Waldez apresenta planejamento de saneamento básico do Amapá em webinar do BNDES

 

O governador do Amapá, Waldez Góes, apresentou o projeto de concessão do saneamento básico e reestruturação da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) durante a 4ª Semana BNDES de Saneamento, na última segunda-feira, 28. A apresentação aconteceu no  webinar “O que esperar do setor de Saneamento”.

O governador Waldez falou ainda da reestruturação da Caesa. Evento online tratou sobre a evolução do saneamento básico no Brasil.

O webinar faz parte de uma ampla agenda que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e equipe técnica cumpre no Amapá de 28 a 30 de junho.

 

O Amapá possui um dos projetos estruturados pelo BNDES, que é a concessão dos serviços de saneamento básico da Caesa, com um modelo único que abrange os 16 municípios amapaenses. O leilão está previsto para o dia 2 de setembro de 2021.

 

No evento foram abordados temas como o marco regulatório, impacto social, estudos de caso de projetos estruturados e implementados com o apoio do banco nacional, entre outros assuntos.

 

“Desenhamos com o banco um projeto que pudesse ter a cobertura 100% de todos os municípios do Amapá. Enalteço o BNDES pelo esforço para conseguir essa organização, entendendo a realidade ambiental, econômica e social do nosso estado”, afirmou Góes.

 

Outra vantagem desse projeto é que a disputa para a concessão levará em consideração a empresa que ofertar a menor tarifa para o consumidor. Além disso, Góes explicou ainda que a economia que o Estado terá a partir das concessões da CEA e da Caesa, será destinada para levar os serviços de água, energia renovável e internet paras as comunidades descobertas.

 

Para o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, o acesso à água tratada e saneamento básico é prioridade e em um programa com esses projetos, o objetivo é ampliar o acesso aos serviços.

 

“Um dos maiores programas de redução da desigualdade social do nosso país e para isso contamos com o engajamento de todos. O edital de concessão foi lançado e o leilão do Amapá  tem tudo para ser bem sucedido”, informou Montezano.

 

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e o governador da Paraíba, João Azevêdo, que estão com projetos de concessão de saneamento via BNDES, também participaram do webinar.

 

Dando continuidade à agenda, o Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do Saneamento será o tema abordado em uma reunião nesta quarta-feira,às 10:45h, entre governador, prefeitos dos 16 municípios e equipe do BNDES.

 

PPI

 

Garantir a universalização da distribuição de água tratada e mais qualidade de vida para a população amapaense. É com esse objetivo que o governador Waldez Góes, representantes do BNDES e os prefeitos dos 16 municípios amapaenses assinaram o termo do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do serviço de abastecimento de água e esgoto.

 

São mais de R$3 bilhões em investimentos no setor para a universalização da distribuição de água tratada, coleta e tratamento de esgoto até o ano de 2033

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *