Publicidade

Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Coisas da Terra

Alcilene Cavalcante em 04 de dezembro de 2016

O Brasil e a poesia perdem Ferreira Gullar.

Curto esse poema há muitos anos e fui buscar em um cartão-art que guardo. Pareceu-me ter sido escrito hoje. Compartilho com vocês.

Coisas da Terra

“Todas as coisas de que falo estão na cidade, entre o céu e a terra.

São todas elas coisas perecíveis e eternas como o teu riso, a palavra solidária, minha mão aberta ou este esquecido cheiro de cabelo que volta e acende sua flama inesperada no coração de maio.

Todas as coisas de que falo são de carne como o verão e o salário.

Mortalmente inseridas no tempo, estão dispersas como o ar no mercado, nas oficinas,nas ruas, nos hotéis de viagem.

São coisas, todas elas, cotidianas, como bocas e mãos, sonhos, greves, denúncias, acidentes de trabalho e do amor.

Coisas, de que falam os jornais, às vezes tão rudes, às vezes tão escuras, que mesmo a poesia as ilumina com dificuldade.

Mas é nelas que te vejo pulsando, mundo novo, ainda em estado de soluços e esperança.”
Publicado no Instagram

Deixar um comentário

Publicado no Instagram

Alcilene Cavalcante em 30 de novembro de 2016

Apresento minha solidariedade ao repórter Heraldo Almeida e ao Grupo Diário de Comunicação. Heraldo foi agredido ao exercer seu ofício, fazendo a cobertura jornalística da condução do deputado Moises Souza, com mandado de prisão. Entendemos que o momento de uma prisão é difícil pra qualquer ser humano. Mas os jornalistas, policiais e outros profissionais, estão ali para cumprir missões profissionais.
Publicado no Instagram

Deixar um comentário

Faleceu o empresário Idevan, da Bizzum da Pizza. Macapá perde um empreendedor criativo.

Alcilene Cavalcante em 08 de novembro de 2016

Um dia de imensa tristeza para Macapá e de luto para o bairro Jesus de Nazaré.

Faleceu o Idevan. Dono da Bizzum da Pizza e filho dos donos da tradicional sorveteria Jesus de Nazaré. Amigo, empreendedor, criativo, feliz.

Desde criança, parte da paisagem do bairro Jesus de Nazaré, sempre ajudando seu Winter na sorveteria, e depois criando maravilhosos sabores de sorvete, que com alegria, apresentava aos clientes para provar o que estava testando.

Depois Idevan abriu, com sua Lica, a Bizzum da Pizza. Cuidou de cada detalhe da perfeita decoração, que todo tempo ganhava um detalhe novo. Primava pela qualidade dos produtos, e digo sem medo de errar, que suas pizzas e massas estão bem colocadas entre as melhores do Brasil.

Gostava de atender os clientes. De sugerir os pratos novos. De falar da vida, de Macapá, da economia e dos negócios.

A que vos posta era grande admiradora do trabalho e da personalidade de Idevan. E está bem triste com sua partida.

Que Deus conforte e console a Lica, Gabriel, seus pais, irmãos, funcionários da Bizzum, e seus muitos amigos.

Vai com Deus “Devan”. Os que ficam vão chorar de saudades, mas o céu ficará mais gostoso e alegre com a sua presença.

Idervan com sua Lica

Idervan com sua Lica

 

O corpo de Idervan deve chegar de São José do Rio Preto, onde faleceu, somente na próxima madrugada. Assim que tivermos informações do velório postamos aqui.

2 comentários »