Mesmo entendendo que há indícios de danos ao erário, o desembargador Ednardo Souza, concedeu liminar para a permanência do professor Adauto Bittencourt no cargo de secretário de estado de Educação, concluindo que a permanência do mesmo no cargo, não atrapalharia o processo em curso.

A integra da liminar foi postada por um leitor do blog, lá na caixinha de comentários do post que o título é 200.