Aperte o play: ‘Feeling Good’ a canção da liberdade eternizada na voz de Nina Simone

A música foi escrita originalmente em 1965 para o muscial The Roar of the Greasepaint e regravada no mesmo ano por Nina Simone. Feeling Good é uma canção de vitoriosos – daqueles que, como Nina, conseguem encontrar nas menores coisas motivos para se sentirem bem, mesmo contra todas as perspectivas.

A criação de um hino. Da sensação de liberdade, escrita através de uma alegoria. Em seu início, do pássaro que se sente livre ao voar alto, percebemos a comparação visível dos dois seres quando externado esse movimento ao cotidiano. Em suas estrofes, simples mas que consideramos poderosas para o entendimento de uma das ideias mais inerentes dos seres humanos, que é o de sentir livre. A música dá sua essência. No começo quando diz, “É um novo amanhecer, é um novo dia, é uma nova vida” mostra a continuidade e a capacidade do homem de querer/poder/fazer para a produção de um novo capítulo, um recomeço.

A performance mais conhecida, a de Eunice Kathleen Waymon mais conhecida como Nina Simone, retrata essa música com seu timbre poderoso, e seguro, a sensação da própria liberdade, possuindo mais respaldo que qualquer pessoa, pelo simples fato histórico de seu nome artístico, “nina” ter sido criado exatamente para ludibriar seus pais, para que pudesse cantar pelos bares de Nova York, sem que eles soubessem. apesar de aparentemente contraditória, foi a forma que ela encontrou de se sentir livre para externalizar sua arte e sua alma.  “Nina” que na língua espanhola significa menina, ficaria mais tarde conhecida como grande cantora, compositora e ativista de direitos civis da sociedade norte- americana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.