Governo do Amapá confirma oito casos de covid-19 em navio com tripulantes filipinos

 

Nesta quarta-feira, 18, o Governo do Amapá confirmou oito casos de covid-19 no navio de cargas Seabiscuit, fundeado na orla de Macapá desde 16 de agosto. Para obter os resultados, a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) realizou testagem e coleta de amostras nos tripulantes que têm nacionalidade filipina.
Dos oito estrangeiros confirmados com covid-19, um teve óbito registrado no dia 16 de agosto, ainda no navio; e dois foram encaminhados para o Centro Covid-HU, após avaliação médica.


É fake news que outro óbito ocorreu entre os tripulantes do navio Mandarin Dalian, que também está ancorado na costa amapaense, como dá a entender um vídeo que circula nas redes sociais. Na verdade, o vídeo está relacionado ao óbito ocorrido no dia 16 no Seabiscuit – o único registrado até o momento.

Monitoramento

O restante da tripulação do Seabiscuit ficará em quarentena por ao menos 14 dias, sob acompanhamento diário da SVS. As tratativas para a repatriação e traslado do corpo do filipino que foi a óbito são acompanhadas pela Anvisa e Polícia Federal.

Ainda segundo a investigação epidemiológica, os tripulantes não estão vacinados contra a covid-19.

Navio Mandarin Dalian
O navio Mandarin Dalian, com 21 tripulantes chineses, também está sendo monitorado pelo Governo do Amapá e Anvisa, desde 5 de agosto; 18 tripulantes foram confirmados com covid-19, um deles foi internado no Centro Covid HU; não há registro de mortes nesta embarcação.

Até o momento, nenhuma nova cepa do coronavírus foi confirmada pelos órgãos responsáveis. As amostras colhidas nas duas embarcações serão enviadas para o Instituto Evandro Chagas, em Belém do Pará, para verificar possíveis variantes. A SVS monitora diariamente os passageiros dos dois navios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.