Publicidade

Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Publicado no Instagram

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

Dia de alegria . Dia de @dorivaldols , que neste aniversário ja roda o calendário como papai. Um amigo querido, médico competente e comprometido, protetor,, cavalheiro , inteligente , entre tantas qualidades. Um excelente companheiro de viagem . Felicidades, meu querido! Bênçãos maravilhosas de Deus na sua vida, de sua amada @vivivasconcelos e do príncipe Vinicius . Saúde , alegrias , sucesso, conquistas e toda a proteção de Deus..
Publicado no Instagram

Deixar um comentário

Empresários decepcionados com Waldez. Alguns dizem que já estão com saudades de Camilo

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

 

Empresários do Amapá, que quase sempre dão apoio politico ao governador Waldez Góes, não tem escondido a decepção com o atual governo do aliado.

Algumas pautas acertadas no apoio à campanha política de 2014 não estão sendo cumpridas, como a substituição tributária e a prioridade para energia.

Além disso, o tratamento dado aos servidores públicos, maiores consumidores do comércio local, está deixando o comércio a míngua.

Com salários parcelados e sem aumento e nem reposição, as dificuldades financeiras dos servidores atingiram diretamente o comércio, o setor mais forte da economia do Amapá.

Alguns dizem que estão com saudades do ex-governador Camilo.

14 comentários »

Passando o país a limpo

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

 

* Davi Alcolumbre. Senador da República

Davi-IMG_2186

Ontem (10) e hoje (11), seguramente são dias marcantes e inesquecíveis na vida do Brasil e na história do Senado da República. Votamos a cassação de um Senador e votaremos a de um Presidente da República.

Apesar disso, dias marcantemente “incômodos” e de cuja consternação não poderia deixar de mencionar, sobretudo quando não estamos apenas afastando duas pessoas públicas de cadeiras conquistadas pelo voto popular, estamos ouvindo e respeitando toda a ressonância das ruas, do Poder Judiciário, das instituições democráticas.

Eis que, estamos passando o país a limpo, e de forma irreversível – quero acreditar nisso! Cassamos ontem a o senador Delcídio do Amaral (sem partido – MS), por quebra de decoro e abuso de prerrogativas parlamentares.

De importância ainda mais relevante, hoje (11), estaremos a definir sobre o afastamento temporário da Presidente da República.

Devemos, portanto, estar atentos ao que nossa sociedade exige, daqui por diante. A credibilidade política está na vitrine e avaliação dos brasileiros.

De forma firme, transparente e eficaz, nós brasileiros esperamos ver resgatadas todas as qualidades que os agentes políticos e públicos carregam consigo, sobretudo aos que mais necessitam.

 

Deixar um comentário

Jornalista denuncia no twitter, tráfico e alto consumo de drogas sintéticas em Macapá

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

 

O jornalista Carlos Lobato, denunciou pelo twitter, que Macapá está tomada por drogas sintéticas, traficadas principalmente em baladas, quase que livremente.

Posto alguns dos tweets de Carlos Lobato sobre o assunto.

“Tem novo rico fazendo fortuna à custa da fraqueza de jovens babacas que adoram se drogar. Vai morrer jovem de overdose”.

“Vou dar nomes dos riquinhos que estão abastecendo a cidade de “sintéticos”, talvez evite que muitos morram. Pior as patricinhas caírem nessa”.

“LSD parece Trident… Tem em tudo que é birosca. É mais “bala” que em morro do Rio de Janeiro”.

“Basta fazer uma revista bem rígida na turma que chega nos voos de fim de semana para as baladas em Macapá”

“Mauricinhos e suas “bocas de luxo” transformando belas jovens e jovens belos em “ratos de esgoto”. Até quando muitos vão ficar calados?”

Lobato diz que em festas de “riquinhos” em Macapá, tem uma turma que usa camarote como barraca de venda de droga sintética. Bala (LSD), doce e outas.

1 comentário »

Tim-Tim pra Marileia Maciel

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

Dia de festejar a querida amiga Marileia Maciel. Menina do Laguinho, do marabaixo, do carnaval, de todas as manifestações culturais.

Jornalista talentosa. Assessora de imprensa das mais competentes. Cronista deliciosa. Operária da informação. Léia é daquelas que está sempre ralando, assessorando evento, pessoas, instituições. Articulando espaços ou nos brindando com  belos textos ou imagens do Amapá e seu povo.

Feliz Aniversário, Léia! Hoje e sempre bençãos maravilhosas na sua vida e de sua família.

leia leia-c

Deixar um comentário

Novas entrevistas. Macapá Marejando o meu Olhar

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

Em 2008, quando Macapá foi homenageada em seus 200 anos pela escola de Samba Beija-Flor, do Rio de Janeiro, inauguramos no blog antigo uma série de entrevistas leves e lúdicas sobre Macapá, que fez muito sucesso com os leitores. Chamei a série de entrevistas de “Macapá, Marejando o Meu Olhar”, que era um verso do samba da Beija-Flor.

Vamos republicar algumas entrevistas que foram muito legais e retomar a série com outras pessoas.

Estou pensando em um novo título que vou colocar em votação aqui

1 – Gente e coisas do Meio do Mundo.

2 – Impressões tucujus

3 – Ou dê sua Sugestão na caixinha de comentários.

 

Vamos iniciar hoje republicando a entrevista com o saudoso advogado Adelmo Caxias.

 

Publicada em 08.11.2009

Blog passeia pela Macapá de ontem e de hoje e por seus personagens, com o grande advogado amapaenses Adelmo Caxias, que destaca para os leitores, olhares, sabores, sentimentos e lembranças, da cidade plantada a beira do Amazonas e fincada no meio do mundo.

Adelmo

A cara de Macapá – A Fortaleza de São José de Macapá, até mesmo quando retratada pelas mãos do saudoso amigo R. Peixe.

Obra de R.Peixe do acervo de Fernando Canto

Obra de R.Peixe do acervo de Fernando Canto

Beleza do Amapá – O rio Amazonas visto da orla de Macapá, ao entardecer, porque além de inspirador, alivia o espírito de quem o aprecia.

SaoJosePedradoGuindaste-Internet

Música do povo daqui – Tajá, Tarumã e Vida Boa, porque suas letras são poéticas e refletem nossa cultura e crendices.

Programa de folga –  Passear com minha família pelos locais próximos de Macapá, como Ferreira Gomes, Macacoary, entre outros.

Comida do meio do mundo – Camarão no bafo, haja vista que quando, ocasionalmente, encontro um conhecido de fora do Estado que esteve em Macapá, ele não pergunta pela Igreja São José, pelo Marco Zero, pela Fortaleza (pontos turísticos famosos), mas, sim, pelo famoso Camarão da Fazendinha.

Uma lembrança – O Grupo Escolar Alexandre Vaz Tavares, onde me desemburrei, como diria a vovó, porque o que aprendi naquele educandário, desde a infância, até hoje ponho em prática: ler, escrever, ler, brincadeiras sadias, cantar o hino nacional, o hino da bandeira, o hino da independência. Tínhamos aula de canto com a Prof. Valquíria. Recorda-me, ainda as saudosas professoras Carmen Caluf, Edite Goiana, Deuzuite Cavalcante, Corila, Nely, Carmelita do Carmo, entre outras, e  as que ainda estão entre nós, como Risalva e Maria Olinda.

Saudades de um tempo qualquer –Da minha infância, especialmente quando eu via o papai atravessar a Rua Leopoldo Machado, trazendo uma sacola de mantimentos para alimentar sua prole, oriundo do Mercado Central ou da Beira (como chamavam antigamente). Isso nos deixava (eu e meus 11 irmãos) felizes de ter um pai, que antes ir ao trabalho, preocupava-se primeiramente conosco e com a mamãe. O papai, porque tinha salário humilde, trabalhava em outros lugares para aumentar a renda familiar, e, ainda assim, arrumava tempo para fabricar os carrinhos de madeira para os filhos homens, pois não dispunha de dinheiro para comprá-los. Somente depois que amadureci é que passei a valorizar esses gestos de amor e carinho que me marcarão para sempre.

Quem faz ou fez acontecer – As procissões do Círio de Nazaré e de São José, nosso padroeiro, porque é bastante reconfortante ver as pessoas caminharem juntas movidas por um sentimento de fé, parecendo que todos se amam e se respeitam, sem interesse algum, cumprindo o mandamento máximo de Cristo: “Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei”. Fico muito feliz!

Alegria – Os nascimentos de meus 06 filhos: Ana Kátia, Ana Karla, Adelmo Jr., Cesar Caio, Cássio de Luca e da Maria Caxias, que hoje conta com 5 anos. Depois de passar verdadeira via crucis ao contrair um câncer, Deus me deu a cura e mandou-me a Maria Caxias (homenagem à minha mãe) para compensar o sofrimento experimentado.

Paisagem que mareja o meu olhar – Sem querer ser amargo,de tristeza, quando vejo o Rio Amazonas bombardeado de esgoto não tratado e lixo de todo espécie.

glaúcia

É UÓ em Macapá –Assistir uma aula televisiva do Desafio.

Queria que os políticos fizessem por Macapá – Brecassem seus interesses particulares e passassem a olhar para os interesses maiores do povo, com o firme propósito de criar políticas públicas modernas, que oportunize a todos, trabalho capaz de garantir seu próprio sustento, devolvendo a dignidade àqueles que vivem de política assistencialista em idade produtiva, afinal a lei do menor esforço só é bem vinda para os animais selvagens, que não mais precisam sair à caça de seu próprio alimento. Para o homem que se respeita, é humilhante.

Faz falta em Macapá – Fiscalização séria e rigorosa do trânsito e dos logradouros públicos. Tenho comigo, que dois órgãos, se atuantes, viveriam abarrotados de dinheiro em Macapá: o DETRAN e a PMM, porque não se dá dez passos na cidade sem que não nos defrontemos com uma infração de trânsito ou ao Código de Posturas do Município. O bolso ainda é a parte do homem que mais dói. Se todo infrator fosse multado, de início teríamos muito dinheiro nos cofres públicos para investir na cidade. Quando a consciência coletiva fluir, não haverá tanto dinheiro assim, mas teríamos uma cidade mais saudável e agradável para se viver.

cidade

Um projeto ou atitude ousada para melhorar a qualidade de vida do povo daqui – Eu diria, não só daqui, mas do Brasil todo, seria acabar de vez com os privilégios que a Administração Pública goza nos processos judiciais, a fim de que o Judiciário pudesse imprimir celeridade razoável nos feitos contra a fazenda pública, como ocorre na ação contra pessoa jurídica de direito privado. Na atualidade, quem ousa ajuizar ação para receber créditos junto às pessoas jurídicas de direito público, especialmente Estado e Municípios, terá de esperar por tempo indeterminado, o que desestimula o credor a buscar seu direito pela via judicial, preferindo aceitar traficante de influência (não precisa sair em busca, eles se apresentam). Isso obrigaria cada governante, durante seu mandato, a honrar os compromissos financeiros  realizados durante sua gestão.

14 comentários »

TRE apresenta o Sistema “Comunica” aos partidos políticos

Alcilene Cavalcante em 11 de maio de 2016

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) realizará nesta quinta-feira (12), às 14h, em seu Auditório, uma reunião com os representantes de todos os Partidos Políticos que pretendem concorrer nas Eleições Municipais de 2016. O encontro contará com o Ouvidor da Justiça Eleitoral, juiz membro Décio Rufino, os juízes eleitorais das 2ª, 10ª e 6ª Zonas Eleitorais de Macapá e Santana, Dr. Adão Carvalho, Dr. Augusto Cezar Leite e Dr. Normandes Sousa, respectivamente.

 

Durante o encontro, coordenado pela Secretaria Judiciária (Sejud TRE/AP), será apresentado o sistema de comunicação eletrônica “COMUNICA”, que será utilizado para notificações e comunicações diversas entre a Justiça Eleitoral e os Partidos Políticos, inclusive os candidatos.

 

Os participantes terão, ainda, a oportunidade de esclarecer dúvidas relacionadas aos sistemas eletrônicos do TRE, registro de candidaturas, convenções partidárias, coligações, propaganda eleitoral, entre outras questões relevantes ao pleito que se avizinha. Os partidos já foram convidados a participar.

 

O Sistema de Comunicação Eletrônico – COMUNICA será apresentado pelo servidor da Sejud Manoel Raimundo Brito Fonseca. Os esclarecimentos aos representantes das agremiações políticas serão prestados pelos magistrados e técnicos da Secretaria.

“Com a proximidade das Eleições, se faz necessário esclarecer sobre prazos, sistemática, documentação e demais possíveis dúvidas dos representantes partidários”, destacou a titular da Sejud, Dra. Odete Scalco.

 

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá

Assessoria de Comunicação e Marketing

Elton Tavares

Deixar um comentário

Falecimentos

Alcilene Cavalcante em 10 de maio de 2016

Faleceu na madrugada dessa segunda-feira, no Maranhão, o Frei Apolônio, da ordem dos Capuchinhos.

Frei Apolônio fez um grande trabalho no Amapá. Caridoso, generoso e agregador, foi um dos responsáveis pelo belo trabalho  implantado na Igreja dos Capuchinhos do Amapá.

Frei

E no final da tarde de ontem, segunda-feira, um infarto fulminante vitimou o empresário Neto, de 54 anos, dono do restaurante Tucuxi, que fica na orla do Perpétuo Socorro (Igarapé das Mulheres).

Neto veio para o Amapá como gerente do Novotel. Por aqui se apaixonou, investiu e ficou. Seu restaurante Tucuxi é um dos melhores da orla da cidade.

Neto

3 comentários »

Jornalista Gabriel Penha é contemplado em concurso nacional do Itaú Cultural

Alcilene Cavalcante em 10 de maio de 2016

O projeto “Povo de Cultura e Fé”, do jornalista e produtor cultural amapaense Gabriel Penha, referente às várias manifestações religiosas representadas pelo povo mazaganense, foi contemplado no “Rumos Itaú Cultural – Edição 2015-2016”, conquistando o 87° lugar na lista nacional de 118 trabalhos autorais selecionados. O feito alcançado este ano por Penha, novamente coloca o Amapá no cenário brasileiro das grandes produções audiovisuais após dez anos de ausência do Estado em projetos de grande expressão. O anúncio dos vencedores foi feito na manhã de hoje, durante coletiva à Imprensa, concedida pelos coordenadores do “Rumos”.
gabriel-mazagao
Conforme o jornalista, a coleta do material para elaboração do “Povo de Cultura e Fé” começou em 2006, durante as escavações arqueológicas em Mazagão Velho, coordenadas pelo professor Marcos Albuquerque, então titular do Laboratório de Arqueologia da Universidade Federal de Pernambuco. Na ocasião, os pesquisadores anunciaram as descobertas dos escombros de uma igreja do Século XVIII e de 52 ossadas que, de acordo com Albuquerque, seriam dos primeiros colonizadores de Mazagão Velho, provenientes de Marrocos.
Gabriel_Penha
A montagem do acervo, prossegue Penha, inspirou inicialmente a formatação de um livro revista reunindo, em 80 páginas, vasto material fotográfico sobre as festas religiosas, tradicionais e culturais de Mazagão Velho, vilarejo pertencente ao município de Mazagão, localizado a 34 quilômetros de Macapá. Em 2012, o jornalista fez o lançamento da primeira edição da obra, em formato PDF, alcançando grande repercussão dentro e fora do Amapá.
A ideia de participação no “Projeto Rumos Itaú Cultural – Edição 2015-2016” passou a ser materializada há dois anos, no momento em que Gabriel Penha percebeu a necessidade de compartilhar as belezas dessas manifestações religiosas populares com os demais municípios do Estado, em especial, dividindo esse conhecimento com os jovens estudantes, estimulando o interesse deles pela cultura e religiosidade amapaenses.
Com base em três eixos (publicação e divulgação do livro revista, palestras em escolas, e exposições fotográficas itinerantes em centros culturais e demais espaços públicos), o Projeto “Povo de Cultura e Fé” reconduz o Amapá ao seleto grupo dos principais geradores de cultura popular do Brasil. Para o jornalista, trata-se de uma grande realização pessoal: “Primeiramente, quero agradecer a Deus Todo Poderoso, por dar-me força e coragem, não me deixar desistir da minha luta, mesmo quando tudo parecia estar perdido e todas as portas pareciam estar fechadas. À minha família e amigos, em especial minha mãe Zenilda, por sempre acreditarem em minha capacidade. À comunidade de Mazagão Velho, única e verdadeira de todo esse patrimônio cultural que pretendo retratar na caminhada que será a execução do projeto – sou apenas o instrumento. Serão três ações: uma exposição fotográfica itinerante, a publicação de uma revista fotográfica e apresentações em escolas, mostrando as festas religiosas, culturais e tradicionais da terrinha. Se eu pudesse resumir o projeto, seria “a história da cultura de um povo contada por quem a vive. Agradeço o apoio de todos os que acreditaram. ‘Nem todos que sonharam conseguiram, mas pra conseguir é preciso sonhar.’”
META COMUNICAÇÃO
Texto: Emanoel Reis
FENAJ 1.380-MTE/PA
Contatos: (96) 99167.3362 – 98111.2230

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Meme Musical

Alcilene Cavalcante em 09 de maio de 2016

Estreando oficialmente a coluna “Meme Musical”. Que será aos domingos, mas ontem a internet não deixou.

A coluna é uma brincadeira musical com a vida do entrevistado, que funciona assim: Ele ou ela respondem sobre momentos de sua vida, através de músicas.

Na coluna de hoje, a linda da Camila Karina. Jornalista, fotógrafa, editora da revista Digital Dossiê e rockeira.

Camila-v_n

 

1 – És homem ou mulher?

Smells Like Teen Spirit ( nirvana)

C-1

 

2 – Descreve-te:

Soldier of Love ( Sade)

c-2

3– O momento atual de tua relação:

THlS  IS LOVE ( Whitesnake)

c-3

4 – Onde querias estar agora?

a place called home ( Pj Harvey)

c-4

 

5  – O que pensas a respeito do amor?

Good Fortune ( Pj Harvey)

c-5

 

6   – Como é tua vida?

Fast As You Can ( Fiona Apple)

c-6

 

 

7- O que pedirias ou um desejo?

Express Yourself ( MADONNA)

c-7

 

8 – Eterna na sua playlist

Arise ( Sepultura)

c-8

 

​​

 

 

Revista Dossiê: https://www.facebook.com/revistadossie/
Trabalho fotográfico: https://www.facebook.com/CamilaKarinaF/

 

 

“O mundo não quer que eu me distraia. Distraído estou salvo.” Paulo Leminski 

1 comentário »

Está ficando lindo o conjunto da Embrapa

Alcilene Cavalcante em 09 de maio de 2016

embrapa

Começou a pavimentação do Conjunto da Embrapa. E vai ficar lindo, feita em bloquetes, ou brokets, que absorve menos calor e tem manutenção mais barata.

A primeira parte está sendo feita com emendas do senador Randolfe, e a segunda parte será feita com emendas do senador João Capiberibe, já liberadas, e com a contrapartida da Prefeitura de Macapá.

Há que se destacar o esforço de um grupo de moradores do conjunto. Eles se mobilizaram, reuniram várias vezes com a prefeitura (que não tinha recursos para novos investimentos) e foram atrás de parlamentares federais buscando alternativas através das emendas. E agora estão acompanhando a execução das obras.

O percurso é longo é demorado. Aloca emenda pro orçamento do próximo ano. A prefeitura apresenta o projeto no Ministério onde foi alocado. O projeto segue um demorado caminho até ser aprovado e só depois o dinheiro é liberado e aí a obra pode ser licitada.

Coisas do Brasil.

Mas é bom ver que as obras começaram e está ficando bonito.

Obras de pavimentação parecidas também serão feitas nos bairros Ipê e Açaí, com recursos de emendas do senador Randolfe.

1 comentário »

Prefeitura e CEA , com a mediação do MP-AP, discutem repasse da iluminação pública ao Município

Alcilene Cavalcante em 09 de maio de 2016

pmm-cea

O prefeito Clécio Luís e o presidente da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), Angelo do Carmo, reuniram-se no Ministério Público Estadual para discutir sobre a regularização do processo de repasse da iluminação pública para o domínio do município. A reunião foi presidida pelo procurador-geral de Justiça, Roberto Álvares.

Para que o repasse seja feito, a CEA deveria entregar o parque totalmente reformado em condições de operar. Essa transferência deveria ter ocorrido até o dia 31 de dezembro de 2014, mas não aconteceu porque a mesma não tem condições de fazer tal reforma. O procurador-geral Roberto Álvares disse que o objetivo da reunião foi regularizar esse impasse na transferência da iluminação pública, ressaltando que uma das prioridades deveria ser a orla de Macapá que hoje se encontra totalmente no escuro.

 

50% da iluminação está inoperante

No encontro foi apresentado um relatório do parque de iluminação pública do município. Segundo o levantamento, atualmente existem 30.140 pontos luminosos. Desse total, 50% está totalmente inoperante. Existem bairros, como o Muca, que está com apenas 34% funcionando, ou ainda, como o Jardim Equatorial, que apenas 14% está em pleno funcionamento. Mesmo assim, a prefeitura irá receber a iluminação pública. À medida que o parque for recondicionado, a CEA irá reembolsar esse dinheiro ao Município.

O prefeito Clécio Luís explanou a situação crítica que se encontra a iluminação na área urbana e nos distritos. “Essa reunião foi preliminar a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta, que será firmado no prazo de 10 dias e irá regularizar o repasse do parque luminotécnico, que hoje é administrado pela CEA, para a prefeitura. Essa transferência já deveria ter sido feita. Mesmo não estando em condições, iremos receber e reformá-lo. Eu acredito que no segundo semestre faremos as mudanças necessárias na iluminação pública”.

Ficou estabelecido que a prefeitura receberá a iluminação pública até o dia 17 de junho e que técnicos do Município e da Companhia de Eletricidade irão criar um grupo de trabalho para fazer um diagnóstico técnico-operacional e financeiro da situação do parque para que seja assinado o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Adryany Magalhães/Asscom PMM

1 comentário »