Prefeitura de Pedra Branca firma parceria com órgãos de saúde indígena e Unicef para a melhoria da água consumida nas aldeias

A parceria com SESAI, DSEI/AMP, UNICEF e Instituto Peabiru vai possibilitar que o programa Vigiágua, da Prefeitura de Pedra Branca, chegue até as aldeias Waiãpi

A Prefeitura de Pedra Branca do Amapari, por meio do Programa Vigiágua, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, foi convidada pelo Distrito Sanitário Especial Indígena Amapá e Norte do Pará (DSEI/AMP) para participar do projeto piloto de fortalecimento das ações de monitoramento da qualidade da água para consumo humano e da promoção de hábitos para a saúde em Áreas Indígenas do Amapá e Norte do Pará, com foco no povo indígena Waiãpi.

O projeto foi iniciado após a visita de técnicos do DSEI/AMP ao município de Pedra Branca do Amapari, onde puderam conhecer o trabalho de oferta de água potável para a população desenvolvido pela prefeitura por meio do programa “Gotas de Vida”. Além de manter pontos de distribuição de água gratuitamente, o programa prevê a realização periódica do controle de qualidade utilizando-se de análise em laboratório próprio, o único entre os municípios do interior do Amapá.

Para a implementação do projeto em Áreas Indígenas, que conta com a participação da Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde (SESAI), do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e do Instituto Peabiru, os técnicos do Vigiágua e do DSEI/AMP realizaram um levantamento nas aldeias localizadas dentro do município de Pedra Branca do Amapari para avaliar os próximos passos de execução do projeto.

Entre os eixos da parceria estão a capacitação de profissionais do DSEI/AMP, implantação do tratamento de água em sistemas e soluções alternativas coletivas de abastecimento, Gestão de Resíduos Sólidos (GRS), elaboração do Plano Distrital de Segurança da Água Indígena (PDSAI) e promoção de ações de educação em saúde relacionada a hábitos de saúde.

Para a o coordenador do Vigiágua, Carlos Otávio, esse é um passo importante para ampliar o trabalho que já vem sendo desenvolvido desde 2019. “Pedra Branca avançou significativamente no trabalho de garantir água de qualidade para a população. Hoje nós estamos com o projeto de distribuição de água nas escolas e toda a população tem acesso”.

Segundo a bióloga Raphaela França Teixeira, responsável pelo desenvolvimento do projeto piloto do DSEI/AMP, “a parceria com a Prefeitura de Pedra Branca do Amapari agregará valor técnico representativo para o aumento do acesso à água potável nas comunidades indígenas Waiãpi”.

Já a prefeita Beth Pelaes acredita que a parceria serve de exemplo para outras regiões. “É gratificante saber que nós trabalhamos nesse projeto lá atrás para que hoje ele fosse reconhecido e agregado a duas instituições tão importantes e que são essenciais para o desenvolvimento da saúde dos povos indígenas. A prefeitura está dando total apoio a essa causa e esperamos que seja uma parceria de muitos resultados”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *