Sarampo: Prefeitura de Macapá realiza bloqueio vacinal para interromper cadeia de transmissão. Veja onde tem vacinação

Prefeitura de Macapá realiza bloqueio vacinal em área do novo Buritizal

 

A Coordenadoria de Imunização de Macapá e a Vigilância Epidemiológica realizaram nesta quinta-feira, 24, um bloqueio vacinal contra o sarampo. A ação ocorreu na Travessa Fortunato Peres, no bairro Novo Buritizal, e imunizou crianças e adultos. O objetivo do bloqueio é interromper a cadeia de transmissão da doença.

O bloqueio vacinal é preconizado pelo Ministério da Saúde quando há ocorrência de um ou mais casos de sarampo em determinada área, como ocorreu no Novo Buritizal com um caso confirmado de uma criança menor de um ano de idade. “Nós fizemos a investigação epidemiológica na área. As pessoas da residência foram imunizadas e orientamos à família da criança. Até o momento, não tivemos outros casos aqui na área, mas investigamos os contatos próximos da residência para fazer o bloqueio”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Ingrid Martins.

Foram imunizadas 70 pessoas da área, entre adultos e crianças. Além disso, houve orientação sobre sinais e sintomas e a importância da vacinação contra o sarampo, que previne também a rubéola e caxumba. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica do Município, até 24 de setembro, foram confirmados 23 casos de sarampo na capital.

“A maneira mais segura e simples de prevenir o sarampo é a vacina. Por isso, continuamente, são feitas campanhas para garantir as coberturas vacinais. Orientamos os adultos a procurar uma unidade mais próxima para checar a situação vacinal das crianças e a deles mesmos”, destaca a coordenadora municipal de Imunização, Jorsette Cantuária.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, que pode evoluir para complicações e levar à morte. Ela pode ser evitada com a vacina tríplice viral, que protege também contra a rubéola e a caxumba. Ela é aplicada aos 12 meses, com reforço aos 15 meses com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela). Até os 29 anos, a recomendação é tomar duas doses do imunizante. Entre 30 e 59 anos, a pessoa deve ser vacinada uma vez. Para quem não sabe se já tomou o número adequado de doses, a orientação é se imunizar.

Vacinação: Prefeitura de Macapá imuniza mais de 700 pessoas contra o sarampo no Igarapé da Fortaleza

A Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria de Imunização, vacinou mais de 700 pessoas nos dias 22 e 23 de setembro no Igarapé da Fortaleza. A ação cumpriu o objetivo de imunizar contra o sarampo a população ribeirinha que habita no limite das cidades de Macapá e Santana. A mobilização é parte da grande campanha contra o sarampo, que ocorre no município até outubro.

“Eu queria levar o pessoal de casa para a vacinação, mas ainda não tínhamos conseguido tempo, e hoje estávamos todos no almoço quando a equipe passou e aproveitamos a oportunidade”, disse a dona Maria Creuza de Souza, moradora do Igarapé da Fortaleza.

Foram vacinados no dia 22 mais de 400 pessoas e no dia 23 pouco mais de 280, entre adultos e crianças. A maioria das crianças recebeu a primeira dose e os adultos foram doses de reforço. “Nós conseguimos atingir um público adulto, que dificilmente vai às unidades de saúde. Então, consideramos os dois dias de ação um sucesso e seguimos com a campanha nas UBS’s até 30 de outubro”, frisou a coordenadora municipal de Imunização, Jorsette Cantuária.

Em Macapá, desde o início da campanha, foram vacinadas 65 mil pessoas. De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica do Município, nos nove primeiros meses de 2020, 67 casos foram notificados, sendo 48 descartados, 16 confirmados e três seguem em investigação.

A vacinação contra o sarampo segue nas UBS’s das 8h às 17h (exceto as vocacionadas para o atendimento de casos de Covid-19). Além disso, o Município tem equipes de vacinação no Fortaleza do bairro Perpétuo Socorro, Center Kennedy e Importadora Macapá, das 14h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *