Reaparelhamento e fortalecimento institucional: MP-AP moderniza infraestrutura tecnológica do parque computacional


A Administração Superior do Ministério Público do Amapá (MP-AP) realiza a modernização de infraestrutura tecnológica do parque computacional da instituição em aproximadamente 61%. Para tal, foram adquiridos 460 novos desktops. Destes, 200 foram comprados através de recursos próprios da instituição e 260 por meio de emendas parlamentares alocadas para o órgão, que possibilitou ainda a aquisição de três servidores de dados; dois switches (equipamentos) de Rede e um Kit Licença de Software (programas).  Na quinta-feira (24), a procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, fez a entrega do novo equipamento ao Gabinete da decana da instituição, procuradora de Justiça Raimunda Clara Banha, que recebeu um desses modernos computadores.

A decana do MP-AP elogiou a administração da PGJ e ressaltou que a já comprovada excelente gestão de Ivana Cei, aliada a sua articulação e experiência, fortalece o órgão ministerial para melhor servir a população.

Emendas

Os recursos para aquisição dos equipamentos de tecnologia da informação foram assegurados por emendas parlamentares dos senadores Davi Alcolumbre e Lucas Barreto, dos deputados federais Vinicius Gurgel, André Abdon e professora Marcivânia. As emendas são fruto da expertise na captação e gestão deste tipo de verba pela Procuradoria-Geral do MP-AP,  com o apoio de sua Assessoria e Departamento de TI da instituição.

Segundo o diretor do Departamento de TI do MP-AP, Rodinei Paixão, as iniciativas oriundas das emendas parlamentares trabalhadas junto com a Assessoria Técnica e a PGJ são essenciais para o processo de transformação digital da instituição.

“Os ativos adquiridos no convênio possibilitam modernizar a infraestrutura de sustentação de sistemas de informações utilizados para atendimento à sociedade amapaense, desenvolvidos e armazenados no datacenter do MP-AP, possibilitando a substituição de equipamentos e software já obsoletos e sem cobertura de garantia. Dentre os impactos que implementação dos novos equipamentos e software adquiridos trarão ao órgão destacam-se a melhoria no desempenho dos sistemas de informações utilizados por membros, servidores e colaboradores que passarão a ter maior capacidade de processamento de informações, além de ampliar a continuidade de negócio e reduzir o consumo energético, dado a evolução tecnológica que eles trazem”, frisou o diretor do Departamento de TI do MP-AP.

Expectativa de bons resultados com as novas aquisições

Rodinei Paixão destacou, ainda, as expectativas e resultados com as novas aquisições: I. Otimizar a produtividade dos trabalhos desenvolvidos por membros e servidores dos órgãos ministeriais contemplados através do provimento de equipamento adequado;II. Obter equipamentos com garantia e suporte do fabricante e III. Reduzir retrabalho para execução de atividades técnicas, as quais hoje muitas vezes demandam mais tempo em decorrência a travamento e lentidão computacional.

“Com estes novos computadores, membros e servidores terão melhores condições de cumprir as missões institucionais. Nossa gestão vem buscando o aparelhamento do MP-AP por meio de tecnologias, ferramentas especializadas, métodos, conhecimentos e equipamentos que possibilitem o desempenho das atividades em alto nível, para atender as demandas da sociedade”, manifestou a procuradora-geral do MP-AP, Ivana Cei.

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.