Treva! Treva! Treva! Falta de energia perturbando o macapaense

Desde a última quarta-feira que Macapá vive uma crise de falta energia elétrica. Chuvas de verão detonaram a rede elétrica, demonstrando que o inverno vai sambar em cima da energia do macapaense.

Se há algo que pode piorar quando falta energia, é o atendimento técnico  não conseguir resolver em tempo razoável, o problema da população.

Pelo twitter, moradores de todos os cantos da cidade reclamavam da falta de energia, da falta do atendimento em seus bairros e da impossibilidade de falar com o call-center da CEA.

Ruas do bairro do Trem ficaram quase 24 horas sem energia na sexta-feira e no sábado. No buritizal, ruas ficaram o dia inteiro sem energia no sábado. Donos de restaurante e de empresas que trabalham com produto perecível também reclamavam dos prejuízos.

Sobre o atendimento técnico deficiente, a CEA está trabalhando com uma nova empresa terceirizada contratada para o atendimento. Será que é isso? A nova empresa ainda não está operando com a capacidade de atender a demanda?

Sobre os problemas ocorridos nos últimos dias, a CEA divulgou a seguinte nota:

CEA amplia equipes de atendimento de emergência

A Diretoria da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) determinou o aumento imediato do número de equipes para atendimento de emergência aos consumidores. As equipes de operação serão triplicadas a partir deste sábado, 22, e o atendimento de emergência (call center) da Companhia passa a ter sua capacidade aumentada em 67% para melhorar os serviços aos consumidores.

Uma situação atípica, ocorrida durante esta semana devido às mudanças climáticas, provocou vários problemas na rede de distribuição e, como consequência, um congestionamento na linha telefônica (0800 096 0196) de emergência e um acúmulo nos serviços de operação em decorrência da grande demanda. As equipes técnicas da CEA atribuem os problemas, principalmente, à falta de manutenção na rede de distribuição que nos últimos anos não tiveram nenhum tipo de investimento.

Este ano, por uma decisão política do governador Camilo Capiberibe, serão destinados à CEA R$ 18 milhões dos recursos que o Governo do Estado vai acessar do BNDES e serão destinados para investimentos na recuperação e ampliação da rede de distribuição em todos os municípios. As obras estão licitadas e devem ser executadas a partir de novembro.

A direção da CEA informa que está dando tratamento de crise para resolver os problemas e por isso decidiu ampliar os serviços de emergência neste fim de semana. O objetivo é dar respostas mais rápidas à população. (Gilvana SantosAscom/CEA)

Expo-feira

Sobre as reclamações da população de que a falta de energia é por causa da realização da Expo-feira, a CEA diz o seguinte:

 

CEA garante geração de energia exclusiva para a 48ª Expofeira do Amapá

“Está garantida a geração de energia elétrica 24 horas exclusiva para o funcionamento da 48ª Expofeira do Amapá. A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) providenciou a instalação de 3 grupos geradores no Parque de Exposições da Fazendinha com capacidade de gerar 2,8 MW de potência, o suficiente para atender a demanda sem precisar utilizar a rede de distribuição do sistema estadual”.

Oremos

 

  • CEA… Ahhhhhhhhhh acabou a luz, o assunto e a revolta da população. Temos de aguardar! Assim se faz um País? Opa! Lembrei estamos no Amapá, onde energia parece ser um favor do governo ao povo, e não um produto de consumo, os quais devem atender consumidores, registrar e justificar o motivo da inoperância da rede em atender minha unidade consumidora. Call Center da CEA – Rá, pegadinha do Mallandro!

  • Não foi isso que nos informaram na propria CEA, quando cansamos de ligar p um numero que só dava sinal de ocupado o dia inteiro. Lá nos informaram que os carros do plantão da cea estavam tds a disposição da expofeira, e que tinhamos que esperar… revoltante.

  • Mas a conta chega bonitinha em sua casa, e ai de vc se não pagar,o corte é certo.Muita “coincidencia”,ano passado foi a mesma coisa,pq logo que ininiou a expo-feira veio a falta de energia.A treva vem sempre e deixa o cidadão à merce da bandidagem,da insegurança e com os prejuizos,que a falta de energia acarreta.Êta! Sucupira lascada.

  • É tudo culpa de São Pedro!!!E eu finjo que acredito.O legal é que ao menos a chuva só causa efeito sobre a energia, a partir do momento que a expofeira começa a funcionar a todo vapor!

  • Eu estou desde 4ª feira so com uma fase de energia e a CEA nada. Manda esperar como se nós tivéssemos pedindo favor e nnão como consumidores que somos. Nós pagamos o olho da cara por um serviço que é lamentável.E no meu caso que moro na Zona Norte não tenho água da Caesa, a minha provém de um poço que utiliza uma bomba que precisa de energia para funcionar e sem energia nada! Sem luz e sem água…e ai o que se diz?

  • Se é assim na sede da capital, imagina no interior. Minha sogra passou 4 dias sem energia no Santo Antonio da Pedreira. Alô ANEEL, ELETRONORTE, ELETROBRÁS, MME, DILMA E O PAPA: SOCORROOOO!!!

  • é culpa do PT, não era isso que diziam qdo faltava energia, ah! não é o PT q ta na CEA, é o PSB, entao vamos mostrar competencia, pq não é isso que o governo quer, MUDANÇA, só ser for de gestão, pq continua a mesma coisa , ate pior.

  • Meus caros, infelizmente a mudança de governo provou que não há mudanças reais na realidade da CEA. 18 milhões é uma gota num oceano de problemas, até pq as obras prometidas não foram direcionadas pelos técnicos da empresa mas diretamente pelo Pres. Isso significa q os problemas não serão resolvidos devido serem obras de ampliação de rede e não de manutenção das q existem.
    Ainda nem choveu direito e o caos apareceu. Imagine qdo chegar o inverno com chuvas torrenciais e de 24hs.
    Culpa dos trabalhadores da cia.? NÃO! Culpa de uma gestão incompetente que não é do ramo e está preocupada apenas em vender uma boa imagem, e não compra nem fita isolante para as equipes de campo.
    Não se preocupem, teremos coisas piores pela frente!
    o caminho já foi apontado: o Estado deve largar o osso e Federalizar Já!

    • sindicalista pelego não falou nunca nada e agora resolve acusar quem que trabalha deve se petista da cea e recebia propina p/ fica calado.

      • ana cristina no minimo deve ser uma das bortas bandeira do psb em época de eleição nas esquinas de macapá, no gov passado só brincava de boneca ou só lia tititi, falta de energia vem sendo falado desde 2007 devia estar assistindo malhação só pode.

  • Concordo com Ballarini…ainda tem gente contra a construção de hidrelétricas, enquanto que a conpanhia de eletricidade de seu estado instala geradores ( a óleo,né?) em uma festa aí…depois aparecem os ambientalistas chiitas para dizer que hidroeletricidade é impactante…quantos litros de óleo são necessários se queimar para gerar 2,8 MW de potência durante uma festa destas? Cadê as ONGs???não se manifestam nestas horas???abraços a todos.

  • Instalar geradores a óleo com potência de 2,8 MW????quanto de óleo vão queimar? quanto vão poluir:???Cadê as ONGs, que se dizem contra as hidreletricas ( energisa limpa ), e não se manifestam nestes casos?

  • O GEA virou uma piada, quer dizer que choveu 2 dias todo mundo ficou sem energia! Quer dizer então que quando chegar o inverno não teremos mais energia…

  • Hoje a tarde choveu de novo e desafio quem diga que não faltou energia em lugar nenhum. Um exemplo são os semáforos da Feliciano coelho apagados por falta de energia.
    Ainda tem gente que se disfarça com pseudônimo e diz q nunca viu o STIUAP dizer nada. Acho q essa pessoa sempre morou em outro planeta ou não acompanha a mídia.
    Anúncios de caos e falência da CEA tem sido anunciadas desde o gov. Waldez q endividou a CEA em mais de 1,2 bilhões. Mas só o gov atual em 10 meses já são mais de 230milhões. Waldez empurrou com a barriga, hoje é a vez de Camilo? Torço para estar errado.

  • Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Concordo que a manutenção da CEA é crítica, concordo também que a qualidade de energia ( diga-se qualidade em termos técnicos)e a quantidade de interrupções de fornecimento de energia são fatores críticos desta empresa. Mas dizer que faltar energia em um bairro por causa que a energia solicitada pela Expofeira é grande, no mínimo necessita-se de tempo pra estudar o que vem ocorrendo. Venho sempre frisando que as subestações da CEA estão críticas, necessita-se de investimentos na ampliação destas subestações e até mesmo construção de novas. Agora como disseram anteriormente, dizer que os carros de plantão estão a serviço da Expoferira, realmente é revoltante, uma falta de respeito tremenda com o povo. Aliás vocês perceberam que estão pagando mais caro pelo consumo de energia? Revoltante né? Qualquer dia desses disponibilizo informações sobre algumas pesquisas que venho fazendo sobre o setor energético do AMAPÁ.

  • Minha tese basea-se no preço do kWh/mês.

    Por favor, acesse o link a seguir, sem os colchetes, [Fonte ANEEL].

    [http://www.aneel.gov.br/area.cfm?idArea=493]

    Dessa forma não consegue-se atender de forma satisfatória a população.

    Pontos relevantes na problemática da concessionária local:

    1 – Necessidade do equacionamento do problema [Federalização x Privatização];

    Sendo que sou favorável à Privatização.

    2 – Modernização tecnológica;

    3 – Conexão do Estado do Amapá ao Sistema Interligado Nacional – SIN;

  • Antigamente o Amapá tinha a turma da HARMONIA, agora temos a turma da AGONIA. Meus Deus, nunca tinha visto tanta coisa ruim nesse estado. Haja agonia. Não sei o que é pior.

  • E foi garantido que a expo-feira seria autosuficiente no tocante a energia elétrica, bobo foi quem acreditou. A CEA tem problema e precisa ser resolvido de uma vez por todas… Agora sem o apoio do Sarney que manda na pasta fica difícil neh…. bobo foi quem votou nele…

  • Hoje vejo o presidente do sindicato dos urbanitarios ir pra midia e fazer votos pra que a atual gestão não consiga exito, mais kd vs. que antes não fazia nada disso?
    Todos sabem que quem sempre comandou a Cea é o PT, se á algo de muito grave Vs. é um dos culpados pois nada fez antes pra que essa situação não viesse a acontecer.

  • A feira agropecuária é autosuficiente, possui geração própria, aproximadamente 3MW.

    No estacionamento, tem uns ”containers”, cor cinza escuro, com letras laranjas, escrito Aggreko.

    Os constantes desligamentos, não possuem nenhuma relação com o evento.

  • Ana cristina no duro é mais uma que saio do buraco PSBTISTA ou não é deste estado que só veio mamar na maquina do gov.Assunto de falta de energia vem sendo falado desde 2007 no duro ainda brincava de boneca ou só assistia malhação e só lia tititi. Esse cientista da NASA no Maximo que vai chegar é num desde desmanche das roubaltos de nada entende de energia elétrica. Se a privatização fosse boa em Belém a Celpa não estaria falida como a cea onde o kW/h custa 3X mais q no Amapá.a cea precisa de investimento em manutenção preventiva e corretiva e o Amapá já está na rota do SIN apenas pra levar energia do Amapá para o resto do Brasil onde 70% da energia de Ferreira Gomes já têm dono e não é o Amapá.Antes de falar de energia vão antes tomar um caldo de pé de galinha.

  • Prezado Kaio, argumentando dessa forma, concluo que vossa senhoria seja um renomado expert do setor elétrico.
    Quando analisamos os resultados apresentados pelas concessionárias federalizadas, o que se conclui, é que, ao invés de prestarem serviços de qualidade, e apresentarem equilibrio financeiro, as mesmas passaram a sangrar os cofres públicos federais.
    Kaio, essa falácia que você repete como papagaio, de que 70% da Energia da Ferreira Gomes Energia está vendida, e que o SIN, apenas irá servir para exportar energia do Amapá, mostra que você entende muito do Setor Elétrico e do funcionamento do mesmo.

  • Esse pessoal do sindicato, sonha com a federalização, espero que esse sonho torne-se realidade.

    Quando houvem a palavra -, Privatização, tremem de medo!

    Quando se fala de concessionárias, eles só conseguem enchergar a CELPA, do PA.

    Porque não pensam nas empresas privadas do setor elétrico que são empresas referências, segundo a ANEEL?

    Resposta = porque querem continuar na vida mansa, encostados pelos cantos, e resmungando do governo!

    (sem trabalhar, é claro!)

    Meu Diploma, meu Caro, Tem Pedigree!

    • O caro cientista d uma coisa ou outra, tem vontade de trabalhar em uma empresa do setor elétrico ou é frustrado por não ter conseguido passar no concurso.
      Quando se fala de ANEEL tem que se ter dúvida, essa instituição como se sabe é tendenciosa e alimentada por iniciativa privada que tem um único objetiva é lascar com as empresas estatais.
      Me forneça o nomes de uma empresa privada com selo de excelência…que tem um papel social para com sua comunidade.Simplesmente ñ tem, só levam o dinheiro para fora do país sem fazer os devidos investimento.seu consumidores pagam uma tarifa altíssima. Se vc acha isso bom então vc é mais um que ñ conhecer as condições do povo do Amapá.
      Destaco a vc a CESP q é estatal como a melhor em desempenho de eficiência e a Light q é privada com a pior, ambas no estado de São Paulo.Cemig a melhor distribuidora de energia do país também é estatal. O q faltou na cea foi gestão nada mais do q isso.Se os trabalhadores ganham, o q vc diz q é muito, foi por mérito e ñ por cabide.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *