Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Dia de agradecer pela vida

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

1-Alcilene-3-foto 5(14)

Agradeço Senhor, pela vida, pela saúde, pelas bênçãos diárias. Pela família, pelo trabalho, pelos amigos.

Por me permitir ter mais momentos felizes do que tristes. E por ser sempre a minha força e proteção nos momentos que não são alegres ou em situações difíceis.

Obrigada Senhor, pela tua generosidade em minha vida. Fortaleça sempre a minha fé. Guia e guarda a mim e a minha família.

1-Familia-capaface

Catedral Tower

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

A Vex Construções lançou ontem o Catedral Tower. Um empreendimento residencial requintado, que será erguido ao lado da Nova Catedral de Macapá.

Gritaria nas redes

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

Governando agora na era das redes sociais, Waldez Góes está sofrendo duras críticas por ter autorizado o aumento de seu próprio salário, e aumentado em 67% os salários dos secretários de estado e de outros cargos de primeiro escalão.

O Salário de governador passou de 24 mil para 30 mil e o dos secretários de 9 mil para 14 mil.

 

 

Apagão na Procuradoria da República

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

Os servidores da Procuradoria da República no estado do Amapá e em todo o Brasil paralisarão totalmente suas atividades, hoje, dia 30 de janeiro.

A paralisação tem como finalidade pressionar a administração para que valorize a carreira dos servidores, que desde o ano de 2006 estão com seus salários congelados.

Como ação social nesse dia, os servidores realização doação de sangue durante o período da manhã.

Criada a Superintendência de Administração do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão no Estado do Amapá

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

Decreto nº 8.391/2015, cuja entrada em vigor é 31 de janeiro de 2015, criou a Superintendência de Administração do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão no Estado do Amapá (SAMP/AP), que herdará, além de outras, todas as competências relativas à gestão da Folha de Pagamento dos servidores do ex-Território Federal do Amapá e da extinta Superintendência de Administração do Ministério da Fazenda no Estado do Amapá (SAMF/AP).

A situação funcional e os vencimentos dos servidores civis e militares – ativos, inativos e pensionistas – do ex-Território Federal do Amapá não sofrerão nenhuma alteração, e o local de atendimento continuará sendo o prédio localizado na Av. Coaracy Nunes com a Rua Odilardo Silva.

Uma nova pedagoga

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

Georgette Trindade, a Tita, colou grau em pedagogia na última quarta-feira pela UEAP.

Parabéns pela conquista, Tita!!!

Georgette na outorga, com o marido Leonardo e Papaléo Paes

Georgette na outorga, com o marido Leonardo e Papaléo Paes

No blog em janeiro de 2008. #10anosdoBlog

Alcilene Cavalcante em 30 de janeiro de 2015

Pela Beija-flor

O carnavalesco Alexandre Louzada, da Beija-flor, me disse que está num momento de muita emoção ao ver o trabalho sendo concluído.

Disse ele, que pouca gente acreditou num enredo sobre o Amapá e hoje é esse o enredo que mais chama atenção no carnaval do Rio. O carnavalesco está sendo muito assediado pela imprensa e pela crítica especilizada por causa do enredo. O fato de ser um estado tão pequeno e pouco conhecido aguça a curiosidade sobre a viagem fantástica criada por Louzada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Eu e Alexandre Louzada no barracão da Beija-flor, na Cidade do Samba em foto de Ricardo Leão Dias.

 

Alegorias

Uma das alegorias da Beija-flor é a Fortaleza de São José de Macapá. As escolas não podem usar imagens nem símbolos religiosos na avenida. Nosso padroeiro São José, vem sendo representado por uma índia com um menino índio.

O carro de São Tiago, com mouros e cristãos representando a batalha até hoje encenada no Mazagão também está lindo.

No carro que representa a viagem do carnavalesco sobre seres alados chegando ao Meio do Mundo foram usada 100 mil pedras coloridas, colocadas milimetricamente medidas, num nível de detalhamento que é o que diferencia a Beija-flor de outras escolas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Onça alada e pedrarias.

 

Píer do Santa Inês

Alcilene Cavalcante em 27 de janeiro de 2015

*Marco Antonio Chagas. Professor, geólogo, doutor em Gestão Ambiental

Marco Chagas

 

 

 

 

 

 

Aqui tudo parece que ainda é construção e já é ruína

(Caetano Veloso).

 

A obra do Píer do Santa Inês, anunciado em 2007, está abandonada. A estrutura da cabeceira do Pier está com madeirame desabando sobre o rio, numa demonstração do descaso dos governos com dinheiro público.

No local não existe nenhuma informação sobre a licença ambiental do projeto. Desconfio que se trata de mais uma obra pública sem licenciamento ambiental sob a chancela do PAC, com omissão dos órgãos ambientais e de fiscalização da lei.

Por que o licenciamento ambiental é importante? Não precisa de conhecimento especializado para chegar à conclusão que o projeto do Píer do Santa Inês não passou por nenhuma avaliação de impacto ambiental, pois desconsidera o básico: a dinâmica do Rio Amazonas. Parâmetros físicos, como: sistema de correntes, marés e sedimentação, entre outros, tem implicações direta sobre os impactos do projeto.

Ao caminhar pela orla de Macapá “dê uma olhadinha” na obra paralisada do Píer do Santa Inês. A obra foi projetada a apenas 100 metros de um cais já existente; a extensão projetada não permite atração de embarcações de porte, portanto não haverá carga elevada sobre a estrutura de concreto, sendo basicamente um Píer de visitação.

Mas, é na estrutura de vigamento vertical do Píer onde se percebe os maiores impactos do projeto. Os vãos entre as vigas são concretados, criando uma espécie de barreira para a condição natural das correntes do rio Amazonas, implicando na formação de uma bacia de intensa deposição de sedimentos e surgimento de vegetação pioneira.

Já que não haverá carga elevada sobre o Píer, qual a razão da concretagem entre as vigas de sustentação? Por que o Píer do Trapiche Eliezer Levi adotou sistema de estaqueamento com vigas verticais apenas amarradas e o Píer do Santa Inês com espaços entre as vigas concretados? Quais os impactos avaliados pelos estudos ambientais?

As intervenções mal projetadas sobre o rio Amazonas criam impactos negativos sobre a hidrodinâmica local que não podem ser negligenciados. Além do desperdício de recursos públicos, os principais impactos são: alteração da hidrodinâmica e da paisagem, acúmulo de sedimentos, intensificação de processos erosivos em áreas próximas, entre outros.

A orla do Rio Amazonas, sem dúvidas, precisa de um projeto de urbanização. Mas, as intervenções que têm acontecido são pontuais e não se conectam enquanto um projeto humanístico de urbanização integrada de uma orla de um rio que ninguém tem. O Rio Amazonas tem sido tolerante com o Amapá.

Píer Santa Inês

Égua, não, olha! Pista clandestina bem ali no Curralinho

Alcilene Cavalcante em 27 de janeiro de 2015

Prefeitura de Macapá identificou uma pista clandestina no Curralinho, a 10 km de Macapá.

A fiscalização foi solicitada pela ANAC e MPF. A equipe da Semduh encontrou no entorno da via que liga a rodovia BR 156 a uma parte do KM 09, uma pista com aproximadamente 700 metros de comprimento e 10 metros de largura.

De acordo com a equipe de fiscalização, moradores, que não quiseram se identificar, relatam que pousos e decolagens eram feitos por volta das 0h30 e 3h, durante a semana; e durante o dia inteiro, aos fins de semana.

HAHAHA. Mitou

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

Recebi por whatsApp da jornalista Tica Lemos. Não sabemos quem é o autor, mas mitou. Se alguém souber a autoria, posta na caixinha de comentários.

 

Amapaense não fica solteiro, Ele fica solto na bagaceira.

Amapaense não conserta, Ele “imenda”. O AmapAense não bate, Ele “‘senta-le’ a mão”.

Amapaense não bebe um drink, Ele “toma uma”. Amapaense não é sortudo, Ele é “cagado”.(kkkk)

Amapaense não corre, Ele “dá uma carreira”.

Amapaense não percebe, Ele “dá fé”. (a melhor de todas)

Amapaense não sai apressado, Ele sai “desembestado”.

AmapAense não aperta, Ele “arroxa”.

Amapaense não dá volta, Ele “arrudeia”.

Amapaense não ouve barulho, Ele ouve “uma zuada”.

Amapaense não corta algo, Ele “tora”.

Amapaense não fica triste, ele fica “Amuado”.

Amapaense não quebra, ele “escangalha”.

Amapaense não desconhece seus conterrâneos, ele pergunta “quem é estezinho?”.

Amapaense não dá bronca, ele dá “carão”.

Amapaense não se dá mal, ele “se lasca todinho”.

Amapaense quando se espanta não diz: – Xiiii! Ele diz: Égua?

Amapaense não briga, ele “Quebra o pau”. Amapaense não fica bravo, ele fica “Mordido”.

Amapaense não é retardado, é “pomba lesa”.

Amapaense não diz “não acredito”, diz “num boto fé”.

E principalmente

Amapaense não toma açaí com granola ou banana, toma com farinha, tapioca, charque, camarão, pirarucu…

 

Funcionários do aeroporto de Macapá reclamam das péssimas condições de trabalho

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

Os passageiros e funcionários  sofrem com o calor no interior do aeroporto. O sistema de ar condicionado há tempos é precário, e as altas temperaturas da região ajudam a elevar a sensação térmica dentro do terminal, principalmente na área do Check in.

Essa tem sido a principal reclamação de funcionários e passageiros.

É sabido que todos os passageiros pagam uma taxa de embarque que se destina a Infraero, que deveria subsidiar estrutura para o embarque e desembarque. E é bom a Infraero lembrar que no Amapá os passageiros também pagam.

Funcionários e passageiros tem toda razão em reclamar. A falta de conforto, principalmente no check-in é enorme.

Nas áreas de embarque e desembarque, depois de muita luta do senador Randolfe Rodrigues, a Infraero colocou os módulos, chamados “puxadinhos”, o que melhorou bastante.

aeroporto-Macapa-2

Enquanto não retomam a obra no novo aeroporto que teve o dinheiro roubado, a Infraero tem que garantir pelo menos o conforto básico, para funcionários e passageiros.

aeroporto-placas-do-aeroporto

Celeste Teixeira deixou a Superintendência da Caixa no Amapá

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

Há mais de cinco anos à frente da Superintendência da Caixa no Amapá, Celeste vai assumir a secretaria-adjunta de Desenvolvimento e Obras do Pará, cedida pela Caixa. Vai compor na equipe da secretária Noemia Jacob, também da Caixa, que é a atual secretária.

Repiquete é Memória

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

Alemão, Porta-Estandarte de Boêmios do Laguinho. Tempo de carnaval na FAB

alemão_1979

Novos gestores

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

A Afap está com nova diretoria. O estatístico Francisco de Assis Souza Costa assumiu a presidência, Oderlei Barbosa Brito, a diretoria Administrativa e Financeira e Joelcy Mário Loureiro Almeida, a diretoria técnica da instituição.

O advogado Vicente Cruz toma posse nessa segunda-feira, na presidência do PROCON/AP.

Como Vicente Cruz tem um perfil atuante naquilo que se envolve, já vamos esperar atuação firme em relação às empresas que prestam mau serviço aos consumidores, como empresas de telefonia, de internet e a CEA.

 

Vergonha Alheia

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

Do prefeito de Santana, Robson Rocha, que pra justificar sua má gestão, vai aos veículos de comunicação responsabilizar o ex-governador Camilo Capiberibe e o ex-prefeito Antonio Nogueira.

Os dois – Camilo e Nogueira, em resposta à entrevista de Robson, o chamaram de incompetente e mentiroso.

Janeiro. O blog também está em promoção. Anuncie aqui

Alcilene Cavalcante em 26 de janeiro de 2015

blog-faceeblog-1

Pra ver a tabela de preços clique aqui

http://www.alcilenecavalcante.com.br/conquiste-novos-clientes-aumente-suas-vendas-divulgue-sua-marca

 

Sem Migué

Alcilene Cavalcante em 22 de janeiro de 2015

Gostei da postura do prefeito de Macapá, Clécio Luiz, em relação à Operação da Polícia Federal ocorrida ontem na Semast. Chamou coletiva com a imprensa e foi a programas de rádio esclarecer a posição da gestão. Tomou decisões com firmeza, mas com serenidade, e deu ordens pra que sua equipe facilite e apoie o trabalho da PF e de todos os órgãos de fiscalização.

Clécio afastou os servidores presos ou conduzidos e disse que os culpados deverão ser punidos e os inocentes defendidos.

Foram presos a secretária da Semast, Eliane Gonçalves, a presidente do Instituto de Igualdade Racial, Cirlene, e mais um outro servidor, que este blog não pegou o nome.

Macapá-Búzios-New York

Alcilene Cavalcante em 22 de janeiro de 2015

Amiga Betina Cruz, amapaense que mora há tempos em Nova York, curtiu final de ano e divertidíssimas férias por aqui, e agora está divando em Búzios, antes do retorno para a Big Apple.

Betina

Em novo posto

Alcilene Cavalcante em 22 de janeiro de 2015

Competente jornalista Junior Nery, assumiu a Assessoria de Comunicação da STPC, empresa do Paraná que atua em vários estados do Brasil, inclusive no Amapá, em trabalhos de consultoria e projetos de desenvolvimento.

jr-nery

MP-AP recebe comunicado sobre vacância em cargo de desembargador indicado pela instituição

Alcilene Cavalcante em 22 de janeiro de 2015

Ivana-Cei-CarmoAntonio

Durante sessão no Pleno do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), na manhã de quarta-feira (21), a Procuradora-Geral de Justiça (PGJ), Ivana Cei, recebeu do presidente, Desembargador Carmo Antônio, comunicado sobre a vacância no cargo de desembargador indicado pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), aberto com a aposentadoria de magistrado Luiz Carlos.

Diante da oficialização da vacância, o MP-AP passará a adotar as medidas cabíveis para a escolha do próximo desembargador.

Ler o restante do post »