• Ludugero é o nome do noivo. Ao fundo, de óculos, quer me parecer a Naíra e atrás do Senhor de paletó, vemos o Gabi, boêmio que já retornou ao pó. Foram moradores da Ernestino Borges, próximo da sede dos escoteiros Veiga Cabral. Nesse tempo, dormia-se sem grades, sendo que a única proteção eram os mosqueteiros, contra os famigerados carapanãs. Bons e saudosos tempos!

  • O Ludugero, como eu, Hermógenes e muitos outros, foi menino do CEL (Centro Educacional do Laguinho). Observa-se no alto, à direita, a linda estrela que não precisa de nenhuma letra para expressar o seu significado Glorioso.

  • Meus queridos e admiráveis ex-vizinhos.Moravam no Pacoval, sempre gentis,contruiram uma linda família.
    Tenho saudades deles: D. Rosana e Sr. Ludjero

  • Realmente é uma foto muito linda! Parabéns para a Alcilene Cavalcante e um abraço de São Paulo a todo povo do Amapá. Renatinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *