Mina Tucano entrega 800 novos testes de COVID-19 ao Estado do Amapá

 Na última segunda-feira 14,  a Mina Tucano e a Secretaria de Saúde do Amapá participaram de cerimônia de entrega de 600 testes rápidos de COVID-19, que serão direcionados a instituições públicas de Macapá. Na mesma semana, outros 200 foram doados ao município de Porto Grande, localizado a 100 km da capital. Os itens reforçarão a testagem da população, auxiliando no diagnóstico da doença e no reforço de políticas públicas relacionadas ao combate do novo coronavírus na região.


As entregas fazem parte da terceira etapa de doações da empresa junto a órgãos públicos do Estado. Desde abril, foram cedidos mais de 90 mil itens, entre equipamentos de proteção, testes, medicamentos e aparelhos para o tratamento cardiopulmonar de vítimas do vírus, visando o abastecimento das unidades de saúde, com um investimento somado de aproximadamente R$ 1 milhão.

Para o Secretário de Saúde do Estado do Amapá, Juan Mendes, os testes vão ajudar na continuidade das ações de prevenção e combate à doença. “A testagem é fundamental e uma das melhores estratégias para o enfrentamento da pandemia, podendo quebrar a cadeia de transmissão. O Amapá alterna entre a primeira e segunda posição entre os que mais testam no Brasil e isso reflete em nossos menores índices de letalidade. Vencemos muitas batalhas, mas a pandemia ainda não acabou e vamos continuar mantendo a vigilância”, diz.

O Gerente de Comunidades da Mina Tucano, Otmar Mejia, explica que a empresa acompanha de perto os desdobramentos do coronavírus na região e atua para reforçar o cuidado com os moradores do entorno de sua operação, em Pedra Branca do Amapari. “Esta é a terceira onda de doações e atuamos em diversas frentes, desde o início da pandemia, para proteger nossos colaboradores e comunidades vizinhas, auxiliando, por meio de parcerias com os órgãos públicos, na prevenção, diagnóstico e tratamento da COVID-19”, finaliza.

Sobre a Mina Tucano

A Mina Tucano é uma das maiores minas de ouro a céu aberto no Brasil, localizada a 200 km de Macapá, no Amapá. Subsidiária da Great Panther Mining Limited, empresa listada na Bolsa de Valores de Toronto, a Mina Tucano produziu 123.000 oz em 2019 e tem como meta produzir entre 120.000 a 130.00 oz em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *