Publicidade

Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Confira as agendas dos candidatos ao governo do Estado nesta quarta-feira (22)

Lilian Monteiro em 21 de agosto de 2018

*AGENDA DO CANDIDATO AO GOVERNO CAPI 40*

*Dia: 22/08/18 Quarta-Feira*

*MANHÃ*

*08:30h*
Visita a área comercial do Bairro Novo Horizonte.

*10:00h*
Visita ao Porto de Macapá, aos barqueiros do Bailique e comerciantes.
Local: Canal do Jandiá – Posto do Careca.

*Tarde*

*12:30h*
Reunião com liderança da juventude

*15:30h*
Reunião com apoiadores de campanha

*16:30h*
Caminhada de fim de tarde no Bairro Brasil Novo

*NOITE*

*19:00h*
Reunião com apoiadores do candidato à deputado Isaack

*20:00h*
Plenária com apoiadores do candidato a deputado estadual Coronel Barbosa.

*20:30h*
Reunião com apoiadores da candidata a deputada estadual Cristina Almeida

Agenda do candidato Waldez Góes para o dia 22 de agosto.

9 horas- Visita às obras da Estação de Tratamento Água Caesa /Zona Norte.

Local: Ao lado do Segundo Batalhão

12 horas – Reunião com candidatos ao Senado.

16 horas – Adesivação em Santana. Praça Cívica.

*Agenda*
Agenda Davi 25

Quarta-feira, 22 de agosto

10h00 Grande caminhada, na cidade de Vitoria do Jari
Concentração: proximo à Escola Teotônio Vilela

tarde

16h00 Plenária do Uzyan
18h00 Visitas
19h00 Reunião com lideranças
20h00 Grande reunião mobilizadora dos vereadores de Laranjal do Jari

21h com apoiadores em Laranjal do Jari

Deixar um comentário

Terremoto no Amapá

Lilian Monteiro em 21 de agosto de 2018

 

O Terremoto de 7.3 na costa da Venezuela no início  da noite desta terça-feira, 21,  atingiu Macapá, capital do estado do Amapá. Pessoas que estavam em prédios de faculdade, como a Fabran relataram sentir o abalo sísmico. O Corpo de Bombeiros chegou  ao local  e evacuou os prédios.

Deixar um comentário

Ministério dos Direitos Humanos promove discussão sobre a violência contra a população negra no Amapá

Lilian Monteiro em 21 de agosto de 2018

 

A Secretaria Extraordinária de Políticas para os Povos Afrodescendentes (Seafro) participa na quarta-feira, 22, de uma discussão sobre a violência racial, intolerância religiosa e xenofobia. O evento vai ocorrer às 8h no Museu Sacaca, em Macapá.
A discussão é promovida pela Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, vinculada ao Ministério dos Direitos Humanos. O titular da pasta, Juvenal Araújo, estará presente no evento.

Deixar um comentário

Presidentes de Tribunais e Procuradores participam de reunião com a ministra Cármen Lúcia que apresenta o BNMP 2.0

Lilian Monteiro em 21 de agosto de 2018

O Presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, dsembargador Carlos Tork, e o Procurador-Geral do Ministério Público Estadual, Márcio Augusto Alves, participaram na tarde de ontem (20), de reunião no Supremo Tribunal Federal (STF). Na oportunidade, a ministra Cármen Lúcia apresentou o Cadastro Nacional de Presos, desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), aos presidentes dos Tribunais de Justiça e procuradores-gerais dos Estados e Distrito Federal.

Durante a apresentação do também denominado Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP 2.0), que revela com detalhamento e precisão o perfil da população carcerária nacional, a ministra Cármen Lúcia propôs um Acordo de Cooperação Técnica entre o CNJ e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para que promotores e procuradores também tenham acesso às informações sobre os presos e o sistema prisional brasileiro.


Para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o Cadastro de Presos será fundamental para melhorar a administração prisional e promover Justiça. “Hoje é um dia histórico. Recebo com muita responsabilidade e alegria o cadastro de presos brasileiros do CNJ. A situação prisional é grave e crônica e durante mais de 12 anos ouvi falar que isso seria resolvido. Finalmente, o País conta com uma base de dados confiável, com informações recentes e atualizadas, para aumentarmos nossa eficiência. Isso permitirá saber, com precisão, informações como gastos com alimentação e medicamentos com presos, assim como o correto tempo de cumprimento de pena”, disse.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

MP Eleitoral impugna 13 registros de candidatura no Amapá

Lilian Monteiro em 20 de agosto de 2018

O Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) apresentou ao Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) ações de impugnação contra 13 registros de candidatura para os cargos de governador, vice-governador, 1º e 2º suplente de senador, deputado federal e deputado estadual. Até o fim do prazo, que encerra na próxima quarta-feira (21), podem ser apresentadas novas ações.


Entre as candidaturas contestadas, estão as de pessoas que sofreram condenações criminais, tiveram contas rejeitadas pelos Tribunais de Contas da União e do Estado, e de servidores públicos que deixaram de comprovar ou perderam o prazo para desincompatibilização.
O MP Eleitoral pede à Justiça que os impugnados sejam notificados para apresentar defesa e que as ações sejam julgadas procedentes para indeferir os pedidos de registro de candidatura, em razão da ausência de elegibilidade.

Confira, abaixo, a lista de impugnados:

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Juíza Alaíde Maria de Paula estipula prazo de 3 dias para que o GEA deposite em juízo recursos para compra de medicamento para UNACOM

Lilian Monteiro em 20 de agosto de 2018

A juíza Alaíde Maria de Paula, titular da 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá, especializada em demandas da saúde, decidiu hoje, em audiência, que o Governo do Estado deverá realizar depósito judicial, no importe de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), valor este dividido em duas parcelas, sendo a primeira parcela de 50% do valor, dia 23/08/2018, e o restante com 30 dias, para compra de medicamentos destinados a pacientes com câncer. A decisão a tende ao processo Nº 0010203-14.2010.8.03.0001, de autoria do Ministério Público do Estado.

A promotora Fábia Nilce Santana, da Promotoria da Saúde, informou que o processo em voga é uma das 50 ações de interesse coletivo movidas pelo MP-AP. “Essa ação diz respeito à regularização do fornecimento de medicamentos para a Clínica Oncológica. Esse processo foi sentenciado em 2010, com decisão transitada em julgado. Iniciamos um procedimento de execução dessa decisão, mas desde 2004 os acordos não vêm sendo cumpridos pelo estado”, declarou a promotora.

Como resultado da audiência realizada nesta segunda-feira (20), a juíza Alaíde destacou que ‘deseja implementar nessas ações de saúde um formato harmônico com todos os atores envolvidos com a solução do problema, sobretudo as ações coletivas, para que os resultados sejam otimizados com o menor custo”, disse a magistrada.
Ela não determinou o bloqueio das contas, mas exigiu que o secretário de estado da saúde, Gastão Calandrini, se comprometesse com os depósitos dos valores acordados nos prazos estipulados pelas partes. “Chamarei as empresas para conversar, aquela que apresentar a melhor proposta e melhores condições para pagamento, terá o veredicto para fornecer os medicamentos para a Unidade de Alta Complexidade do Hospital Alberto Lima (UNACOM)”, enfatizou a magistrada.
A juíza assegurou ainda que, no caso de não cumprimento do acordo, as contas do estado serão bloqueadas para que seja efetivado o depósito. A decisão também determinou prazo de 45 dias para que a Secretaria de Saúde do Estado conclua o processo licitatório para a compra regular dos medicamentos.
– Macapá, 20 de agosto de 2018 –
Assessoria de Comunicação Social
Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial
Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá
YouTube: TJAP Notícias
Flickr: www.flickr.com/photos/tjap_oficial
Instagram: @tjap_oficial
Programa Justiça por Elas- Rádio 96.9 FM
Programa Conciliando as Diferenças- Rádio 96.9 FM
Programa Nas Ondas do Judiciário- 630 AM
Programa Justiça em Casa- Rádio 96.9 FM
Programa Justiça Contando Histórias- Rádio Difusora

Bernadeth Farias

Assessora de Comunicação Social/ TJAP

Deixar um comentário

No TRE-AP, candidatos participam de debate com alunos do Projeto “Eleitores do Futuro”

Lilian Monteiro em 20 de agosto de 2018

 

A Justiça Eleitoral do Amapá (TRE-AP), proporcionou na manhã desta segunda-feira (20), no plenário da Corte, o primeiro encontro entre os candidatos ao cargo de governador do Amapá, após o registro de suas candidaturas.

 

Promovido pela Diretoria-Geral e a Escola Judiciária Eleitoral do Amapá, o debate reuniu em torno de 200 alunos com idades entre 10 e 15 anos, de escolas públicas e privadas, inseridas no “Projeto Eleitor do Futuro”.

 

A cerimônia de abertura contou com a presença do presidente do TRE-AP, desembargador Manoel Brito, do desembargador Rommel de Araújo, juiz Rogério Bueno da Costa Funfas e do juiz Léo Furtado, diretor da EJE-TRE-AP.

 

Mediado pelo desembargador e professor João Guilherme Lages, durante duas horas, o encontro reuniu os candidatos Joao Alberto Rodrigues Capiberibe (PSB), Antonio Cirilo Fernandes Borges (PSL), David Samuel Alcolumbre Tobelem (DEM), Gianfranco Gusmão de Azevedo (PSTU), e Antonio Waldez Góes da Silva (PDT), que responderam questionamentos feitos diretamente dos alunos, sobre vários assuntos.

 

Questionamentos

 

As perguntas formuladas pelos alunos, trataram basicamente da área da educação. Os questionamentos trataram de políticas públicas e investimentos para a área. Outros assuntos tratados foram sobre geração de emprego, meio ambiente, tarifas de transporte e creches.

Cada candidato tinha 3 minutos para responder sobre o tema.

 

Avaliação

Para o coordenador da EJE-TRE-AP, Rinaldo Farias, o encontro foi superou as expectativas da organização. “Foi um momento importante para o processo democrático, pois oportuniza um encontro frente a frente dos candidatos e futuros eleitores do Amapá”, concluiu.

 

As assessorias dos candidatos também elogiaram a iniciativa da Justiça Eleitoral, em despertar no eleitor do futuro o senso crítico e chamar a atenção para a responsabilidade nas escolhas de seus representantes.

 

Registro

A Assessoria de Comunicação do TRE-AP disponibilizou o conteúdo do debate em áudio e vídeo, na página do Regional www.tre-ap.jus.br basta clicar no ícone “Sessão ao vivo”, no canal do YouTube. https://www.youtube.com/watch?v=Q5Nx6v_P3Ns

 

 

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá

Assessoria de Comunicação e Marketing

98414-2659 32101-150

 

Cley de Jesus Sarraf de Abreu

Deixar um comentário

Agenda dos Candidatos ao governo para esta segunda-feira, 20

Alcilene Cavalcante em 20 de agosto de 2018

Waldez Góes
10h Programa Eleitor de Futuro – Debate: Candidatos ao cargo de Governador do Estado do Amapá.
Realização: Justiça Eleitoral do Amapá
Local: Auditório do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
19h30 – Encontro com os candidatos
Realização: Fecomércio-AP
Local: Auditório do Senac-AP.
Capi
Nota do Blog –
São publicadas as agendas enviadas pelas assessorias dos candidatos e no formato enviado.

Deixar um comentário

Ranking Folha mostra quais estados fazem mais com menos. Amapá é o mais ineficiente

Lilian Monteiro em 20 de agosto de 2018

Fernando Canzian

SÃO PAULO

Ferramenta inédita lançada pela Folha e o Datafolha mostra quais estados entregam mais educação, saúde, infraestrutura e segurança à população utilizando o menor volume de recursos financeiros.
O REE-F (Ranking de Eficiência dos Estados – Folha) considera 17 variáveis agrupadas em 6 componentes para calcular a eficiência na gestão dos 26 estados e detalha ainda a situação das finanças de cada um deles.

Numa escala de 0 a 1, cinco estados ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser considerados “eficientes” -Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Pernambuco e Espírito Santo. Outros seis mostram “alguma eficiência” no uso de seus recursos e os demais 15 podem ser considerados “pouco eficientes” ou “ineficientes”.


O objetivo do REE-F é quantificar o cumprimento, pelos governos estaduais, de funções básicas e previstas em lei segundo seus recursos financeiros.
Aparecem mais bem posicionados os estados que gastam menos, por exemplo, para ter mais jovens na escola, médicos e leitos em hospitais, redes de água e esgoto, melhores rodovias e menores índices de violência.


A partir do cruzamento com a atividade econômica dos estados, o REE-F mostra que aqueles que mantêm ou que ampliaram sua base industrial e de serviços na composição do PIB (Produto Interno Bruto), com impacto positivo na arrecadação de impostos, tendem a ser mais eficientes. Já os que têm a agricultura, a administração pública e os repasses da União como principais fontes de receita se saem pior.

Ler o restante do post »

1 comentário »

Apresentação de 15 projetos idealizados pela Fábrica Cultural

Lilian Monteiro em 20 de agosto de 2018

 

A Secretaria de Estado de Cultura (Secult) vai apresentar na segunda-feira, 20, a partir das 16h, no Teatro das Bacabeiras, a Fábrica Cultural. Trata-se de uma ferramenta que trabalha com a implementação de projetos culturais que devem ser desenvolvidos nos próximos meses.

De 15 projetos elaborados, três estão prontos e devem acontecer em novembro deste ano: Festival de Música no Meio do Mundo; Mostra Santanense de Difusão Cultural e Festival Amazônico de Hip-Hop. Os projetos serão realizados através de emendas parlamentares com contrapartida do Estado e acontecerão em Macapá e Santana.

Na segunda-feira, serão apresentados os 12 projetos que contemplaram todos os municípios e que estão em fase de conclusão, aguardando licitação. Será informado como cada segmento cultural poderá participar deles.

Deixar um comentário

Publicado no Instagram

Alcilene Cavalcante em 19 de agosto de 2018

Eu e meus irmãos. O da esquerda é o Zoth, que mora em Manaus. O Zoth parece uma estrela que some e aparece por Macapá. Mas quando ele aparece, tudo fica mais alegre, musical, carinhoso e afetuoso.Volta logo, irmão. Vc sempre faz o nosso mundinho mais feliz e gostoso. Atravessa de braçada o Solimões e sempre chegarás ao Amazonas.Se a sua alma livre e musical, rodou o mundo e virou manauara, os seus pés sempre serão Tucujus. Amamos vc.
Publicado no Instagram

Deixar um comentário

A porta do oriente – Post de Viagem

Alcilene Cavalcante em 17 de agosto de 2018

*Helenilson. Professor de francês. Viajante. Viajado. Entusiasta do turismo. 

Se tem uma pessoa especialista em descobrir países essa pessoa é a Glória Maria, todo mundo sabe. Uma vez o Faustão perguntou à ela qual o país mais interessante do mundo, ao que ela respondeu de imediato : O Marrocos.
Eu não aguentei, tive que ir lá !


Eu estava na França e fui passar uma semana no Marrocos, que está localizado no norte da África é é um país muito visitado. Tem a opção de ir saindo de São Paulo, o vôo dura 10 horas , a companhia é a Royal Air Maroc e você é tratado como um rei.
São Paulo / Marrakech / São Paulo r$ 3.100 para voar em novembro.

O Marrocos tem várias cidades turísticas, mas por causa da música do Caetano eu escolhi Marrakech. Acertei !

Você se sente num conto das mil e uma noites. O mercado vende as lâmpadas de Aladim (sem gênio) , comida árabe, artigos em couro,luminárias, especiarias, incensos e uma infinidade de produtos genuinamente orientais.


Como o país é uma antiga colônia francesa, lá se fala árabe e na escola se estuda francês. Todo mundo fala as duas línguas.
Eu tive a sorte de estar lá na época do Ramadã, o mês sagrado para os muçulmanos. Muita oração de dia e muita comida gostosa depois do por do sol.
TUDO no Marrocos é bonito.
As pessoas são gentis, a comida é excelente a cultura árabe é um espetáculo.
A praça Jemaa el-fna é mundialmente conhecida, lá estão os encantadores de serpentes, mercadores, comidas típicas e música, música árabe pra todo lado.


Nada tem preço fixo, tudo é negociável. _ Quanto é? _Quanto você me dá ?
O que você quer fazer ?
Passeio de camelo no Saara?
Visitar uma village berbére?
Tomar banho de mar ?
Um jantar numa tenda no deserto com odaliscas fazendo a dança do ventre ?
Passear de carruagem pela cidade ?
Voar de tapete ? (Esse tava em falta no dia que eu fui)
O dirhan é a moeda marroquina e equivale à 0,40 de real. É um país mais barato que o Brasil.
O suco de laranja é o melhor do mundo e o chá de menta é a bebida mais popular. Como em todos os países muçulmanos, a bebida alcoólica é vendida somente em lugares autorizados, como boates, restaurantes. O Marrocos é o país árabe mais aberto aos ocidentais e um dos mais seguros.
Para quem gosta de viver o exótico, é lá.
Diária em uma riad: r$ 150
( riads são uma espécie de palacete que foram transformados em hotel)
Passeio de carruagem pela cidade : r$ 18
Um tapete no mercado : Nem pense nisso, é pesado e custa uma fortuna.
Um detalhe, mas não se assuste, é quente. Afinal é África, é Saara.

Deixar um comentário

Para o MP-AP, a centralização na compra de medicamentos deve agilizar abastecimento na rede pública de saúde

Alcilene Cavalcante em 17 de agosto de 2018

Nesta sexta-feira (17), a secretária-geral do Ministério Público do Amapá (MP-AP), promotora de Justiça Ivana Cei, e os promotores da Saúde, Fábia Nilci e André Araújo, participaram de reunião, no Palácio do Setentrião, com o governador do Estado em exercício, desembargador Carlos Tork, e gestores estaduais, quando puderam acompanhar a assinatura do decreto que estabelece novas regras para a centralização de compras de remédios à rede saúde de saúde.

Para os membros do MP-AP, a medida deve agilizar o abastecimento em hospitais e postos de saúde. Além de estabelecer novas regras visando a aquisição de medicamentos, foi criada uma Câmara Técnica Permanente com objetivo de acompanhar esse processo, a fim de que tenha efetividade. “Precisávamos de uma regra básica para licitar. “O estado comprava tudo o que era de sua competência e também o que não era, e comprava mal. E o Município, algumas vezes, também comprava o mesmo produto”, manifestou Tork.

O decreto estabelece, ainda, que a compra será centralizada no Estado, por meio da Central de Licitações e Contratos, de responsabilidade da Procuradoria-Geral do Estado (PGE). O desembargador ressaltou que a medida já estava em andamento na agenda do governador Waldez Góes.

Agenda com a Promotoria de Saúde

decretosaudegov mesa reuniao

Na última segunda-feira (17), o desembargador Carlos Tork, reuniu com os titulares da Promotoria de Defesa da Saúde, André Araújo e Fábia Nilci, quando ouviu dos membros do MP-AP relato atualizado sobre as condições de funcionamento nas principais unidades de saúde do Estado, tais como: Hospital de Emergências; Hospital de Clínicas Alberto Lima (HCAL); Pronto Atendimento Infantil (PAI); Maternidade Mãe Luzia e Unidade de Alta Complexidade em Oncologia – UNACON.

Problemas ligados à falta de infraestrutura, carência de leitos, constante interrupção no fornecimento de medicamentos e dificuldade de acesso à exames representam boa parte da demanda por atendimento nas Promotorias da Saúde. As denúncias, confirmadas em inspeções cotidianas realizadas pelos promotores e equipe técnica, resultaram em cerca de 50 ações judiciais de interesse coletivo, boa parte centralizada na 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública de Macapá, à espera de solução.

A titular da 4ª Vara, juíza Alaíde de Paula, também estava presente no evento de assinatura do decreto, além de gestores da Secretaria Estadual de Saúde e PGE.

 

Serviço:

Ana Girlene

Fotos: ascom GEA e ascom TJAP

Assessoria de comunicação do MP-AP

1 comentário »

No primeiro dia como governador interino, Tork priorizou a Segurança Pública

Alcilene Cavalcante em 16 de agosto de 2018

O desembargador Carlos Tork, que está como governador interino nesta quinta e sexta-feira, priorizou a Segurança Pública no primeiro dia no cargo.

A agenda de compromissos de Tork no Palácio do Setentrião iniciou com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Coronel Carlos Souza.

Logo depois ele reuniu com comandante-geral da Polícia Militar do Amapá, coronel Rodolfo. Com Rodolfo, o desembargador aproveitou para prestar sua solidariedade à corporação pela morte brutal da Cabo Emily.

Criação de GT de informações para combater o crime organizado

Ainda na manhã desta quinta-feira, o governador em exercício assinou o decreto que institui o Grupo de Trabalho para Consolidação do Sistema de Comunicação Integrado entre Judiciário, Executivo e Ministério Público.

De acordo com o Tork, a proposta para criação do sistema partiu do Comitê Estadual de Segurança, formado por representantes dos três poderes e das instituições públicas que trabalham na manutenção da paz e no combate à criminalidade. A criação desse ambiente privado para a troca de informações entre os entes que trabalham com a segurança pública no estado objetiva uma maior integração dessas instituições em prol da proteção da sociedade.

“Estamos dando início a esse grupo de trabalho formado para que as equipes técnicas passem a trabalhar em uma plataforma que possibilite a troca virtual e segura de informações sobre a segurança pública. Essa é mais uma ação que ajudará a combater o crime organizado no Amapá”, enfatizou o desembargador.

O magistrado ainda ressaltou que um dos benefícios desse sistema será o de auxiliar os juízes com informações fundamentais para o julgamento de crimes.  “A plataforma possibilitará ao juiz, se achar adequado, saber com maior clareza sobre os casos que está julgando. Muitas vezes a folha de antecedentes criminais não reflete totalmente o nível de periculosidade de alguns réus”, finalizou.

Saúde

 

Nesta sexta-feira (17), às 8h30, o desembargador assinará um decreto para regularizar o fornecimento de medicamentos no estado, além de reunir com os secretários de saúde dos municípios.

 

Deixar um comentário

Eleitor pode denunciar irregularidades pelo WhatsApp

Alcilene Cavalcante em 16 de agosto de 2018

A partir desta quinta-feira (16), o Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) passa a receber denúncias de irregularidades pelo WhatsApp, no número (96) 98134 5151. Cidadãos podem enviar notícias sobre compra de votos, transporte ilegal de eleitores, distribuição de cestas básicas em troca de votos, e outros ilícitos.

 

Pelo canal, não serão recebidas chamadas, apenas mensagens, documentos e arquivos de imagem, áudio e vídeo. O MP Eleitoral solicita que as denúncias contenham a maior quantidade de detalhes e dados possíveis, como o local da ocorrência e o nome do candidato, por exemplo.

 

Denúncias

As mensagens enviadas para o número (96) 98134 5151 serão analisadas pelo MP Eleitoral. Caso haja elementos suficientes, que permitam concluir pela ocorrência ilícita, serão adotadas medidas adequadas.

 

Além do WhatsApp, é possível enviar denúncias pela Sala de Atendimento ao Cidadão, no endereço www.cidadao.mpf.mp.br ou pelo aplicativo SAC MPF.

 

O cidadão, também, pode comparecer à sede da Procuradoria da República no Amapá, na avenida Ernestino Borges – 535, ou se dirigir à promotoria de Justiça do seu município.

Os endereços constam na página da PRE: www.mpf.mp.br/preap.

 

Deixar um comentário

Desembargador Carlos Tork assume o governo

Alcilene Cavalcante em 16 de agosto de 2018

Com a renúncia de Papaléo do cargo de vice-governador, e em virtude de viagem para fora do Estado do Governador do Amapá, Waldez Góes, e do Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Kaká Barbosa, o presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Carlos Tork, assume hoje e amanhã, 16 e 17 de agosto,  o governo do estado. Expediente de Tork esses dias é no Palácio do Setentrião.

Carlos Tork é desembargador pelo quinto constitucional, eleito pela OAB. Amapaense, gestor dos mais competentes e militante das boas causas, Tork baixou suas nobres bandeiras de posições políticas, de causas sociais e de debates históricos, em favor de seu papel como magistrado.

 

Deixar um comentário

OUÇA MAMÃE – Uma crônica de Ruben Bemerguy

Alcilene Cavalcante em 15 de agosto de 2018

OUÇA MAMÃE


Mãezinha, me ouça. Desculpe a hora, mas me ouça.
Não consigo dormir sem que antes a senhora me ouça, mamãe.
Já faz alguns dias que me pego entre meias-noites e o sol nascente e eu to cansado mãe.
Me faça dormir mãe, por favor.
Se a senhora me ouvir basta. Eu durmo, mãe. Sempre foi assim.
Eu digo, mãezinha, que a senhora cultua como poucos a sabedoria de saber ouvir e ouvindo fazer dormir.
Eu lembro mãe de um tempo em que a senhora me ouvia, mesmo sem que eu dissesse uma só palavra.
De minha parte, mãe, eu escondia minha voz para ocultar minhas perigosas diabruras. Eram fugas memoráveis para o igarapé das mulheres, para o poço do mato e para o rio amazonas onde navegar equilibrando em troncos representava dançar em ondas acrobatas. Eu também gazeteava aulas para jogar futebol na Praça do Barão.
Mas mãe, mesmo escondendo minha voz, voz que escondiam as estripulias, a senhora parece que me ouvia e sabia de tudo.
Eu cismava de todo mundo, mãe. Entre nós, havia um alcaguete.
Eu desconfio que a Maria, empregada lá de casa, é quem delatava o igarapé das mulheres, o poço do mato e o rio, além das aulas que eu gazeteei. Suspeito também que o Zé, da mercearia da esquina, era cúmplice da Maria. Só o Zé sabia do igarapé das mulheres, do poço do mato, do rio e das fugas das aulas.
Se não era a Maria, se o Zé também não era cúmplice da Maria, eu confirmo minha convicção de que a senhora era mesmo uma feiticeira mãe. Quase bruxa.
Agora imagine mãe: se eu tivesse guardado o igarapé das mulheres no guarda-roupas do meu quarto; se eu tivesse guardado o poço do mato embaixo da minha cama; se eu tivesse guardado o rio nos meus olhos; se eu tivesse permanecido gazeteando aulas para jogar futebol!
Mãe, o igarapé das mulheres hoje estaria intacto. O igarapé, as mulheres, as roupas, as músicas, as tradições e a alegria do igarapé.
O poço do mato não seria, como hoje, porque nunca foi, um simples poço. Imagine, mãe, passar pelo poço do mato como passam agora as pessoas. Indiferentes, apressadas e sequer o reconhecem. Um crime mãe. A senhora nem acredita. Mãe, eu reverenciava o poço do mato e ainda hoje o reverencio. Era o poço de meus segredos. Esses segredos eu não contava nem para o Zé, da mercearia da esquina.
O Rio amazonas, se eu o tivesse guardado nos meus olhos, não teria sido atolado de barro. Não seria diminuído por homens maus. O rio seria o mesmo rio, mãe.
Mãe, quanto as aulas que gazeteei para jogar futebol, tenho pra mim que foi um erro seu desestimular essa prática. Mãe, hoje eu poderia ser um Cristiano Ronaldo! Acho, sinceramente, que nesse quesito a senhora mandou mal!
Ah, mãe, se o tempo voltasse. Se o tempo voltasse, mãe!
Mas, ouça só um pouquinho mais, mãe.
É que tudo o que contei tira meu sono, mãe.
Mas tem outra coisa que não está me deixando dormir.
É que, como a senhora sabe, o Wagner, um amigo meu que é advogado aqui no Amapá e que, inclusive, foi presidente da OAB, um homem do bem, me convidou para concorrer ao Senado Federal nessas eleições.
O Wagner será candidato a Senador e eu provavelmente a seu suplente, com muita honra. Então, mãe, diante dessa realidade possível eu passei a estudar o Estado do Amapá.
Estudos por índices estatísticos. É que, se me proponho a contribuir, eu preciso conhecer as entranhas do Estado e isso só se alcança a partir dos índices, a senhora não acha mãe?
Ouça isso, mãe:
Somente 4 em cada 100 habitantes no Amapá contam com rede de esgoto, mãe. Talvez o pior índice do país em termos de saneamento básico. Básico, mãe. Uma crueldade.
A pobreza aqui, mãe, passou de 6,54% para 13,42% da população. Dobrou em um ano, mãe. São inúmeras pessoas sobrevivendo com menos de R$ 5,50 por dia, mãe. É fome, mãe. Fome mesmo.
Mãe, Macapá e Santana, os dois maiores municípios do Estado, aparecem entre as cidades mais violentas do mundo. Mãe, não são entre as cidades do Brasil, mas do mundo. Um horror.
O Amapá, mãe, foi o Estado com a maior taxa de desemprego do Brasil em 2017: 17,7% de desempregados.
O índice de mortalidade infantil é de 23,45%. Isso quer dizer, mãe, que em cada mil nascidos aqui, 23,2 bebês podem não completar um ano de vida. Tragédia humanitária.
Esses são só alguns dados, mãe. A intensidade da miséria social é escancarada.
Mãe, isso, para mim, não é determinismo.
Mãe isso é parte de um movimento político que cultua a desigualdade para perpetuar o poder. E aí, poucos têm muito e muitos não têm nada ou quase nada.
E, pior, eles, os que produzem e sustentam a desigualdade, a miséria mesmo, querem fazer parecer que a vida tem que ser assim.
Não, não tem que ser assim mãe.
E eu reparo, entretanto, uma coisa curiosa, mãe. Quem produz os políticos que produzem essas políticas são justamente as pessoas que suportam as consequências da política que os políticos fazem.
É dizer, mãe: as pessoas humildes que não tem hospital nem escola, que não acessam ao básico saneamento, que não tem emprego e que não tem quase nada, não se apercebem que seus votos seriam e são determinantes para alterar essa realidade.
Essas pessoas, por ingenuidade, imaginam que todos que se dispõe a fazer política são iguais. Imaginam, suponho, que não existem pessoas honestas em política. Essa lógica, mãe, reproduz indefinidamente a penúria social.
Eu acho que a falta de discernimento é tamanha, que acho que existem pessoas que acham que ninguém se importa com a dor delas e que a dor delas não é também a dor do outro.
Vivo um enorme dilema, mãe.
É por isso que vivo entre meias-noites e o sol nascente e não consigo dormir.
Mas agora que a senhora me escutou, mãe, eu sinto sono. Muito sono, mãe.
Vou dormir mãezinha.
Obrigado, mãe, por me ouvir outra vez.
Boa noite, mãe.

3 comentários »

Chef Socorro Pereira, de Macapá, representa o Amapá no Festival Fartura Comidas do Brasil em São Paulo

Lilian Monteiro em 14 de agosto de 2018

Mais de 75 atrações gastronômicas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal levaram a diversidade da gastronomia do país a 10 mil pessoas em São Paulo, no Festival Fartura – Comidas do Brasil no último fim de semana, dias 4 e 5 de agosto, no Jockey Club. Foram cerca de 25 mil pratos vendidos, da macaxeira rainha à paella amazônica, com chefs e produtores de todos os estados do Brasil. Um dos principais destaques, representando o Amapá, foi a chef Socorro Pereira, do restaurante Divina Arte, em Macapá. No espaço Conhecimento, ela preparou seu peixe frito com açaí.

O Festival Fartura integra a Plataforma Fartura – Comidas do Brasil, que tem como objetivo mapear personagens, produtores, cozinheiros, chefs, receitas, produtos e ingredientes – e seu caminho da origem até o prato Na edição paulista, o evento espantou a chuva e trouxe muitos sabores ao público. No espaço Chefs e Restaurantes e Petiscos, Lanches e Doces, os chefs Flávio Trombino, com seu Porquinho do Sertão, e Caetano Sobrinho, com a Coxinha de carne seca e requeijão de raspa mostraram que em Minas Gerais se conquista mesmo pelo estômago. O Ebi Korokke do recifense André Saburó também despontou na lista dos mais vendidos, assim como o Bolovo de Cogumelos, do ch ef Victor Dimitrow, que cozinhou em casa.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Davi Alcolumbre fará registro de candidatura ao governo do Estado nesta quarta-feira

Lilian Monteiro em 14 de agosto de 2018

O candidato da coligação “Trabalho e União pelo Amapá” ao governo do Amapá, Davi Alcolumbre (Democratas), acompanhado dos candidatos ao senado, Randolfe Rodrigues (Rede) e Sebastião Bala Rocha (PSDB), além da candidata a vice governadora, Silvana Vedovelli (PP), na quarta-feira (15), as 16h, farão os registros de suas candidaturas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Davi Alcolumbre fará a entrega do plano de governo, com os compromissos do candidato que devem ser cumpridos, quando for eleito em outubro próximo. Os setores mais destacados pela coordenação do plano de governo foram Segurança Pública, Saúde, Educação e Desenvolvimento Econômico; estes, por sinal, são os temas mais sensíveis para a nova gestão, que buscar soluções para todas as áreas, mas se concentrando nas problemáticas principais.

A coligação é formada por 14 partidos, entre os quais estão as siglas DEM, PSDB, PP,PSC, Avante, Solidariedade, Rede, PPL, PV, PMN, PSD, Podemos, Patriotas

Serviço

Registro das candidaturas das Coligação “Trabalho e União pelo Amapá”

Data: Quarta-feira 15/08

Hora: 16h

Local: Casa da Cidadania – TRE

Deixar um comentário