desempenha. Estou muito feliz por ter participado desse projeto tão relevante para o estado”, frisou Alcolumbre.

A atuação do parlamentar recebeu, inclusive, o reconhecimento da própria Defensoria Pública do AP que, no dia 25 de março, homenageou e agradeceu publicamente o senador pelo empenho no projeto “carreta itinerante”. “Mais uma vez quero reiterar muita alegria e orgulho de ter participado diretamente da concretização deste sonho para o estado do Amapá. A carreta itinerante é um marco para a população do nosso estado, principalmente aos mais carentes, que muitas vezes não têm acesso à assistência jurídica gratuita ou por morarem longe dos órgãos que a oferecem ou por não terem acesso a determinados tipos de serviços, como a própria internet”, ressaltou Davi Alcolumbre.

Assessoria de Imprensa
Senador Davi Alcolumbre

*Em ato de apoio a Lula, Randolfe e Lucas Abrahão defendem desenvolvimento do Amapá e combate à desigualdade social*

O senador Randolfe Rodrigues (Rede- AP) e o pré-candidato ao Governo do Amapá, Lucas Abrahão (Rede), defenderam o desenvolvimento econômico do Amapá e a necessidade de concluir projetos importantes para o estado. As declarações foram dadas durante um encontro de lideranças da Rede Sustentabilidade com Lula, na tarde desta quinta-feira (28), em Brasília. O evento reuniu líderes de todo o Brasil; entre eles, os deputados estaduais Victor Amoras (Rede) e Paulo Lemos (Psol), que também declararam apoio à pré-candidatura de Lula à Presidência da República.

As lideranças nacionais e locais entregaram a Lula propostas que serão incluídas no plano de governo dele para as eleições deste ano.

“Nós vamos na eleição debater o preço, a carestia que assola a vida dos brasileiros. Vamos debater o preço da cesta básica, o preso da gasolina e do combustível. Alguém que pega uma rabeta no coração da Amazônia não consegue colocar [combustível] para ir de um rio para outro. Vamos debater porque nas ruas de São Paulo, nas de Macapá, nas ruas de Recife, tem milhões pedindo comida e outros tantos morrendo na pobreza”, afirmou o senador.

Lucas Abrahão aproveitou a oportunidade para citar obras inacabadas; entre elas, o asfaltamento da BR-156. “Infelizmente, nos últimos quatro anos, apenas dez quilômetros foram asfaltados. Isso é um desrespeito com o povo. (…) assim como a retomada de investimentos do nosso Porto de Santana. Estamos numa posição privilegiada e precisamos tirar o nosso povo da fome“, pontuou ele, ressaltando a importância da conclusão do processo de transposição de servidores públicos do Amapá para o quadro da União.

Também estavam presentes no encontro: a deputada federal Joenia Wapichana (RR), o deputado federal Túlio Gadelha (PE), o porta-voz nacional da Rede, Wesley Diógenes e o ex-porta-voz da Rede, Pedro Ivo; além de parlamentares estaduais, a exemplo de Ana Paula Siqueira (MG) e Chió (PB).

Após receber as propostas formuladas pelas lideranças da Rede, Lula reforçou que a concretização dos trabalhos será feita em conjunto para garantir a eficiência das medidas. “Vocês vão ter que ajudar a fazer o programa e ajudar a executar as políticas que vocês fizeram. Não é possível governar esse país de dentro de um gabinete. Nós temos que aprender a trazer o povo para participar”, destacou.

Pelas Redes: vereador Dudu Tavares denuncia falta de medicamentos para autistas nas UBS’s

O Vereador Dudu Tavares denunciou durante a sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (26), a falta de Risperidona liquida, nas três unidades que dispensam a medicação: UBSs Congós, Beirol e São Lázaro.

Segundo o vereador, o medicamento é essencial às pessoas autistas de 5 a 16 anos, indicado para os sintomas de ansiedade, estresse e distúrbio do sono.

 

Advogado Helder Carneiro assume mandato de vereador em Macapá

O advogado Helder Carneiro assume nesta quinta-feira (28) a vaga na câmara de vereadores de Macapá no lugar de Daniel Deodoro, que disputa a eleição para deputado estadual pela REDE-AP. Ele é especialista em Tribunal do Júri, e já disputou três eleições e na última, pelo PSOL, obteve 1.132 votos. Helder comanda o programa Togas e Becas, na Diário FM, há 10 anos, com o colega advogado Wagner Gomes. Helder é filho dos professores Savino e Zulma, tem 45 anos, casado com  a jornalista Ziulana Melo com quem tem três filhos.

Davi Alcolumbre é o lider do União Brasil no senado

Davi Alcolumbre

O amapaense Davi Alcolumbre (AP) é o líder do União Brasil no Senado. O parlamentar foi escolhido pelos colegas e será o primeiro líder a representar o novo partido, que se formou após a fusão, em fevereiro, do Democratas e PSL. De perfil pacificador, Alcolumbre garante que sua gestão será pautada, como sempre, no diálogo, na conciliação e na boa convivência com os colegas. “Recebo essa nova missão com muito orgulho e ciente da responsabilidade que é representar meus colegas no Senado Federal. Como sempre, estarei aberto ao diálogo com todos para decidirmos, juntos, o que é melhor para nosso partido”, disse o senador.

O União Brasil conta, agora, com oito senadores, tornando-se a quarta maior bancada da Casa. Segundo Davi Alcolumbre, o principal desafio do Legislativo, neste momento, é focar em pautas que promovam o desenvolvimento econômico, ajudando as famílias a saírem da crise agravada pela pandemia da Covid-19. “Nosso foco na liderança será orientar, trabalhar e lutar pelas pautas que sejam fundamentais para o crescimento do Brasil. Temos vivido momentos de grave crise econômica. Estados e municípios estão passando por grandes dificuldades e é nosso papel, como parlamentares, lutarmos pela recuperação da nossa economia”, disse.

Davi Alcolumbre, que já foi presidente do Senado no biênio 2019-2020, também é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma das mais importantes da Casa. Sua condução à frente do colegiado tem sido marcada pela maneira democrática ao ouvir tanto a base do governo quanto a oposição. “Meu perfil é de sempre ouvir todos os lados para tomarmos a melhor decisão e de forma democrática. Sempre. Nosso bloco está unido e com senadores fortemente compromissados com o futuro do Brasil”, destacou o líder do União.

No Amapá, PDT apresenta sua nominata para os cargos de deputado federal e estadual

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Amapá liderado pelo governador do Estado Waldez Góes apresenta nesta terça-feira (12), a nominata de pré-candidatos aos cargos de deputado federal e estadual, no espaço Di Vetro, às 19h.


O ex- diretor do Detran delegado Inácio Maciel, ex-secretária de Educação Goreth Souza, vereador Dudu Tavares, outros ex- gestores do quadro do partido, como Josenildo Abrantes e Pedro Filé, a diretora técnica do Sebrae Marciane Santo são nomes fortes cogitados do PDT para disputar a eleição 2022.

Davi comemora transferência de terras para o Amapá: “estado passa a ser dono do que lhe pertence”

O senador Davi Alcolumbre (União-AP) disse que a transferência de terras da União para o Amapá, oficializada na última quinta-feira (7), representa um momento histórico para o estado e o fim de uma luta de 30 anos do povo amapaense. “Hoje, finalmente, o Amapá passa a ser dono de suas terras”, frisou Alcolumbre, um dos principais articuladores, no Congresso Nacional, para a concretização “desse grande sonho do estado”. Em 2019, enquanto presidente do Senado e exercendo, interinamente, a Presidência da República, o parlamentar assinou o Termo de Cessão de Direitos e Doação das primeiras terras.

“Tudo isso foi construído no Congresso Nacional e resultado de muita união entre Parlamento, governos federal e estadual, que deram toda segurança jurídica para que nós pudéssemos conduzir esse processo”, disse Alcolumbre, em audiência, no Palácio do Planalto, com o presidente Jair Bolsonaro. Também estiveram presentes no encontro representantes da bancada federal do Amapá, como os deputados federais Luiz Carlos (PSDB), Leda Sadala (Avante) e Acácio Favacho (Pros); o governador Waldez Góes; o presidente nacional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Geraldo Melo Filho; o deputado estadual Jesus Pontes; entre outras lideranças políticas do estado.

Ao todo, o Termo de Cessão elenca 23 glebas a serem transferidas ao Amapá. Nesta quinta, foram entregues seis: Água Branca, Macacoari, Mazagão, Tartarugalzinho, Oiapoque e Tartarugal Grande, correspondente a 1,5 milhão de hectares. A expectativa é de que até o final do ano mais dez glebas sejam processadas, segundo o presidente nacional do Incra.

Para Davi Alcolumbre, a posse dessas terras pelo estado será primordial para garantir o crescimento socioeconômico dessas regiões e promover a geração de emprego e renda para a população.

“Estávamos pedindo muito pouco perto daquilo a que temos direito. O que queremos, como estado, é ser donos da nossa propriedade e ter nosso título. Que as pessoas tenham a possiblidade de produzir, de empreender, de gerar emprego e que possamos diminuir as desigualdades”, destacou o senador.

Em entrevista a jornalistas, no final da reunião, o governador Waldez Góes afirmou que o governo dará início à parte burocrática a fim de garantir a função social das terras cedidas. “Essas terras já transferidas são onde há maior densidade demográfica e já há também atividade produtiva das quais iniciaremos registro em cartório e as titulações para podermos dar a devida função social ao uso dessa terra, gerar emprego e renda”, destacou.

*Terras da União*

O Amapá tem 14 milhões de hectares de terras, mas apenas 10% pertencem ao estado. O restante ainda é vinculado à União. Isso porque, mesmo tendo deixado de ser território federal, em 1988, quase todas as terras ainda hoje estavam sob posse da União, limitando a atuação do estado sobre elas.

Segundo a legislação federal, as áreas transferidas deverão dar preferência a atividades agropecuárias, de desenvolvimento sustentável ou de regularização fundiária. Na prática, a posse das terras permitirá que os produtores rurais tenham acesso a crédito e financiamento bancários, fundamentais para o incremento de suas atividades. “Hoje é um dos dias mais felizes da minha vida e, com certeza, da vida do senador Lucas Barreto, que relatou esse projeto no Senado a meu pedido. Estou muito satisfeito com essa conquista coletiva, que era um sonho de 30 anos do povo amapaense”, concluiu Alcolumbe.

*Assessoria de Imprensa*
_Senador Davi Alcolumbre_

Deu ruim pra Damares. Vereadores de Macapá rejeitaram proposta de título de Cidadã Macapaense para a ministra

Não foi dessa vez que a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves será agraciada com o título de Cidadã Macapaense. A maioria dos  vereadores de Macapá votaram contra e rejeitam a matéria de autoria do vereador Karlyson Rebouça, que foi que votou a favor. Os parlamentares municipais Paulo Nery e Luany Favacho também votaram a favor.

Inovação: Prefeitura de Santana traz o Robô Glória para o município

 

A Prefeitura de Santana segue caminhando arduamente rumo à valorização e proteção da mulher santanense. Nesta terça-feira, 29 de março, chega até o Amapá o robô Glória, uma inteligência artificial, criada com foco de acabar com a violência contra mulheres e meninas. O sistema operacional da Glória busca, através de diversos projetos, coletar dados e aprende o melhor caminho para o combate à violência de gênero, através de histórias contadas.

A apresentação do robô será um dos destaques da 1.ª Feira Empreender Mulher de Santana, que acontece nos dias 30 e 31 de março, na quadra da Escola Estadual Augusto Antunes. A inteligência artificial é uma idealização da Professora Dra. Cristina Castro Lucas, da Universidade de Brasília (UNB), para acolher e educar mulheres de diversas idades e classes sociais.

Glória nasceu com o ideal de reduzir e também combater a opressão e violência física, psicológica e sexual contra mulheres. A partir da coleta de dados feita pelo sistema operacional, a Glória gera conteúdo educacional, criando uma rede de apoio com as ferramentas necessárias para a melhoria social. A plataforma é segura e de fácil acesso para mulheres em situação de vulnerabilidade e repressão, e está ligada a Organização da Sociedade Civil Glória, Associação em Defesa de mulheres e meninas, trazendo como objetivo, promoção a pesquisa e o teleatendimento em saúde de pessoas acomodadas em instituições e unidades de acolhimento, em regime de internação, como asilos, orfanatos, casas de acolhida de mulheres em circunstância de violência.

Entenda como o Robô Glória Funciona:

O teleatendimento ocorre através da plataforma digital desenvolvida exclusivamente pela Organização da Sociedade Civil Glória que conecta profissionais voluntários da área de saúde a pessoas em instituições de acolhimento.

Cada vez que uma pessoa interagir com a Glória, a informação trocada irá fazer parte do repertório do ‘software’ da plataforma, melhorando os próximos atendimentos. O teleatendimento se dá em uma cabine instalada em local público e seguro.

Objetivos específicos:

I – Assegurar o atendimento de saúde em instituições em situação de vulnerabilidade;
II – Reduzir o fluxo de atendimentos presenciais do Sistema Público de Saúde;
III -Prover, assegurado o direito de proteção dos dados dos atores envolvidos, dados e informações sobre a implementação do teleatendimento de saúde para fins de pesquisa em:
a)inclusão da experiência na grade curricular de formação de profissionais de saúde;
b) registros para embasamento de políticas públicas; e,
c) levantamento de dados sobre as comorbidades encontradas.

Renata Rodrigues
Prefeitura de Santana

Prefeitura de Macapá cria núcleo voltado ao combate da discriminação racial

 

Como forma de combater os casos de discriminação racial na capital, a Prefeitura de Macapá criou um núcleo voltado ao combate e suporte às vítimas desta prática. A iniciativa será executada pelo Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Improir).


O núcleo terá duas unidades, uma no Improir, para acolher vítimas de discriminação, injúria racial e racismo. No local também será feita a coleta de depoimentos das vítimas, que serão encaminhadas para os órgãos competentes e para acompanhamento psicológico. O outro polo será instalado na Clínica de Direitos Humanos da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

“O núcleo vem para cumprir um dos objetivos da Prefeitura de Macapá, que é o combater o racismo estrutural. Com isso vamos diminuir as desigualdades sociorraciais que ainda colocam a população negra macapaense em lugar de desvantagem em diversas instâncias”, ressalta a diretora-presidente do Improir, Maria Carolina Monteiro.

21 de Março

21 de março é o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. Instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1966, a data é uma referência ao Massacre de Sharpeville, ocorrido seis anos antes na África do Sul. Passadas exatas seis décadas do episódio, apesar dos avanços conquistados ao longo de todo este tempo, o marco segue sendo motivo muito mais para reflexão e luta do que qualquer comemoração.

Pré-candidata ao governo, Piedade Videira, se filia ao PSB no sábado, 19

Neste sábado, 19, às 16h, professora Piedade Lino Videira, pré-candidata ao governo do Estado do Amapá irá se filiar ao Partido Socialista Brasileiro ( PSB), outros pré-candidatos também poderão se filiar durante o ato.

Todos os segmentos do partido, Mulheres, Negritude, LGBTQIA+, Sindical, Inclusão e Juventude, e os diretórios de todos os municípios do Amapá também estarão presentes. O evento acontecerá na sede do PSB, situada Av. Padre Manoel da Nóbrega, 903, Laguinho.

Perfil
Piedade Lino Videira é Mestre e Doutora em Educação Brasileira pelo Programa de Pós-graduação Stricto Sensu da Faculdade de Educação – FACED da Universidade Federal do Ceará – UFC. Professora Adjunta da Universidade Federal do Amapá Líder do Grupo de Estudo, Pesquisa, Extensão e Intervenção em Corporeidade, Artes, Cultura e Relações Étnico-Raciais com Ênfase em Educação Quilombola.

Mulher Negra, dançadeira de Batuque e Marabaixo, idealizadora da Companhia de Dança Afro Baraka (fundada em 30 de agosto de 2000). Autora dos dos Livros: Marabaixo, Dança Afrodescendente: Significando a Identidade Étnica do Negro Amapaense. Fortaleza: Edições UFC, 2009 e, Batuques, Folias e Ladainhas: A Cultura do Quilombo do Cria-ú em Macapá e sua Educação. Fortaleza: Edições UFC, 2012.

Serviço
Filiação da professora Piedade Lino Videira no PSB no Amapá
Hora: 16h
Local: Sede do PSB, situada Av. Padre Manoel da Nóbrega, 903, Laguinho.

Nomes de Piedade e Lucas Abrãao se consolidam dentro de seus partidos para disputa ao governo

Os nomes de Piedade Videira e de Lucas Abrãao se consolidam dentro de seus partidos, PSB e REDE, respectivamente, como pré-candidatos ao governo do estado nas eleições deste ano.

Piedade é professora-doutora da Unifap, mulher, negra, elegante em tudo o que faz, e que conquistou posição politica e profissional pela via do estudo e  conhecimento.

Lucas Abrãao é graduado em Relações Internacionais, evangélico, já foi secretário de Assistência Social na gestão do ex-prefeito Clécio Luiz e milita politicamente no partido REDE, já há algum tempo.

Os dois ainda não pontuam nas pesquisas de consumo interno, mas devem crescer, claro. E por suas qualidades, seus nomes enriquecem o debate eleitoral.

 

Senador Lucas Barreto é condecorado com honraria da Ordem do Mérito da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público

 

O senador Lucas Barreto do (Partido Social Democrático) pelo Amapá foi condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), na última quinta-feira (10). Ele recebeu a medalha das mãos do Procurador-Geral da República, Augusto Aras.

“Agradeço a honraria à diretoria CONAMP, na pessoa do seu Presidente, Dr. Manoel Murrieta, e asseguro que as pautas que envolvam as carreiras de estado e os servidores públicos sempre contarão com o meu total apoio”, enfatizou o senador.

Economia Criativa é a aposta de jovem empreendedor no Oiapoque

Ascom-Clécio Luís 

Ao percorrer a Rua Barão do Rio Branco, na região central do Oiapoque, é comum avistar um jovem de roupa social, cabelo e barba bem feitos, atravessando a via com uma bandeja na mão, anunciando a plenos pulmões o seu “Mingau de Milho”.


O jovem é Dionatho Martins, de 27 anos. Paraense de nascimento, mora há 17 anos no Oiapoque com a mãe, a já conhecida Cleide do Tacacá. Ele conta que desde os 11 anos trabalha em casa, ajudando na produção e venda dos produtos.


“Eu aprendi a fazer as comidas quando minha mãe se acidentou. Fui pra cozinha e assim comecei a fazer pra me alimentar mesmo. Depois passei para os lanches e as comidas típicas. Hoje sei fazer tudo”, relata Dionatho.

Atendimento de excelência

Dionatho também trabalhou de garçom no Oiapoque. Foi aí que aprendeu que a boa apresentação e a excelência no atendimento faziam toda a diferença.

“Minha ex-patroa sempre me ensinou: ‘vista-se assim que é melhor’. Aí comprei a ideia e nunca mais tirei o uniforme”.


Além de vender no município, ele conta que junto com a mãe, já mandou maniçoba e tacacá para a Europa. “Tem gente que leva pra Paris e pra Caiena. Pessoal pede pra embalar pra viagem e a gente faz.”.

Durante sua imersão no Oiapoque, o ex-prefeito de Macapá, Clécio Luis, aproveitou e foi conferir de perto as delícias da Barraca da Cleide do Tacacá. E destacou: “Empreender requer doses de criatividade, qualidade e excelência naquilo que faz. E o Dionatho é um empreendedor que soube inovar e cativar seus clientes. Por isso precisamos apostar mais na economia criativa local”.

E qual a receita do Dionatho para tanto sucesso na cidade? Ele explica: “trabalhar na área da gastronomia é preciso ter boa aparência, estar sempre bem limpo e ter carisma”.

Ah, o tacacá da Cleide tá aprovadíssimo, hein!