Profissionais da saúde e crianças entre 5 e 10 anos já podem tomar vacina meningocócica em Macapá

Imunizante é ofertado gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde.

Profissionais da saúde e crianças entre 5 e 10 anos já podem tomar a vacina contra meningite meningocócica. O imunizante é direcionado ao público que ainda não foi vacinado e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Macapá. A faixa etária atendida segue recomendação do Ministério da Saúde (MS), que orientou que os municípios elevem a cobertura vacinal evitando, assim, um surto da doença.

A meningite meningocócica é uma infecção causada pela bactéria Neisseria meningitidis e atinge pessoas de qualquer faixa etária. O imunizante faz parte do calendário nacional de vacinação, devendo ser aplicado em duas doses aos 3 e 5 meses de vida, além da dose do reforço, aos 12 meses de idade.

“A vacina já está sendo ofertada diariamente nas UBSs e o MS solicitou reforço vacinal para esses públicos. O imunizante é a única forma de prevenir e evitar infecções generalizadas”, explica o subsecretário de Vigilância em Saúde, Kleverton Siqueira.

As UBSs também seguem ofertando as vacinas de rotina. O procedimento pode ser feito de segunda a sexta-feira e também aos sábados, quando eles são ofertados em pontos estratégicos.

Paralelo a isso, o município também promove a busca ativa, que acontece de porta em porta, para atualização da caderneta vacinal de crianças e adultos.

Para recebimento das doses, basta apresentar um documento oficial com foto, comprovante de residência e cartão de vacina.

ASCOM/Prefeitura Municipal de Macapá

*Com emenda de Randolfe, comunidade do Rio Cajari ganha UBS modernizada*

A comunidade Conceição do Muriacá, no Rio Cajari, município de Laranjal do Jari, teve na sexta-feira (18) sua Unidade Básica de Saúde reinaugurada após reforma com recursos de emenda parlamentar do senador Randolfe Rodrigues (REDE).

O novo espaço conta com recepção, farmácia, sala de vacina, consultório médico, consultório de enfermagem, sala de emergência, consultório odontológico, sala de endemias e banheiros para servidores e pacientes.

O prefeito Márcio Serrão, que esteve na inauguração da nova UBS, agradeceu ao senador Randolfe Rodrigues pela parceria.

“Hoje é um dia muito alegre para a gestão e comunidade de Conceição do Muriacá. A nova unidade de saúde não deixa a desejar em nada comparada as UBSs dos grandes centros. Deixo aqui minha gratidão a todos os envolvidos em especial ao Senador Randolfe Rodrigues, que é o autor da emenda parlamentar que possibilitou a construção dessa unidade (…)”, disse o gestor.

A entrega contou com a presença do prefeito Márcio Serrão, Vice Prefeito Irmão Tadeu, Deputada Estadual Alliny Serrão, Secretário de Saúde Marcel Jandson Menezes, lideranças e muitas pessoas da comunidade.

O senador Randolfe Rodrigues também comentou sobre a importância do espaço de saúde.

“Muito nos orgulha em poder contribuir na promoção de saúde, principalmente aos moradores de Conceição do Muriacá, uma comunidade do Rio Cajari, no sul do estado. Ver o recurso que destinamos sendo aplicado para melhorar a vida do povo nos leva a parabenizar o prefeito Márcio Serrão pela parceria e trabalho conjunto pelo povo de Laranjal.

*Equipamentos para o Laboratório Municipal*
Também na sexta-feira, a Prefeitura de Laranjal do Jari inaugurou o Laboratório Municipal.

A obra conta com emenda de R$ 324,7 mil do senador Randolfe Rodrigues para a aquisição de equipamentos laboratoriais.

Ascom Prefeitura de Laranjal do Jari

Casai Macapá é reinaugurada com emenda de 294 mil do Deputado Camilo Capiberibe


Na manhã desta segunda-feira, 7, foi reinaugurada a Casa de Apoio à Saúde Indígena (Casai), no bairro Alvorada, em Macapá.

A obra de reforma foi realizada com emenda no valor de R$ 294 mil, do deputado federal Camilo Capiberibe (PSB/AP).

Na cerimônia de reinauguração, o Coordenador do Dsei Amapá, Roberto Wagner, acompanhou o deputado Camilo e apresentou toda a nova estrutura.

Toda a estrutura foi totalmente reformada e reparada, como rede elétrica, rede hidrossanitária, pintura, telhado, ampliação do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário, além de mobiliário.

As malocas receberam ventiladores e tomadas para carregamento de celulares.

Os ambulatórios, cozinha, lavanderia e banheiros foram totalmente reformados.

No estado do Amapá são mais de 13 mil Indígenas, de diversas etnias. A Casai atende por dia aproximadamente 100 indígenas.

Somadas, as emendas do deputado Camilo para as comunidades indígenas ultrapassam 4 milhões de reais.

Nicole Lemos
Gabinete do deputado federal CamiloCapiberibe

Governo orienta que unidades de saúde façam testes PT-PCR para detectar casos de síndrome gripal

A recomendação da SVS é que todas as unidades de saúde recolham material para a realização de RT-PCR.

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) emitiu, na terça-feira, 28, uma nota técnica que orienta os profissionais de Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e de hospitais estaduais a realizarem a coleta de amostras para o teste molecular RT-PCR nas pessoas com sintomas de gripe, uma vez que o exame é capaz de detectar não só o vírus sars-cov 2, que causa a covid-19, como os vírus influenza A e B – causadores de síndromes gripais.

A orientação da SVS acontece diante da epidemia de gripe que ocorre em estados brasileiros, como o Rio de Janeiro.  A recomendação é necessária porque as amostras de RT-PCR estão chegando em menor número no Laboratório Central (Lacen/SVS), o que acarreta menor quantidade de material analisado em busca de vírus circulantes. Embora seja eficiente, o teste rápido antígeno aponta apenas a presença do vírus causador da covid-19. Já o PT-PCR é considerado padrão ouro pelas autoridades de saúde, já que uma amostra permite a investigação de diferentes síndromes gripais.

As análises epidemiológica desses resultados são essenciais para a tomada de decisões assertivas sobre as medidas sociais e de saúde pública; diagnóstico, vacinas e/ou tratamentos disponíveis.

A nota técnica está disponível no site da SVS, para acessar, clique aqui. 

Governo orienta sobre cuidados para prevenir o contágio de síndromes gripais

Mantenha os cuidados antissépticos e o uso de máscara!

Causada pelo vírus influenza, a gripe é uma doença comum e de fácil contágio. A patologia pode se agravar para grupos de maior vulnerabilidade, como idosos, imunossuprimidos e pessoas com doenças respiratórias crônicas, mas é possível prevenir a doença com medidas simples e que já são utilizadas para evitar a covid-19.

Nesta época do ano, os casos de gripe vêm crescendo em estados como o Rio de Janeiro. No Amapá, esse aumento também é observado: na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte, na capital, os casos aumentaram 138%, segundo levantamento realizado pela direção. De 1º a 21 de dezembro, foram registrados 7.492 casos de síndromes gripais. A unidade precisou abrir uma nova ala para realizar triagens.

Os principais sintomas da gripe são fadiga, desidratação, febre alta, coriza, irritação nos olhos, calafrios, tosse seca, dores nas articulações, dor de garganta e perda de apetite.

A secretária-adjunta de enfrentamento à Covid-19, a médica Maracy Andrade, reforça algumas dicas de prevenção.

  • Mantenha os cuidados antissépticos e o uso de máscara;
  • Evite locais fechados e com pouca circulação de ar;
  • Mantenha uma janela aberta para facilitar a circulação de ar natural. Dessa forma, o vírus tem menos chances de circular no ambiente;
  • Evitar contato com pessoas infectadas. Caso não haja possibilidade de evitar o contato, o uso de máscaras pode ajudar a conter o contágio;
  • Evite tocar olhos, boca e nariz, sem antes higienizar as mãos;
  • Reforçar a alimentação com o consumo de alimentos ricos em vitamina C. Estes alimentos fortalecem o sistema imunológico e ajudam no combate a gripe e resfriado. É possível seguir o esquema de consumo de 2 frutas por diariamente. Abacaxi, laranja, caju, acerola e limão são boas escolhas;
  • Aderir a vacinação contra a gripe

“Não há como identificar, a princípio, se o caso é de gripe ou Covid-19. Para se prevenir de ambos, é importante manter o uso de máscaras, higienização com álcool em gel e limpeza assídua das mãos. Também é importante cobrir boca e nariz com um lenço durante episódios de tosse ou espirros”, reforçou a médica.

O tratamento para a gripe requer muito descanso e hidratação. Permaneça em repouso até se sentir bem o suficiente para executar as tarefas da rotina, beba bastante água e monitore a temperatura corporal.

“Qualquer pessoa, independentemente de fazer parte de grupos de risco, pode tomar a vacina contra influenza. A composição do imunizante muda anualmente para combater variações”,finaliza Maracy.

Caso ocorra piora nos sintomas, busque atendimento médico nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento mais próximas. Se houver necessidade, o paciente será referenciado para outra unidade hospitalar de complexidade.

Fiscalização

Na terça-feira, 28, as equipes de agentes da SVS intensificaram a fiscalização em locais públicos, como feiras, shoppings, supermercados e no centro comercial de Macapá. Por se tratar do fim de ano, esses locais estão mais movimentados que o normal. Nesses ambientes, é essencial que o público mantenha o uso da máscara, utilização do álcool em gel e distanciamento social, medidas básicas para evitar a proliferação dos vírus que causam covid-19 e gripe.

Os agentes também reforçam a importância de manter a vacinação em dia, tanto para covid-19, influenza e outras doenças preveníveis com imunização.

Hemoap lança campanha de incentivo à doação de medula óssea e de sangue

O Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) lança, nesta terça-feira, 14, a campanha “Neste natal, dê o seu melhor presente: cadastre-se como doador de medula óssea e doe sangue”. A campanha segue até 21 de dezembro, período da Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea.

A medula óssea é o tecido líquido-gelatinoso que forma a parte interna dos ossos. A doação ajuda no tratamento de doenças que afetam a produção normal das células sanguíneas. No Amapá, para se tornar um doador é necessário procurar o Hemoap, com documento oficial com foto. O cadastro é feito na recepção da unidade.

Segundo a chefe do Serviço de Captação e Orientação Social do Hemoap (SCOS), Elmira Melo, 32 mil amapaenses estão cadastrados no Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome).

“Em caso de compatibilidade com alguém de fora do Amapá ou do Brasil, o programa, por meio do Governo Federal, custeia a locomoção do doador e de um acompanhante”, completou.

É importante manter o cadastro no Redome atualizado, pois em caso de compatibilidade, as informações como endereço e telefone precisam estar corretas.

Link para atualização: http://redome.inca.gov.br/doador-atualize-seu-cadastro/

Critérios para se tornar um doador de medula óssea:

– Ter entre 18 e 35 anos de idade;

– Estar em bom estado geral de saúde;

– Não ter doença infecciosa ou incapacitante;

– Não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

Reforço para o estoque de sangue do Hemoap no final de ano

A diretora do Hemoap, Ruimarisa Martins, afirma que durante o período das festas de fim de ano há queda no quantitativo de doações e, consequentemente, no estoque de sangue. A campanha unificada busca conscientizar um número maior de pessoas.

“Abrangemos o assunto para que, assim, possamos atingir mais pessoas, principalmente neste período em que a frequência de voluntários no Hemoap, infelizmente, cai bastante tanto para cadastro de medula óssea quanto para doação de sangue”, disse.

Atualmente, o hemocentro apresenta uma média de 52 doadores de sangue diários, embora o quantitativo ideal seja de, no mínimo, 87 doadores voluntários aptos.

O Hemoap abastece todas as unidades hospitalares públicas e particulares do Amapá, por isso é necessário sempre manter o estoque adequado para todas as tipagens sanguíneas. Os doadores fidelizados podem doar nos seguintes intervalos de tempo: homens, a cada 60 dias e mulheres a cada 90 dias.

Critérios para doar sangue:

– Pesar acima de 50 kg;

– Ter idade entre 16 e 69 anos;

– Estar em boas condições de saúde;

– Não ter testado positivo para Covid-19 nos últimos 30 dias;

– Não ter apresentado sinais ou sintomas de gripes nos últimos 14 dias;

– É indispensável estar descansado e bem alimentado antes da doação.

O Hemoap fica na avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a rua Jovino Dinoá. O funcionamento é pela manhã, entre 7h30 e 12h30. As doações podem ser feitas por comparecimento espontâneo ou agendamento através Whatsapp (96) 98811-0200.

Samu orienta sobre como acionar a UTI fluvial para urgências e emergências

É possível acionar a ambulancha através do WhatsApp: (96) 99129-3923.

A população já pode acionar a Unidade de Suporte Avançado Fluvial, a Ambulancha, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), por meio do número 192, pelo telefone (96) 4141-4406 ou pelo WhatsApp (96) 99129-3923. A UTI Fluvial está em funcionamento desde 9 de dezembro para atender às comunidades ribeirinhas distantes com atendimento médico especializado.

LEIA MAIS: Governo do Amapá inaugura UTI fluvial para urgências e emergências em comunidades ribeirinhas

A ambulancha atende situações de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica e psiquiátrica. Ela possui equipamentos que facilitam a navegação diurna e noturna e tem autonomia de 8 a 10 horas de navegação.

Casos atendidos pela ambulancha:

  • Picadas de cobra, escorpião e aranhas;
  • Queda de árvore;
  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Crises convulsivas;
  • Infarto;
  • Afogamentos;
  • Ferradas de arraia;
  • Escalpelamento;
  • Dificuldades respiratórias;
  • Acidentes por arma de fogo e arma branca;
  • Traumas em geral;
  • Partos.

A  ambulancha recebeu o nome de “Cel. Ademar R. dos Anjos”, antigo diretor do SAMU, vítima de covid-19 em 2020. O militar encabeçava as tratativas para colocar em funcionamento o serviço.