MPF no Amapá tem novos procurador-chefe e procurador regional eleitoral

 

Alexandre Parreira Guimarães e Pablo Luz de Beltrand são os novos procurador-chefe e procurador regional eleitoral do Ministério Público Federal (MPF) no Amapá, respectivamente. A procuradora da República Lígia Cireno Teobaldo vai exercer a função de procuradora regional eleitoral substituta. Os atos administrativos, assinados pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, foram publicados quinta-feira (30), no Diário Oficial da União. Os mandatos iniciam nesta sexta-feira (1º).

Membros foram nomeados para mandatos no biênio 2021-2023

O procurador da República Alexandre Guimarães atua no Amapá desde 2017, com mais ênfase em matérias relacionadas a indígenas e comunidades tradicionais. Ele assume a titularidade da chefia da unidade administrativa pela primeira vez. Lotado no MPF/AP desde 2019, Pablo Beltrand, procurador-chefe de 2019 a 2021, deixa a titularidade do cargo para atuar como procurador-chefe substituto, além de chefiar a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE).

Na função de procurador regional eleitoral, Pablo Beltrand substitui Joaquim Cabral, que exerceu substituição e titularidade na PRE/AP entre 2016 e 2021. Lígia Cireno, também no Amapá desde 2019, iniciou atuação como procuradora eleitoral substituta, no ano passado, e continua na função pelos próximos dois anos. Os novos mandatos serão exercidos de 1º de outubro de 2021 a 31 de outubro de 2023.

Os membros foram eleitos para as funções pelo colegiado de procuradores da República do MPF no Amapá, em eleições internas ocorridas em setembro.
Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Amapá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.