#VacinaAmapá: Mais 800 profissionais de saúde foram vacinados no fim de semana

Cerca de 800 profissionais das três unidades receberam a primeira dose de CoronaVac

A vacinação contra covid-19 para os profissionais da saúde da rede de assistência estadual que estão na linha de frente continua. Neste fim de semana, a imunização chegou para as equipes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Zona Norte e Sul e para mais 500 servidores do Hospital de Clínicas Alberto Lima.


Cerca de 800 profissionais das três unidades receberam a primeira dose de CoronaVac, do Instituto Butantan, produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Ao todo 300 profissionais foram imunizados nas duas unidades de pronto atendimento estaduais que recebem pacientes com sintomas da covid-19. As unidades possuem leitos de suporte avançado para estabilizar pacientes e posteriormente encaminhar por regulação para o Centro Covid HU, sendo que a UPA Zona Norte tem um centro de atendimento com quatro leitos de UTI para covid-19.

O médico Jeferson Luiz de Souza Júnior, 28 anos, que há quase um ano atua na UPA Zona Sul, falou um pouco sobre a esperança em dias melhores em meio a tantos problemas vivenciados durante a pandemia.
“A grande missão que isso tudo deixa pra gente, além de gratidão por estarmos com saúde conseguindo trabalhar, é a esperança. 2020 foi um ano muito difícil, muitos adoeceram, tivemos a perda de colegas médicos, técnicos e enfermeiros, parentes, e hoje estamos podendo dar um passo adiante, acreditando na ciência com a esperança em dias melhores para todos”, disse o médico.

O técnico de enfermagem da UPA Zona Norte, Kliger Campos, atua há 6 anos na unidade. Emocionado, falou que receber a vacina é a certeza de um recomeço, após ter sido hospitalizado no final de maio por agravamento da doença.
“Esse é um momento ímpar para mim que estive à beira da morte em razão da covid-19. A vacina vai nos proteger e aconselho que todos se vacinem, respeitando os grupos prioritários das fases da campanha”, declarou.

Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal)
Mais 500 profissionais do Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal) receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus neste sábado, 30. Com a chegada de mais dois lotes de vacina – um de 2.800 doses da coronavac e outro de 6 mil da astrazeneca – foi possível estender o imunizante para mais trabalhadores de saúde.

A expectativa pela vacina era visível em cada olhar os profissionais que aguardavam na fila que se formou na Quadra Poliesportiva do Corpo de Bombeiros. Fabricia Michele é enfermeira no Hcal há sete anos e disse que a vacina significa segurança de prevenção para todos.

“A vacina é proteção para nós que estamos no atendimento direto a pacientes com a covid-19. Significa esperança em vencer esse momento tão triste que toda a população tem vivenciado”, declarou a enfermeira.

Até o momento, o Amapá recebeu do Ministério da Saúde (MS) 39.800 doses, sendo 16 mil delas destinada a primeira e segunda fase da população indígena. As outras 11.900 foram dividias entre os 16 municípios para a aplicação da primeira e segunda dose nos trabalhadores da saúde e idosos institucionalizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *