Ciclo do Marabaixo 2023 celebra as tradições das comunidades negras do Amapá; confira a programação

Com apoio do Governo do Estado, evento começa no sábado, 8, e segue até 11 de junho. Tema deste ano é ‘Fé, tradição e resistência’


Os tambores voltam a rufar com o início do Ciclo do Marabaixo 2023 neste sábado, 8, em celebração à cultura das comunidades negras do Amapá. Tradicionalmente, o calendário festivo segue até 11 de junho, o primeiro domingo após a celebração de Corpus Christi. O período é marcado pelo culto ao Divino Espírito Santo e à Santíssima Trindade.

Este ano, a programação traz o tema “Fé, Tradição e Resistência” e é coordenada pelas associações culturais Berço do Marabaixo, Associação Zeca e Bibi Costa (Azebic), Marabaixo do Pavão, Raimundo Ladislau, União Folclórica de Campina Grande (UFCG) e Santíssima Trindade, da comunidade de Casa Grande.

Missas, ladainhas, cortejo da murta e o corte dos mastros nas matas do Curiaú são momentos que se destacam entre os rituais. E, claro, as rodas de marabaixo, cujo ritmo é ditado pelo rufar das caixas, ao rodar das saias das dançadeiras, das blusas floridas dos dançadores, tudo regado a “gengibirra” (bebida è base de gengibre) e ao tradicional “cozidão” (caldo de carne), ambos servidos gratuitamente a participantes e visitantes.

O Governo do Estado apoia a realização, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e da Fundação Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Fundação Marabaixo).

“O fazer cultural desses grupos se traduz na manutenção de uma tradição passada por gerações. O Governo do Estado entende a importância de salvaguardar e apoiar nossa maior manifestação cultural e em 2023 traz olhar e atenção especiais ao Ciclo do Marabaixo”, assinala a  diretora-presidente da Fundação Marabaixo, Josilana Santos.

Em 2023, o tema da festividade é “Fé, Tradição e Resistência”. O clima é de euforia entre os festeiros, que, este ano, contaram com a Central do Marabaixo, um espaço montado Centro de Cultura Negra Raimundinha Ramos, no bairro do Laguinho, em Macapá. No espaço, durante três dias, os visitantes puderam conhecer uma amostra dos elementos da cultura marabaixeira e viver um pouco do clima dos barracões no período festivo.

“Hoje, o Marabaixo e seus realizadores vivem um momento de grande valorização. Somos resistência, somos cultura, mas, acima de tudo, somos a identidade do povo amapaense”, assinala Valdinete Costa, do grupo Berço do Marabaixo, que realiza sua primeira programação no sábado, dia 8.

O marabaixo é a mais autêntica manifestação cultural amapaense e, desde novembro de 2018,  recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O Dia Estadual do Marabaixo é celebrado em 16 de junho.

Programação oficial – Ciclo do Marabaixo 2023

Sábado de Aleluia, 8 de abril:

16h – Marabaixo da Aceitação (Grupo Berço do Marabaixo);
16h – Marabaixo da Aceitação (Grupo Azebic):
19h – Abertura com jantar e Marabaixo a partir das 20h (Grupo Campina Grande);
19h – Abertura com ladainha, jantar e Marabaixo a partir das 20h (Grupo Casa Grande);

Domingo de Páscoa, 9 de abril:

16h – Marabaixo Domingo de Páscoa (Marabaixo do Pavão);
16h – Marabaixo da Ressurreição/Domingo de Páscoa (Grupo Raimundo Ladislau);

Segunda-feira, 1º de maio:

14h – Marabaixo do Trabalhador (Grupo Berço do Marabaixo);

Sábado, 13 de maio:

8h – Retirada dos mastros nas matas do Quilombo do Curiaú (Todos os grupos);
12h – Almoço e Marabaixo no Quilombo do Curiaú (Todos os grupos);
14h – Programação em homenagem ao Dia das Mães e Marabaixo a partir das 20h (Campina Grande);
16h – Marabaixo do Mastro e homenagem ao Dia das Mães (Berço do Marabaixo);

Domingo, 14 de maio:

9h – Domingo do Mastro (Grupo Azebic);
9h30 – Marabaixo/Domingo do Mastro (Grupo Raimundo Ladislau);
18h – Marabaixo em homenagem ao Dia das Mães (Marabaixo do Pavão);

Quarta-feira, 17 de maio:

16h – Marabaixo da Quarta-feira da Murta do Divino Espírito Santo, Cortejo da Murta e Marabaixo com levantamento do Mastro (Marabaixo do Pavão);
16h – Murta do Divino Espírito Santo, com Marabaixo e levantamento Mastro (Grupo Raimundo Ladislau);

Quinta-feira, 18 de maio:

19h – Início das novenas do Divino Espírito Santo (Grupo Raimundo Ladislau);

Sábado, 20 de maio:

16h – Condução do Mastro e Marabaixo (Campina Grande);

Sábado, 27 de maio:

7h – Missa na Igreaja São Benedito (Bairro do Laguinho);
15h – Sábado do Corte da Murta (Azebic);
16h – Corte da Murta, ladainha, jantar e Marabaixo (Campina Grande);
16h – Marabaixo da Murta da Santíssima Trindade, com levantamento dos Mastros (Grupo Raimundo Ladislau);

Domingo, 28 de maio:

7h30 – Missa na Igreja São Benedito (Bairro do Laguinho);
15h – Marabaixo da Murta da Santíssima Trindade (Berço do Marabaixo);
15h – Domingo da Murta (Grupo Azebic);
16h – Quebra da Murta, ladainha, jantar e Marabaixo a partir das 20h (Casa Grande);
16h – Murta da Santíssima Trindade, com Marabaixo e levantamento do Mastro (Marabaixo do Pavão);

Segunda, 29 de maio:

18h – Início da Novena em Louvor à Santíssima Trindade (Marabaixo do Pavão);

Sexta-feira, 2 de junho:

19h – Abertura com ladainha e jantar e grande Marabaixo em honra à Santíssima Trindade a partir das 22h (Casa Grande);

Domingo, 4 de junho:

7h30 – Missa na Igreja Jesus de Nazaré (Bairro Jesus de Nazaré);
19h – Ladainha em honra à Santíssima Trindade (Casa Grande);

Quinta-feira, 8 de junho:

14h – Marabaixo de Corpus Christi (Berço do Marabaixo);
19h – Jantar e Marabaixo de Corpus Christi (Campina Grande);

Sábado, 10 de junho:

18h – Derrubada do Mastro e Marabaixo (Campina Grande);
20h – Marabaixo da Derrubada do Mastro (Casa Grande);

Domingo do Senhor, 11 de junho:

16h – Derrubada do Mastro (Grupo Azebic);
17h – Marabaixo do Domingo do Senhor, derrubada do Mastro e encerramento do Ciclo do Marabaixo 2023 (Marabaixo do Pavão);
17h – Marabaixo do Domingo do Senhor, derrubada do Mastro e escolha dos festeiros 2024 (Grupo Raimundo Ladislau).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *