Governo do Amapá já ativou 62 novos leitos no Hcal para ampliar atendimento à população

Espaço conta com leitos semi-intensivos com monitores multiparâmetros e bomba de infusão

O governador Clécio Luís entregou nesta quinta-feira, 16, cerca de 30 novos leitos para cinco enfermarias do Hospital de Clínicas Dr. Alberto Lima (Hcal). A estrutura é destinada a pacientes cirúrgicas que serão acompanhados no pré e pós-operatório e irá reforçar o atendimento à população, uma das prioridades inegociáveis da atual gestão. Com esta entrega, já são 62 novos leitos habilitados na unidade hospitalar.

Esta é mais uma etapa da reestruturação da unidade hospitalar que, em 2023, recebeu uma nova clínica médica com 32 leitos e três enfermarias, sendo uma exclusiva para pacientes oncológicos e duas psiquiátricas, ampliando a capacidade de atendimento.

A ampliação garante a realização de um número maior de cirurgias e vazão de pacientes em espera.

“Esses leitos vão nos ajudar com a nossa demanda reprimida de cirurgias gerais, ortopédicas e neurológicas, evitando o grande número de remarcações que tínhamos, já que para realizar uma cirurgia o hospital tem que garantir um leito para o paciente. Essa entrega mostra mais uma vez a responsabilidade e compromisso do governo com a população”, explica a diretora adjunta do Hcal, Rosilete Dias. Além das enfermarias, o local é estruturado com um posto de enfermagem, leito de isolamento, expurgo e três leitos semi-intensivos com monitores multiparâmetros, bombas de infusão e ventiladores mecânicos. O Governo do Estado investiu R$ 1,9 milhão para a construção dos espaços, com recursos do tesouro estadual.

Quem lida diretamente com as demandas da unidade de saúde, vê hoje o avanço na estrutura que atende as demandas cirúrgicas da população. Segundo a enfermeira Daniella Nogueira, que atende no setor, as novidades significam mais esperança e dignidade.

“É muito bom presenciar tudo o que tem sido feito para melhorar a qualidade da assistência que os nossos pacientes recebem e a mobilização realizada para dar vazão às cirurgias. Para nós, que somos profissionais, é uma esperança de dias melhores”, declarou a enfermeira. Mais cirurgias 

Também está previsto no Hcal a entrega de cinco novas salas cirúrgicas que irão ampliar a capacidade do centro cirúrgico, que hoje conta com três salas.

“Esperamos, no máximo, em 30 dias entregar cinco novas salas para ampliar o Centro Cirúrgico e a capacidade de operações realizadas. Vamos passar de três para oito salas cirúrgicas, onde serão feitos procedimentos ortopédicos, oftalmológicos e eletivos, para então conseguir atender a demanda reprimida e acelerar os atendimentos”, explicou a secretária de Saúde, Silvana Vedovelli.

Governo do Amapá adquire nova mesa cirúrgica para realizar procedimentos ortopédicos de alta complexidade no HE

Depois de instalada, mesa irá possibilitar aumento de cirurgias ortopédicas no HE

Para ampliar a realização de procedimentos cirúrgicos no Hospital de Emergência (HE), em Macapá, o Governo do Amapá investiu em uma nova mesa cirúrgica utilizada para operações ortópedicas de grande porte como as cirurgias de fêmur, tíbia e fíbula que até então eram realizadas somente pelo Hospital das Clínicas Alberto Lima (Hcal). O equipamento foi adquirido com recursos no valor de R$ 170 mil, do Tesouro Estadual.

Em fase de instalação, a mesa tracionada é considerada um dos equipamentos centrais para o sucesso de intervenções de alta complexidade. Nas próximas etapas, a equipe médica vai realizar testes e treinamento para o uso adequado da ferramenta, que irá aumentar a eficácia nas cirurgias e o número de especialidades atendidas pelo HE. 

“É um equipamento que amplia nossa capacidade de procedimentos e de especialidades, já que essas cirurgias consideradas de grande porte, como fêmur, tíbia, precisavam ser realizadas no centro cirúrgico do Hcal. Depois que a nova mesa for instalada e testada, esperamos diminuir essas transferências de pacientes, aumentando nossa resolutividade desses casos no hospital”, explicou o diretor do HE, Emanoel Martins.Com alta estabilidade e a capacidade de ajustes precisos, o equipamento também permite que a equipe médica trabalhe com mais confiança, segurança e ergonomia, como reforça o cirurgião ortopédico e coordenador do Centro Cirúrgico do HE, Isnard Junior.  

“Além dos benefícios técnicos, a utilização adequada da mesa cirúrgica contribui para a redução de lesões causadas por esforços repetitivos e posturas inadequadas na equipe cirúrgica, garantindo também o bem-estar dos profissionais de saúde envolvidos na cirurgia”, comenta Isnard.  

Procedimentos cirúrgicos 

No HE, são realizadas cerca de 500 cirurgias por mês, estimativa que representa o dobro do número alcançado há dois anos. Por dia, no Centro Cirúrgico, são cerca de 25 procedimentos, dos quais 12 são ortopédicos. 

Com a construção de mais uma sala cirúrgica e a disponibilização de mais dois carrinhos de anestesia com materiais especializados, são realizadas até quatro cirurgias simultâneas, uma em cada sala.