Waldez determina corte de 40% em cargos e contratos administrativos

O governador Waldez Góes determinou cortes nas despesas com pessoal na ordem de pelo menos 40%. Cargos comissionados e contratos administrativos em secretarias e órgãos públicos que oneram a folha de pagamento terão que ser enxugados. O governo pretende economizar R$ 80 milhões em pessoal até o final do ano.

A determinação foi comunicada à equipe de governo na tarde de quarta-feira, 7, em reunião no Palácio do Governo. O governador pediu esforço de todos para a redução do quadro de servidores não efetivos para poder fechar as contas públicas este ano.

Todos os servidores em cargos de confiança foram exonerados no dia 02 de janeiro.

Decreto- 4(21)

No dia 06.01, o governador expediu oficio aos gestores permitindo que eles decidam, através de portaria, quem pode permanecer no cargo para garantir a continuidade dos serviços. Mas o ato administrativo deve ser homologado pelo governador.

Oficio-foto 5(9)

Agora é aguardar a pressão dos aliados e militância, por CDSs.

 

  • Agora sim sabe-se do porquê fechou-se o Museu, o … Vale frisar que o site http://mzportal.com.br/noticia/9651 já tinha esplicado… :”Diferente do que afirmou o diretor do Iepa, contratos de monitores do Sacaca poderiam ser renovados ” “O diretor-presidente do Iepa está com desculpa esfarrapada. Os contratos vencem, contudo, podem ser renovados independente da abertura do orçamento. Eles não são feitos com o orçamento do Instituto, mas da Sead. O real objetivo é trocar todos os monitores, que foram treinados e são o coração do Museu Sacaca, por cabos eleitorais do Waldez”, disse um dos monitores que foram afastados do trabalho.”

    • Ainda nao perceberam que trocou de governo? É só trocar os monitores, e pronto. Eles nao sao vitalicios no cargo mano…

      • e vc não percebeu que fecharam um Museu em plena férias? e tudo parece que foi uma “escorregada” de gestão… Porque não trocaram os contratos de forma a não prejudicar o população???? será a “sede” pelos cargos?

  • Sabe eu estava lendo novamente o oficio 001/gov e percebi “que o governador poderá ratificar ou não o ato administrativo””… Será que alguém pode me explicar? Significa que eu posso trabalhar e depois não receber???!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *