Aperte o Play: “Macapaba – Equinócio Solar. Viagens Fantásticas Ao Meio do Mundo”

 

Em fevereiro de 2022, faz 14 anos que a escola de samba Beijar-Flor de Nilópolis ganhou o título de campeã do carnaval 2008 no Rio de Janeiro com um samba-enredo inspirado no Amapá.

A brasilidade, é o tempero que atrai, como aroma de algo familiar e a pitada do desconhecido nos desperta a fome do saber. Por isso, a Beija-Flor de Nilópolis apresentou: “Macapaba – Equinócio Solar: Viagens fantásticas ao meio do mundo”. Um tema brasileiro, que mistura mito e realidade, acendendo a luz do conhecimento ao levantar o manto que encobre uma terra fascinante e que, ao fazê-lo, revela uma redescoberta do Brasil.

“Macapaba”, que na língua indígena quer dizer concentração de “bacabas” ou “bacabeiras”, uma palmeira nativa da Amazônia, de onde deriva o nome Macapá, a capital do estado do Amapá (nome de outra planta), cenário onde se desenrola a essa história.

A região é também conhecida como “meio do mundo”, por ser cortado pela Linha do Equador, o Marco Zero divisor dos hemisférios Norte e Sul.

Macapá é o palco onde ocorre o fenômeno do equinócio, quando em dois períodos do ano – no Outono e na Primavera – o Sol se posiciona à 90º dessa linha divisória, iluminando por igual os dois hemisférios, fazendo com que os dias e as noites tenham a mesma duração de 12 horas.

 

Samba Enredo

O meu valor me faz brilhar
Iluminar o meu estado de amor
Comunidade impõe respeito
 Bate no peito eu sou Beija-Flor
É manhã, brilho de fogo sob o sol do novo dia
Meu talismã, a minha fonte de energia

Oh deusa do meu samba, a flor de Macapá
No manto azul da fantasia

Me faz mais forte, extremo norte
A luz solar ilumina meu interior
Vou viajar na linha do Equador

Emana ao meio do mundo a beleza
A força da mãe natureza é Macapaba
O rio beijando o mar
Encontro das águas marejando o meu olhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.