Waldez prorroga quarentena e recomenda que prefeitos mantenham medidas de isolamento social

O governador do Amapá, Waldez Góes, assinou nesta terça-feira, 14, decreto que prorroga até 31 de julho as medidas de isolamento contra a propagação do novo coronavírus no estado. Ao renovar as medidas, Góes fez um alerta para que os prefeitos mantenham a cautela e não relaxem as medidas de isolamento social, mesmo com dados positivos apresentados no relatório do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp).

Com base em um novo instrumento de avaliação – que analisa indicadores da assistência à saúde e situação epidemiológica local – com cinco níveis de classificações de risco, que variam do risco baixo (verde) ao muito alto (roxo). Nesse quadro, o Amapá está com 9 pontos, faltando apenas um ponto para entrar no próximo, que é o nível moderado (laranja), onde indica a necessidade de aumentar o distanciamento social.


Caso esse retrocesso ocorra, o Estado precisará adotar novamente medidas mais restritivas como a suspensão de atividades não essenciais que já foram liberadas, horários diferenciados e proibição de qualquer evento social ou religioso que gere aglomeração.

Veja os níveis de classificação:

De acordo com o governador, as medidas de restrição para distanciamento social, aglomeração e redução de circulação de pessoas foram fundamentais para a estabilização da doença no estado, mas ainda não é o momento para relaxamento total, pois não se pode descartar uma segunda onda de infecção da doença.
“Não podemos relaxar e liberar todas as atividades. O relatório comprova que todas as medidas adotadas por nós surtiram efeito positivo. Estamos com a governança da situação e adotando todas as medidas em relação a retomadas das atividades”, avaliou o governador.

Góes pontuou que são mais de 100 dias controlando a doença, diminuindo a taxa de reprodução viral, de óbitos, internação e adotando medidas como o aumento da testagem, além do aumento do número de recuperados; um trabalho feito em conjunto com a sociedade e prefeitos que dever ser mantido, para que o Amapá alcance a classificação verde da doença.

Com o decreto, permancem as orientações anteriores para prevenção e controle da doença. O rodízio de veículos foi mantido, locais que geram riscos de proliferação e aglomeração de pessoas como shoppings centers, casas de eventos, entre outros devem permanecer fechados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *