Publicidade

Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Dia de Macapá no Senado

Alcilene Cavalcante em 19 de Fevereiro de 2018

Hoje, 19, teve sessão em homenagem aos 260 anos de Macapá no Senado República.

A Sessão foi presidida pelo Senador Randolfe Rodrigues, que foi quem propôs a homenagem.

Três ex-prefeitos de Macapá estavam na sessão. Cleiton Figueiredo de Azevedo, prefeito nos anos 70. O senador Capiberibe, que foi prefeito de 1989 a 1992 e o vice-governador Papaleo Paes, que foi prefeito de 1993 a 1996.

Também compuseram a mesa o prefeito de Macapá, Clécio Luís, O desembargador, Carlos Tork, o senador Davi Alcolumbre  e o deputado André Abdon.

E teve música boa na Câmara Alta da República,  com a presença de Brenda Melo, Val Milhomem, Alan Gomes e Nena.

Randolfe com o ex-prefeito Cleiton. Reconhecimento

 

Deixar um comentário

Justiça ordena aumento de passagens de ônibus da linha Macapá/ Santana

Lilian Monteiro em 19 de Fevereiro de 2018

A 3ª Vara Cível e de Fazenda Pública de Macapá atendeu pedido das empresas de ônibus e concedeu tutela de urgência aumentando para R$ 3,60 o valor da tarifa do transporte público entre Macapá e Santana, em decisão publicada nesta segunda-feira, 19. O novo preço passará a valer após três dias da publicação da decisão.
Atualmente o preço da passagem entre Macapá e Santana é R$ 3,00. O Setap alegou prejuízos financeiros para justificar o aumento das passagens.

Deixar um comentário

Novo Sistema de Identificação Civil será implantado no Amapá

Lilian Monteiro em 19 de Fevereiro de 2018

Cerca de 120 funcionários da Rede Super Fácil, que atuam nos boxes da Polícia Técnico-Científica do Amapá (Politec), estão sendo treinados para operar o novo Sistema de Identificação Civil (SIC) que deve ser implantado no mês de março, nas unidades da capital e também nas seccionais de Santana, Laranjal do Jari, Tartarugalzinho e Oiapoque. O SIC foi desenvolvido pelo Centro de Gestão de Tecnologia da Informação (Prodap). O treinamento tem duração de três dias no auditório da Universidade Estadual do Amapá (Ueap).

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Publicado no Instagram

Alcilene Cavalcante em 19 de Fevereiro de 2018

AlcineaDay!!! Hoje é dia de @alcinea . Irmã, protetora, ama os meus filhos como se dela fossem. Me embalou, me cuidou e me ensinou a gostar de muitas coisas legais na vida. De inteligência privilegiada, é Escritora, poeta, professora, jornalista, repórter de feeling privilegiado, blogueira de grande credibilidade, imortal da Academia de letras. Mas acima de tudo, Alcinéa é uma alma boa. Terna, afetuosa, vivaz e olha sempre no olho. Agradeço a Deus por ter essa IRMÃE na minha vida. Saúde e paz, que a sua felicidade é espiritual e permanente. 🥂🥂🍾🍾️️️
Publicado no Instagram

Deixar um comentário

Diocese de Macapá apresenta cartaz e programação da Festividade de São José 2018

Lilian Monteiro em 19 de Fevereiro de 2018

A Diocese de Macapá apresentou nesta segunda-feira, 17, na Catedral de São José de Macapá, o cartaz e a programação da Festividade de São José 2018, o santo padroeiro do Amapá. Este ano, a programação será realizada no período de 26 de fevereiro a 19 de março.

Para 2018 o tema escolhido foi “Com São José, pai trabalhador, cristãos e cristãs para uma sociedade melhor”, e o lema é “Não é ele o filho do carpinteiro?”(MT 13,55),  inspiração para a homenagem aos profissionais que atuam em diversas atividades, bem como aos cidadãos que se encontram desempregados. A arte do cartaz alusivo à festividade 2018 destaca a imagem de São José junto ao menino Jesus, filho adotivo na fé de José, e no plano de fundo a imagem de José no seu ofício de carpinteiro, representando a classe trabalhadora. José era carpinteiro, homem trabalhador e ajudou na educação do menino Jesus e lhe ensinou sobre sua profissão.

 

Deixar um comentário

Publicado no Instagram

Alcilene Cavalcante em 18 de Fevereiro de 2018

E hoje a amiga @tanhasilva completa mais uma voltinha em torno do sol, mais linda do que nunca. Jornalista, cerimonialista e Pastora. Uma irmã que Deus me deu em forma de amiga há mais de 20 anos, quando nos juntou como colegas de trabalho. E já foram tantos e maravilhosos trabalhos juntas. Te amo para sempre, amiga. Que Deus continue te usando e te abençoe com muita saúde, proteção, paz na sua linda família, e muitas alegrias.
Publicado no Instagram

Deixar um comentário

A pajelança hoje é cabocla

Alcilene Cavalcante em 18 de Fevereiro de 2018

Começando o post com um verso da campeã Beija-flor pra dizer à vocês o óbvio: não tem nada definido nas eleições do Amapá.
E que qualquer análise que diga que fulano está eleito e que sicrano está fora, é desonesta, por parte do analista político que queira empurrar teses desse tipo.
Duas candidaturas ao governo estão postas:
Waldez Góes – político carismático, o que conta muito em eleição majoritária. Experiente. É um dos mais habilidosos na arte da política que o Amapá já viu. Tem contra si o desgaste do governo. E a favor,  o mesmo governo, com a máquina que sabe usar, inclusive para triturar adversários. Nessa eleição,  tem uma pedreira chamada Davi Alcolumbre.


Davi também é carismático. É resolutivo. Hiperativo, consegue fazer mil coisas ao mesmo tempo. Davi vem com apoio substancial do DEM, que mantém a vaga no Senado e ainda pode ganhar um governador. E tem o apoio do principal eleitor dessa campanha que é o prefeito de Macapá, Clécio Luís.


Sua fragilidade de apoiar o governo Temer, e de ser de direita, é equilibrada com o apoio de parte da esquerda na aliança com Clécio e Randolfe.

Para o senado, as candidaturas colocadas até agora mostram que: não vai ter passeio nem vida fácil pra ninguém.
A disputa será acirrada.
Senador Randolfe Rodrigues – Faz um bom mandato no Senado, com visibilidade na mídia nacional, e passeia nas pautas nacionais e paroquiais com desenvoltura. Sabe usar a comunicação, sem intermediários (as vezes com certo exagero), e é queridinho pela maior parte dos eleitores. Aparece em primeiro lugar em pesquisas, como primeira opção pra uma eleição com duas vagas. Isso aparentemente é bom, mas pode não ser. Rand Tem ainda a seu favor o palanque forte de Davi, e também o trabalho do prefeito Clécio Luís, de seu partido.


Capi – É aquele político transparente. O eleitor sempre sabe as bandeiras que levanta. Tem em torno de 20% de votos cristalizados. Aquele voto que é dele. De opinião, como ele mesmo define. E isso conta enormemente em uma eleição disputada. Precisa resistir à pressão de uma parte do PSB, que quer Capi candidato ao governo, e arrumar uma candidatura  pra lançar  ou escolher , com a autoridade política que tem, um dos candidatos ao governo.

Foto: Daniel de Andrade

Lucas Barreto – Me parece está dando o tiro certo, e voltando pra sua base. E ser o candidato de primeira ou segunda opção do grupo de Waldez. O governador pode suprir Lucas onde ele é mais frágil, que é fazer política no varejo, e o levar à uma boa condição de disputa.

Fátima Pelaes – Anotem. Vem forte. Com a missão de garantir mais uma cadeira no Senado para o PMDB. Experiente na política. Tem bases em todo o estado, carisma e apoio e estratégia nacionais.

Jaime Nunes – Vem com apoio, inclusive, de grandes grupos empresariais nacionais. Mas precisa se definir urgente em qual grupo local se encosta. Tem dinheiro. Apoio da maior parte do grupo de grandes empresários locais que ajudou a eleger Randolfe em 2010 e que agora quer sua própria representação.

Tem outros nomes pelos bastidores, mas não vamos colocar aqui, porque ainda não afirmaram publicamente suas candidaturas.
O nome novo que surgiu e que poderia embaralhar o tabuleiro político, tanto para o governo, quanto para o senado, foi o da promotora Ivana Cei, convidada por vários grupos políticos.
Mas ela ainda não disse se topa uma carreira política. Ou se nesse momento segue sua carreira institucional no Ministério Público, conclui o doutorado e cursa a Escola Superior de Guerra, para onde está selecionada.


Como dissemos no título do post, isso é uma “pajelança cabocla”.
E a caixa de comentários está aberta para opiniões diversas.
Pode postar aí

2 comentários »

TAC para a educação e defesa do Meio Ambiente

Alcilene Cavalcante em 18 de Fevereiro de 2018

Na sexta-feira, 16, representantes de instituições públicas do Estado e Município e ONG Crianças que Brilham, receberam da Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, Conflitos Agrários, Habitação e Urbanismo (Prodemac), material para uso didático e de escritório em ações voltadas para a área ambiental. O material doado é resultado de multas de quatro Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e onze Ações Civis Públicas (ACP) relacionadas à danos ambientais.

Os promotores de justiça do Meio Ambiente, Ivana Cei, titular, e substituto Saullo Andrade, o promotor da Comarca de Porto Grande, Wuelber Penafort, e o agricultor Domingos Gomes, fizeram a entrega junto com peritos da Assessoria Técnica do órgão, responsáveis pela intermediação entre as partes envolvidas nas denúncias. “A Prodemac faz a apuração de denúncias e intervém para que os danos contra o meio ambiente sejam reparados ou compensados. Infelizmente há casos em que não há como recompor o meio ambiente, no caso de poluição sonora, é quando as multas são aplicadas e o causador tem que pagar com material para consumo de instituições que têm ações didáticas e de fiscalização do meio ambiente”, explica o perito ambiental Alcione Cavalcante.

 

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Processo Seletivo 2018 da Unifap será divulgado na próxima segunda-feira 

Lilian Monteiro em 16 de Fevereiro de 2018

A Universidade Federal do Amapá (Unifap) divulgará na próxima segunda-feira, 19, às 15h, o resultado do Processo Seletivo (PS 2018) da Instituição, que selecionou candidatos para as vagas nos cursos de graduação presenciais do campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). O resultado final estará disponível no site do Departamento de Processos Seletivos e Concursos (Depsec) e também será transmitido pela Rádio Universitária (96,9 FM).

Foram ofertadas 711 vagas neste PS 2018, distribuídas em 30 cursos de graduação do campus Marco Zero do Equador, de um total de 1.400 disponibilizadas pela Universidade.

 

Deixar um comentário

“Fazejamento” ou o jeito de ser do povo daqui?

Alcilene Cavalcante em 16 de Fevereiro de 2018

* Marco Chagas. Professor Universitário. Doutor em Gestão Ambiental

O blogueiro, ciclista e professor da Unifap, José Alberto Tostes, cunhou a palavra “fazejamento” para criticar a ausência de planejamento urbano na construção de políticas públicas no Amapá. O problema é que o fazejamento passou a ser confundido como o jeito de ser do povo daqui.

Alguns exemplos de fazejamento em Macapá para aferir os desafios rumo aos seus 300 anos:

Fazejamento 1 – Meio do Mundo: Uma das principais referências geográficas do planeta abriga um estádio de futebol, um sambódromo e brevemente um hospital universitário. O Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) serve para evitar esse tipo de fazejamento.

Fazejamento 2 – Complexo Beira-Rio: Enfiaram tanta coisa na Beira-Rio que ficou difícil ver o rio. Tem bares e restaurantes que não são bares nem restaurantes, batateiros agora “organizados”, arborização (para que se planta árvore na Beira-Rio?), obra inacabada de cais que já virou ruina e um bondinho que substitui o que havia de mais prazeroso no trapiche… a caminhada. É complexo mesmo!

Fazejamento 3 – Camelódromo da Antonio Coelho de Carvalho: Planejado para ser um Shopping Popular virou um “camelódromo drive- thru”.

Fazejamento 4 – Ceta-Ecotel: Um hotel ecológico belíssimo que fica situado na “Rua do Matadouro”. Pense num turista procurando no site um hotel em Macapá…

Fazejamento 5 – Pega-pega PMM-CAESA: Brincadeirinha entre a Prefeitura e a CAESA. A prefeitura asfalta e a CAESA “desasfalta”. Deram uma trégua, mas prometem voltar com a brincadeira este ano.

Fazejamento 6 – Gastronomia: O sanduiche mais disputado de Macapá fica na lanchonete do muro do Pronto Socorro e chama-se “X-feto”. Agora eu entendo porque os vendedores de lanche valorizam tanto o Canal da Mendonça Júnior.

 

Deixar um comentário

Plano de Inverno da Prefeitura de Macapá: máquinas de grande porte entregues hoje para manutenção da cidade. #Oremos

Alcilene Cavalcante em 16 de Fevereiro de 2018

A Prefeitura de Macapá recebe nesta sexta-feira, 16, máquinas de grande porte para serem usadas no Plano de Inverno de 2018. O maquinário, que auxiliará na manutenção da cidade, é proveniente de um esforço político do senador Davi Alcolumbre. As máquinas foram resgatadas pelo senador, por meio do Convênio 2988/2006, da Prefeitura de Macapá, com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), órgão ligado ao Ministério da Saúde. Entretanto, o recurso já era dado como perdido, porque já havia saído do organograma de pagamento.

 

O esforço político de Davi e do prefeito Clécio Luís, houve um resgate do convênio e a aquisição de materiais permanentes de grande porte que auxiliarão na manutenção da cidade de Macapá. A prefeitura fez uma contrapartida de 5%, ou seja, de R$ 157.899,00, no valor total do convênio, de R$ 3 milhões. Será entregue ao Município uma retroescavadeira, três caçambas truck, um caminhão poliguindaste, uma escavadeira hidráulica, uma pá-carregadeira e 74 caçambas estacionárias.

 

Deixar um comentário

Eita que já tem uma 25 de março no Jari

Alcilene Cavalcante em 16 de Fevereiro de 2018

Reunião será realizada para debater o comércio ilegal no Amapá

O Presidente da Fecomércio Amapá, Eliezir Viterbino, juntamente com representantes do Bloco Empreendedor do Amapá (BEAP) irão participar de uma reunião com o Presidente da Associação dos Municípios do Amapá (AMEAP), Ofirney Sadala, para debater a entrada de comerciantes estrangeiros no Estado. A reunião acontece nesta sexta-feira (16), as 09h na sede da AMEAP.

A reunião foi solicitada pela Fecomércio AP após denúncias que relatam que comerciantes angolanos, africanos e indianos se instalaram no Município de Laranjal do Jari, onde montaram uma feira, com o nome de FEIRA 25 DE MARÇO, com promessas de preços semelhantes aos de São Paulo.

Por se tratar de uma feira itinerante, a comercialização dos produtos não irá fortalecer o crescimento do comércio local, pois não fará arrecadação fiscal, não irá gerar emprego formal e não irá proporcionar investimentos futuros na região.

Para alertar os municípios de Macapá, Santana e Mazagão quanto aos problemas, a Fecomércio AP e o BEAP estão solicitando a mobilização de ações conjuntas das entidades que representam o Setor Produtivo e os órgãos governamentais do Estado para coibir atividades ilegais que venham a prejudicar o comércio local.

 

SERVIÇO

Contato para entrevistas:

Assessoria de Imprensa / Fecomércio AP

Deixar um comentário

Parecer final da perda do mandato de Moisés Sousa é lido na 4ª sessão ordinária de 2018

Alcilene Cavalcante em 16 de Fevereiro de 2018

Parecer final da perda do mandato de Moisés Sousa é lido na 4ª sessão ordinária de 2018

 

Após o carnaval, os deputados voltaram ao trabalho nesta quinta-feira (15), com uma pauta cheia de projetos e requerimentos. O destaque foi a leitura do parecer final da representação pela Mesa Diretora a Comissão de Ética (CET) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), protocolado no dia 7 de fevereiro de 2018, por quebra de decoro parlamentar pelo deputado Moisés Reátegui de Souza, contendo o Projeto de Resolução nº 006/2018-CET, que declara a perda do mandato de deputado estadual, por conduta incompatível com o decoro parlamentar.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Programa de cultura da Unifap está com inscrições abertas

Lilian Monteiro em 15 de Fevereiro de 2018

 

O Programa de Cultura da Unifap (Procult), está com as inscrições abertas para Ciclo de Oficinas Artísticas que incluem Iniciação Teatral, Técnicas Circenses ( Malabares, Perna de Pau, Acrobacia, Monociclo, etc,) e iniciação a danças amazônicas como a Toada, através do link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSc1_cjvSyGFpiBqpdlpICfpCTZtxlDIKow-49UyHTNOFUIHXw/viewform

As inscrições também são para participantes que já fazem parte de algumas Oficinas do Procult e que desejam continuar. Todas as oficinas são gratuitas e podem participar crianças, adolescentes, jovens e adultos de Macapá, além dos discentes da Unifap, servidores e seus dependentes, professores da Rede Pública e Particular de Ensino de Macapá. As aulas iniciam dia 5 de março.

Deixar um comentário

Polícia Federal deflagra novas fases das Operações Minamata e Estrada Real

Alcilene Cavalcante em 15 de Fevereiro de 2018

Macapá/AP – A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público
Federal, deflagrou na manhã desta quinta-feira (15) a 2ª fase da Operação
Minamata, e a 3ª fase da Operação Estrada Real, que investigam,
respectivamente, crimes de trabalho escravo, corrupção e crimes
ambientais no Distrito de Lourenço e o funcionamento de garimpo ilegal
no município de Tartarugalzinho/AP.

Policiais federais dão cumprimento a dez mandados de prisão preventiva e
12 mandados de busca e apreensão nos municípios de Macapá/AP,
Santana/AP e Calçoene/AP. Entre os alvos, estão servidores e exfuncionários
da Agência Nacional de Mineração (antigo DNMP/AP) e exparlamentares
federais.

De acordo com as investigações, há indícios da atuação de uma
organização criminosa na área de mineração do Estado, com a participação
de servidores da Agência Nacional de Mineração. Os funcionários do órgão
facilitavam a obtenção de concessões e autorizações de exploração de
minério mediante o recebimento de vantagens indevidas e favorecimento
de terceiros, além de realizarem “vista grossa” nas irregularidades
encontradas no âmbito da mineração.

Foi identificado, ainda, que ex-parlamentares mantinham forte influência
política no Estado, organizando e promovendo a perpetuação de um
esquema de propina dentro da Agência Nacional de Mineração. A conta
feita pela organização criminosa é de que órgão poderia render-lhes, pelo
menos, R$ 100 mil de “propina” por mês.

Os investigados irão responder, na medida de suas responsabilidades,
pelos crimes de usurpação de bem da União, redução a condição análoga
à de escravo, corrupção passiva, prevaricação, extração ilegal de minério,
organização criminosa, além de lavagem de dinheiro. Se condenados,
poderão cumprir pena de até 30 anos de reclusão.
Comunicação Social da Polícia Federal

Deixar um comentário