Vai ter Banzeiro do Brilho-de-fogo no aniversário de Macapá

Aniversário de Macapá terá Cortejo do Banzeiro do Brilho-de-fogo

 

Macapá completa 262 anos, e o Banzeiro do Brilho-de-fogo finaliza os preparativos para o Cortejo de Aniversário para comemorar com festa aberta para o público. O desfile da cultura amapaense será logo após a missa, e batuqueiros, mulheres do Cordão das Açucenas, músicos, crianças do Jardim do Banzeiro, artistas e marabaixeiros seguem pelas ruas da cidade até a praça Floriano Peixoto, onde finaliza a apresentação. A programação em homenagem à Macapá é realizada pela Prefeitura de Macapá (PMM). O Cortejo sai da frente da igreja.

 

O Cortejo do Banzeiro integra os eventos em comemoração ao aniversário de Macapá e interliga com música e elementos da cultura tucuju, a programação religiosa com a cultural. Após a missa na antiga igreja São José, acontece o Encontro das Bandeiras, quando as bandeiras do Divino Espírito Santo e Santíssima Trindade se cruzam na roda de marabaixo, em alusão ao reencontro das famílias que nos anos 40 saíram do centro da cidade para o Laguinho e Favela. Logo após este momento, o Banzeiro dá início ao Cortejo, acompanhado da população, que segue acompanhando o repertório com músicas que cantam a cidade, até a praça Floriano Peixoto, onde diversos artistas se apresentam durante todo o dia.

 

Banzeiro

 

O projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo é uma criação de artistas e militantes da cultura, que em 2014 se organizaram para planejar o que é hoje, um forte movimento de preservação da cultura macapaense, que reúne pessoas de todas as idades que aprendem a tocar caixas de marabaixo e sobre as tradições locais, com descendentes de pioneiros e de famílias tradicionais. Crianças, jovens, adultos e idosos, participam das oficinas, e se preparam para os cortejos, seja como batuqueiro, dançadeira do Cordão das Açucenas, e se for criança, no Jardim do Banzeiro.

 

Homenagens

 

Neste ano duas personalidades serão homenageadas pelo Banzeiro do Brilho-de-fogo, a artista Oneide Bastos e Dida Lima. Oneide é cantora amapaense com uma carreira que rendeu discos e shows, no Amapá, outros estados e países. Mãe de filhos igualmente talentosos, como Paulinho e Patrícia Bastos, ela é batuqueira do Banzeiro, participa dos ensaios e dos cortejos, com a mesma dedicação dos iniciantes. Irenilza Lima, a Dida, também recebe homenagens do Banzeiro. Ela professora, quituteira e batuqueira veterana, está desde o primeiro Cortejo, e junto com a mãe, que é açucena, a filha e dois sobrinhos, batuqueiros, fazem parte do projeto Banzeiro.

 

A concentração para o Cortejo é às 8h, próximo da antiga Igreja Matriz de São José, e a saída será após o Encontro das Bandeiras, pela avenida Mário Cruz, segue pela rua Cândido Mendes, percorrendo outras vias do centro, até a Floriano Peixoto. Onde estará armado o palco para shows musicais com artistas amapaenses.

 

 

Mariléia Maciel

Assessoria de Comunicação

Fotos: Kallebe Amil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *