Publicidade

Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Debate na Diário

Alcilene Cavalcante em 27 de outubro de 2016

debate-diario-melhor

Rádio Diário FM fez ontem o ultimo debate de rádio com os candidatos à prefeito de Macapá, Clécio Luiz e Gilvan Borges, com direito a torcidas e telões na frente da emissora, perguntas da comunidade, de jornalistas e de técnicos de diversas áreas.

Jornalista Luiz Melo foi muito bem na mediação. Colocou a autoridade de mediador na mesa, porem, sem interferir nas perguntas, respostas e comportamento dos candidatos.

Clécio, como sempre, foi muito bem no debate.  Sincero, com propostas factíveis e mostrando dificuldades e engenharia administrativa para fazer gestão em tempos de crise.

E Gilvan, como sempre, foi muito mal. Parece que não se prepara para debater. Não responde objetivamente nada. Apresenta propostas duvidosas e defende de forma rasa. Além de agredir e ofender o adversário.

Pra quem não ouviu ou assistiu, o debate e seus melhores momentos estão publicados em vídeo na Fan Page do jornalista Luiz Melo, no Facebook.

TV Amapá                                                    

Amanhã, sexta-feira, 28, acontece o debate da TV Amapá. Vai ao ar depois da novela das 09 da noite. Lembrando que na TV tem horário de verão.

Salvar

1 comentário »

Do Jornal Diário do Amapá. Juiz manda retirar propaganda irregular de Gilvam sobre doação de terrenos

Alcilene Cavalcante em 27 de outubro de 2016

PAULO SILVA

DA EDITORIA DE POLÍTICA do Jornal Diário do Amapá

 

O juiz Adão de Carvalho, da 2ª Zona Eleitoral de Macapá, decidiu nesta quarta-feira (26/10) pela retirada de propaganda irregular da coligação “Atitude e Trabalho por Macapá” ( PMDB/PROS/PDT/PPS/PTN/PSD/SD), que tem como candidato a prefeito da capital o ex-senador Gilvam Borges (PMDB) e como vice o empresário Adiomar Veronese (PROS). A propaganda irregular trata da promessa de doação de títulos definitivos de domínio de imóveis urbanos.

A decisão de Adão Carvalho é resultado de representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da promotora da 2ª Zona, Andrea Guedes.

A representação demonstra que Gilvam e Adiomar fizeram, de forma reiterada, a divulgação da promessa de doação dos títulos definitivos de domínio de imóveis urbanos, incutindo o tema no consciente do eleitorado, cuja doação seria impossível juridicamente, pois, além de violar preceitos legais e administrativos, traria prejuízo ao erário.

Leia mais aqui http://diariodoamapa.com.br/2016/10/26/juiz-manda-retirar-propaganda-irregular-de-gilvam-sobre-doacao-de-terrenos/

1 comentário »

Prefeitura reinaugura hoje a UBS da Fazendinha

Alcilene Cavalcante em 27 de outubro de 2016

A PMM inaugura  nesta quinta-feira, 27, as 8h30, a Unidade Básica de Saúde Pedro Barros Monteiro, localizada no distrito de Fazendinha.

O espaço foi totalmente climatizado e recebeu novos equipamentos hospitalares.  A obra, orçada no valor de R$ 415.560,09, foi feita por meio de emenda do senador Randolfe Rodrigues, no valor de R$ 271.812,00, e complementação do Tesouro Municipal, no valor de R$ 143.748,09.

A UBS da Fazendinha segue o padrão implantado pela Prefeitura de Macapá nas demais UBSs.

ubs-hozanan

2 comentários »

Pelo twitter

Alcilene Cavalcante em 27 de outubro de 2016

Twitter meu

Não tem essa de TAC, taco, toc . BORGES, Gilvan (no debate da Diário, falando sobre TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, para iluminação pública).

Do jornalista Paulo Silva

Entrevistado hoje pelo radialista Eraldo Trindade, senador Capiberibe disse que pode ser candidato a governador em 2018. Só depende do PSB.

Deixar um comentário

Apenas, parem!

Alcilene Cavalcante em 27 de outubro de 2016

Mesa diretora da Assembleia Legislativa do Amapá aumentou a verna de gabinete de cada deputado de 69.039,90 para R$ 72.836,14 por mês. Esse recurso é usado para contratação de assessores dos deputados.

Em tempos de crise, pega muito mal aumento de gastos.

Também pegou mal a nota da ALAP justificando o aumento, que é de no máximo 75% da verba de gabinete do deputado federal. Na nota, a ALAP dá a entender que com o aumento da verba dos deputados federais, ela foi obrigada a aumentar também.

Brincadeira….

Deixar um comentário

MPF/AP obtém condenação de empresário por denunciação caluniosa

Alcilene Cavalcante em 27 de outubro de 2016

MPF/AP obtém condenação de empresário por denunciação caluniosa
Ele mobilizou a estrutura de órgãos federais no Amapá e em Brasília para atribuir crimes a pessoas inocentes
A pedido do Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP), a Justiça Federal condenou Jorge Augusto Carvalho de Oliveira, empresário do ramo de mineração, pelo crime de denunciação caluniosa. Por três anos ele mobilizou a estrutura de órgãos federais sediados no Amapá e em Brasília noticiando falsos delitos praticados por Paulo Fernando Chedid Lisboa, representante legal das empresas Ecometals Limited e Ecometals Manganês do Amapá LTDA. As investigações conduzidas pelo MPF/AP e pela Polícia Federal foram arquivadas por ausência de indícios de autoria e materialidade delitivas.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Justiça eleitoral barra Pesquisa Tabajara

Alcilene Cavalcante em 25 de outubro de 2016

A pesquisa que teve registro indeferido pelo juiz eleitoral Augusto Cesar Leite, era de um Instituto de Rondônia, encomendada por um jornal de Rondônia, sobre intenções de voto nas eleições em Macapá.  Veja só.

Na decisão, a justiça proíbe que QUALQUER veículo divulgue a pesquisa tabajara.

2016 e tem grupo político que ainda acredita que funciona essa tática de pesquisa falsa, pra divulgar em veículos aliados? Gastam dinheiro à toa.

1 comentário »

A intransigência de Jucá contra os servidores do Amapá

Alcilene Cavalcante em 25 de outubro de 2016

*Por Randolfe Rodrigues (Rede-AP)- Senador da República

randolfe-imagem_materia

 

Uma grave ameaça ronda os servidores do Ex-Território Federal do Amapá: trata-se da PEC 199, de autoria do Senador Romero Jucá (PMDB-RR) que, se aprovada sem nenhuma das alterações propostas pela nossa bancada, poderá trazer sérios e irreversíveis prejuízos para os servidores amapaenses.

 

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) permite que servidores que mantiveram relação de trabalho ou vínculo empregatício com os Ex-Territórios Federais entre 1988 e 1993 tenham o direito de optar por integrar o quadro da administração federal.

 

Vamos aos fatos: no último dia 20 de outubro estivemos em reunião com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira para debater o tema. Participaram membros da bancada federal amapaense além do Senador Jucá que defendeu sua emenda constitucional apenas para os servidores de Roraima, excluindo as justas reivindicações dos amapaenses.  Na ocasião, houve uma discussão acalorada ficando de um lado o senador Romero Jucá e de outro lado o senador Davi Alcolumbre, a deputada federal Professora Marcivânia e eu. A proposta defendida por Jucá não contempla os servidores amapaenses, que ficariam à mercê de futuras e incertas medidas provisórias e ameaçados mais ainda com a iminente aprovação da PEC do congelamento.

 

Está clara a intenção do senador Romero Jucá de excluir os servidores do Amapá. Ele, inclusive, induz à interpretação que não estaria havendo empenho da bancada amapaense. Romero chegou ao extremo de ameaçar vir ao Estado iniciar uma campanha difamatória contra a bancada, nos acusando de sermos os responsáveis pela eventual rejeição da PEC, enquanto a intenção da nossa bancada é justamente o contrário.

 

A audiência com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, deixou claro que os parlamentares amapaenses estão dispostos a lutar até o fim para que todos os servidores do Ex-Território do Amapá tenham o direito de optar pelo quadro da União.

 

Estamos elaborando uma Nota de Repúdio a ser assinada por toda a bancada federal amapaense, protestando contra a interferência de Romero Jucá nas ações que claramente prejudicam os servidores do Amapá.

 

A defesa dos direitos dos servidores amapaenses em garantir a opção de escolha pelo quadro da União é prioridade do nosso mandato. Nosso gabinete possui pessoal e estrutura dedicada exclusivamente a isso, inclusive brindando todo o apoio necessário quando das idas das delegações à Brasília. Já conseguimos muitas vitórias, como a edição da Lei Nº.: 13.121, de 08 de maio de 2015, que tem assegurado a transposição de milhares de servidores para o quadro da União.

 

Não vamos nos curvar à ameaça e à chantagem de quem quer seja! Todo apoio aos servidores públicos amapaenses!

 

1 comentário »

Patrícia Bastos lança Batom Bacaba em Macapá

Alcilene Cavalcante em 25 de outubro de 2016

patricia-bastos

Dia 11 de novembro, Batom Bacaba será lançado em Macapá, repetindo o sucesso de São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas, onde Patrícia Bastos apresentou a obra no início de outubro, marcada pela mistura de ritmos como marabaixo, batuque e cacicó. Em Macapá, Patrícia estará com os músicos que a acompanharam nos shows das demais cidades, Dante Ozzetti, Du Moreira, Marcelo Effori, e percussionistas do Trio Manari, Kleber Paturi e Nazaco Gomes. O CD foi viabilizado através do edital Natura Musical de 2015, no qual o projeto foi selecionado.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Você Repórter

Alcilene Cavalcante em 25 de outubro de 2016

vocereporter

De: Silvio Ricardo dos Remedios Moura <[email protected]>

Corpo da mensagem:
Prezada Sra Alcilene Cavalcante,moro aqui na Avenida Pedro Baião no perímetro entre Jovino Dinoá e Odilardo Silva, e no mesmo funcionam apenas só 2 luminárias,sendo que a noite e quase uma escuridão total,como é fundos da escola Alexandre Vaz Tavares, e por não ter residências neste lado da via.No site da Cea vi que devemos procurar a prefeitura de Macapá, voce através do seu site poderia nos dar uma auxilio em relação a este problema de falta de iluminação,sei que vários pontos da cidade, também estao as escuras, mas aqui atrás da Escola e alvo fácil de marginais,em cima dos transeuntes que percorrem esta via.Desde já agradeço com sua colaboração .


Este e-mail foi enviado de um formulário de contato em Repiquete no Meio do Mundo (http://www.alcilenecavalcante.com.br)

Resposta

Prezado Silvio

A iluminação pública ainda é de responsabilidade da CEA, que arrecada a taxa de iluminação pública paga por todos nós munícipes.

A CEA deve entregar a iluminação pública para as prefeituras, bem como, os recursos recolhidos através da taxa, mas para isso, conforme previsto em regulamento da ANEL, precisa cumprir algumas obrigações e entregar em condições às prefeituras.

 

Você Repórter

Sessão no blog onde você pode mandar notícias, registros, fotos e vídeos sobre o que acontece na cidade ou no estado.

 

4 comentários »

A patuscada do debate da TV Record em Macapá

Alcilene Cavalcante em 23 de outubro de 2016

A TV Record em Macapá, que tem como um dos sócios o empresário Adiomar Veronese, candidato a vice na chapa de Gilvan Borges, realizou na ultima sexta-feira, debate com os candidatos Clécio Luiz e Gilvan Borges.

O que se viu:

A emissora começou o debate veiculando matérias velhas e looooongas sobre as convenções e os votos no primeiro turno, visivelmente para ganhar tempo.

Gilvan começou o debate nervoso, agressivo e depois galhofeiro, pedindo ao candidato Clécio “Olhe nos meus olhos”. Uma cena patética que viralizou nas redes sociais.

debate-olhos

Quem assistiu percebeu que o prefeito Clécio se segurou mais do que nunca para manter a linha. Tanto para não se irritar quando Gilvan chegou ao nível máximo da agressão, quanto para não gargalhar quando ele descompensou.

Gilvan foi muito mal no debate, e Clécio sobrou e passeou.

E o que a emissora fez?

O quarto bloco, que segundo as regras, era confronto entre os candidatos, foi “capado”, e ficou só as considerações finais.

Nas redes sociais a turma não deixou o ki-suco ferver.

debate-1

Jornalista Jr Nery

debate-2

Economista e mestre Charles Chelala

debate-3

Jornalista Silvio Souza

Jornalista Jackeline

Jornalista Jackeline

Jornalista Rafaela Carrera

Jornalista Rafaela Carrera

E não adianta vir com processo contra o blog, pra tirar do ar, essa é a MINHA opinião. Caixinha de comentários aberta para o contraditório.

8 comentários »

Poeta Joaãzinho Gomes. Como é bom tê-lo!

Alcilene Cavalcante em 23 de outubro de 2016

Tiver o prazer de ouvir no sábado, no rádio do carro, uma entrevista do poeta e compositor Joãozinho Gomes, ao jornalista Luiz Melo.

Daquelas entrevistas que faz você parar e ficar ouvindo.

E que quando termina você sabe que aprendeu mais de poesia, arte, Amazônia e de coisas da vida.

Coisas de poetas e artistas.

Meu sábado ficou bem melhor.

joaozinho-2_n

Joaozinho com o parceiro Henrico Di Micceli, e A VOZ Patrícia Bastos

Deixar um comentário

Aeroporto e Segurança Pública encabeçam prioridades da bancada federal do Amapá

Alcilene Cavalcante em 23 de outubro de 2016

Senadores do Amapá

Senadores do Amapá

 

A bancada federal do Amapá, após diversas reuniões no Congresso Nacional, priorizou para 2017, quatro emendas onde duas serão impositivas, ou seja, com a obrigação do governo federal de executá-las. Encabeçando as prioridades do OGU 2017 estão: a conclusão do aeroporto Internacional de Macapá Alberto Alcolumbre e a segurança pública no Estado.

 

A bancada tem à disposição, o montante de R$224 milhões para essas duas emendas, sendo R$124 milhões destinados ao aeroporto e R$100 milhões para estruturação,  reaparelhamento e modernização da segurança pública no Amapá, em especial à região metropolitana de Macapá e Santana. Outras duas emendas, não impositivas, foram para saneamento básico e também para conclusão da BR-156.

 

As emendas definidas pela bancada foram entregues à Comissão Mista de Orçamento e a decisão sobre as prioridades foi conduzida pelo senador Davi Alcolumbre, atual coordenador da bancada. ”Busquei orientar os parlamentares a priorizarem as áreas de infraestrutura, saúde educação, mesmo sabedor das necessidades de investimentos em outras áreas.  Procurou-se manter um equilíbrio entre o desejo e visão dos parlamentares e as áreas que receberão os recursos,” avaliou Davi.

Deixar um comentário

CAPES autoriza Unifap a implantar Mestrado Profissional em Estudos de Fronteira

Alcilene Cavalcante em 23 de outubro de 2016

A carta de cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) da Universidade Federal do Amapá (Unifap) foi ampliada. A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação recebeu o parecer favorável da Plataforma Sucupira do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) pela implantação do Mestrado Profissional em Estudos de Fronteira dentro da área de conhecimento em ciência política e relações internacionais.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário