Repiquete é memória: Aniversário da criação do território federal do Amapá

 

Amapá foi parte do Pará até 13 de setembro de 1943, quando Getúlio Vargas sancionou a o Decreto-lei n° 5.812, que elevou o Amapá a um território nacional por uma questão estratégica. Somente com a Constituição brasileira de 1988, a 5 de outubro, o Amapá foi elevado à categoria de Estado.

Na época quem governava o Amapá, era o engenheiro agrônomo e economista, Jorge Nova da Costa . Em 1991, tomava posse como o primeiro governador eleito pelo povo, Anibal Barcellos , que comandou o estado por quatro anos.

Passado 78 anos de criação do ex-território, algumas obras ainda resistem e existem, porém com algumas mudanças e restaurações. Como é o caso da Escola Barão do Rio Branco, o prédio do Fórum de Macapá , hoje sede da OAB no Amapá, igreja São José ( Matriz), Fortaleza de São José de Macapá, Estádio Glicério de Souza Marques, sede dos correios, Mercado Central, residência do governador. Segundo o historiador Célio Alício, hoje o estado não tem 30% das construções da década de 40.



  • Que povo, o nosso, sempre procurando apagar os rastro de sua origem!
    Uma pena!
    Isso me lembra de um governador, desses forasteiros nomeados, que teve a infeliz ideia, à época, de retirar a igreja matriz de onde foi construída, para desobstruir a passagem pela Av. Mendonça Furtado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.