Seguindo com a história dos videogames

*Gabriel Cavalcante Leão Dias – Design de Games

História dos videogames Parte 2 – Outro grande marco na história dos jogos, foi a era dos “arcades” cujo primeiro sucesso dos arcades foi o Space Invaders, de 1978, que pegou elementos do popular jogo Breakout, além de popularizar diversos elementos importantes para videogames, como um sistema de pontuação que fica salvo na máquina, tempo de jogo ditado pela quantidade de “vidas” do jogador, ganhar vidas extras com pontos e sem querer apresentou também o conceito de um jogo que fica mais difícil com o tempo(que também gerou o conceito de curvas de dificuldade e o Flow dos videogames, dois conceitos muito importantes para criação de jogos modernos). Outros jogos importantes que saíram pouco depois de Space Invaders e propagou a cultura dos arcades ainda mais foram Pac-man(come come pros íntimos) de 1980 e Donkey Kong(cujo os personagens viraram a cara da Nintendo) de 1981.

 

Space Invaders(1978), possuía uma “mecânica” que para cada alien derrotado, os aliens ficavam mais rápidos. Isso na verdade acontecia porque com uma quantidade menor de inimigos era mais fácil e mais rápido de processar o que acontecia na tela. Em outras palavras, o aumento de dificuldade do jogo era um “bug”.

Qualquer shopping, bar e até alguns restaurantes tinham pelo menos uma máquina de arcade no estabelecimento. Na maioria dos bairros, tinha que ter um arcade onde todo mundo se reunia e sempre tinha uma regra “da casa” igual para todos os estabelecimentos, quem perde sai da máquina e tem de ceder o lugar para o próximo. Em uma época onde os jogos mais famosos tinham normalmente uma máquina por estabelecimento, todos que queriam jogar tinham que fazer fila e esperar sua vez e só jogava muito quem era bom no jogo.

 

Hoje em dia a cultura dos arcades só sobreviveu bem no Japão, mesmo. Existem muitos arcades por lá ainda, com uma quantidade avassaladora de jogos de todos os tipos e para todos os gostos: jogos de dança, jogos de luta, simuladores, jogos de ritmo, alguns desses arcades até tem mitos que certos jogos saem antes em alguns deles.

Os arcades são uma jóia de um passado que infelizmente não voltará. Juntar todos os amigos e fazer um torneio em alguma máquina no arcade da esquina é algo que não vai mais se ver, ainda mais agora, que estamos na época onde não se tem mais a necessidade de se encontrar para ter uma reunião com os amigos. Podemos fazer isso facilmente pela internet.

No próximo post vou falar mais sobre o começo de quando jogos começaram a entrar nas casas da pessoas e se tiver espaço, da Crise dos Videogames de 1983.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *