ENTREVISTA. O senador mais jovem do Brasil foi eleito no Amapá, e com votação histórica. Randolfe Rodrigues, a nova “estrela” do PSOL nacional, teve exatos 203.239 votos. “Durmo e acordo com esse número. É o espelho da responsabilidade com o povo amapaense”, disse, em entrevista ao programa Tribuna da Cidade. Afirmou que um “conjunto de circunstâncias” o levaram à vitória. “Não adiantaria se eu não tivesse um palanque forte. Meus antigos aliados não me aceitaram. Lucas Barreto foi quem me proporcionou esta gentileza, acreditou em mim”.

ENTREVISTA II. Sobre a futura relação com o agora colega José Sarney, Randolfe foi catedrático: “Nossas percepções políticas são diametralmente opostas, mas não vou desrespeitar o senador por isso. A união é indispensável em prol do povo do Amapá”.

ENTREVISTA III. RR não esqueceu suas origens de esquerda. “Continuo com as mesmas convicções ideológicas de quando fui um cara-pintada”. O senador finalizou a entrevista dizendo que estará sempre procurando se preparar. “Sou da máxima de Lênin: estudar, estudar e estudar”

Randolfe-COMÍCIO MARABAIXOIII6