Waldez Góes faz reunião por videoconferência para analisar resultados do lockdown e condicionantes para retomada de atividades

O governador do Amapá, Waldez Góes, passou parte da tarde e noite, em reunião por videoconferência, com gestores da saúde, com o prefeito de Macapá, Clécio Luis, membros do judiciário, Ministério Público, Assembleia Legislativa e lideranças do comercio, analisando os resultados do lockdown e as medidas a serem adotadas, bem como, as condicionantes para reabertura gradual das diversas atividades.

Em entrevista ao Jornal do Amapá, Waldez avaliou como positivos os resultados do lockdown. Disse ele que nos últimos cinco dias, diminuíram os números de pacientes nas UBSs, diminuíram também os números de pacientes agravados e consequentemente a pressão no sistema hospitalar.

O governador informou que ate a próxima sexta-feira devem inaugurar o bloco de COVID do Hospital Universitário- HU, com 120 leitos e ressaltou que isso é parte do esforço do presidente do senado, Davi Alcolumbre, junto com o ministério da Saúde e o Governo do Estado.

A inauguração desse bloco é uma das condicionantes para reabertura gradual do comércio. Somado a isso, o envio de 50 mil unidades de medicamentos aos municípios e o aumento da testagem pra COVID no estado.

Videoconferencia 

O governador informou que estava discutindo com poderes, gestores, comitê da saude e órgãos de fiscalização  e setor produtivo, a retomada das diversas atividades no estado do Amapá, e que amanhã, 03.06, devem sair as medidas para a volta gradual, bem como, o plano para o “novo normal”.

Participaram da reunião, alem do governador e do vice, Jaime Nunes, o prefeito de Macapá, Clecio Luis,  a Procuradora-Geral do MP-AP, Ivana Cel, o presidente do TJAP, João Guilherme Lages, o presidente da ALAP, Kaká Barbosa, o presidente do TCE, Michel Harb, o presidente da Fecomécio, Viterbino, o presidente da ACIA, Mateus Silva, o procurador do MPF, Pablo Beltrand, o juiz do Trabalho, Jônatas Andrade, o defensor-geral do estado, Diogo Grunho, entre outros membros do executivo e do setor produtivo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *