Selo Sustentabilidade é concedido a Mina Tucano

 

Certificação reconhece as práticas ambientais da mineradora, que atua em Pedra Branca do Amapari (AP)

Certificação reconhece as práticas ambientais da mineradora, que atua em Pedra Branca do Amapari (AP) Pedra Tucano, produtora de ouro localizada a cerca de 200 km de Macapá (AP), recebeu o Selo Sustentabilidade, do Programa Tesouro Verde. Trata-se de uma credencial do Governo do Estado que atesta empresas, indústrias e comércios que adotam boas práticas socioambientais e de gestão. O programa tem visibilidade internacional, estando alinhado com a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Acordo de Paris, implantado como uma forma de transformar o Amapá em um símbolo de economia sustentável da Amazônia.

“Somos uma empresa ambientalmente responsável, seguindo as melhores práticas em preservação de florestas naturais, emissão de carbono, manutenção da fauna e da flora, gestão de recursos hídricos, entre outras ações. Integrar o Tesouro Verde é uma honra e uma confirmação de que nosso trabalho tem gerado importantes resultados para o meio ambiente e a sociedade como um todo”, diz Fabio Marques, Diretor de Operações da Mina Tucano.

 

Pâmela Pádua, Diretora Institucional (Chief Development Officer) da BMV, instituição que faz a gestão do programa Tesouro Verde, confirma: “A Mina Tucano ao adotar a certificação do Tesouro Verde, investiu na proteção de florestas nativas públicas e privadas e apoia o desenvolvimento de comunidades no Estado do Amapá, que estão em conformidade com as diretrizes internacionais de sustentabilidade e governança socioambiental”.

 

A ação tem, ainda, uma finalidade econômica. Para o Estado, há receita pelos serviços de conservação dos parques via os Créditos de Floresta de sua titularidade, e cada empresa adquire estes créditos e de áreas privadas para cumprir sua “pegada ambiental” , que leva em consideração critérios como: geração de resíduos, consumo de combustível e de energias, processo disponível em plataforma eletrônica online, acessível a todos pelo link www.plataformatesouroverde.com.br, com sistema seguro e transparente de certificação com registro em blockchain. Com isso, cria uma rede colaborativa para incentivar e retribuir o consumo dos recursos naturais pelas atividades econômicas, estimulando o empreendedorismo local a sustentabilidade e instituições ou produtores rurais que possuem unidades de conservação e áreas preservadas em suas propriedades, a se integrar a plataforma Tesouro Verde também como fornecedores do produto da agricultura de conservação de florestas nativas, o Crédito de Floresta.

 

“Além de representar um importante reconhecimento, de ordem mundial, também permite maior solidez e segurança, por meio de incentivos fiscais e facilidades para obtenção de crédito”, explica Ivo Gama, Coordenador de Controladoria, um dos responsáveis por esta conquista. “Esse é um reconhecimento do trabalho que já vínhamos realizando na implantação do projeto, e será o primeiro passo para adquirir outras certificações ambientais que pleiteamos, como a ISO 14001”, conclui Raimundo Rocha, Coordenador de Meio Ambiente.

 

Sobre a Mina Tucano

A Mina Tucano é uma das maiores minas de ouro a céu aberto no Brasil, localizada a 200 km de Macapá, no Amapá. Empresa listada na Bolsa de Valores de Toronto, é subsidiária da Great Panther Mining Limited.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *