Saindo da lama

 

Macapá-AvAntonioCoelho-CIMG4782

 

Umas das melhores noticias pra Macapá, passou quase despercebida, inclusive para este blog: A adimplência da Prefeitura de Macapá, que garante ao município receber recursos externos, inclusive acessar mais de R$ 31 milhões de emendas parlamentares.

A PMM estava inadimplente no CAUC – Cadastro Único de Convênios, o Serasa do governo federal, como diz o deputado Davi Alcolumbre. Eram pendencias de várias naturezas, como, falta de prestação de contas,  débitos com a previdência, entre muitos outros.

E não pensem que isso é um trabalho fácil. Não é. Precisa de uma verdadeira força tarefa, de gente competente e que conheça o funcionamento dos sistemas do governo federal para fazer o resgate de convênios, habilitação de projetos, emendas e acompanhamento dos recursos federais.

Ainda este ano, a estimativa é que mais de R$ 31 milhões, frutos de emendas parlamentares, comecem a ser aplicados em todas as áreas da capital. Os valores contemplam construções de feiras; aquisição de equipamentos; revitalização de praças, como a Veiga Cabral e Floriano Peixoto; construção de creches e escolas; incentivo a prática de atividades esportivas; construção de unidades básicas; pavimentação; entre outras benfeitorias.

 

  • Que tal incluir o cumprimento do TAC asinado com o MP/AP, sobre o Amapá Garden, e asfaltar a Inspetor Marcelino (via que dá acesso ao Conjunto da EMBRAPA)?

  • Uma gestão que em menos de 1 ano fez mudanças em eixos importantes na vida do munícipe de Macapá. Seja na atuação frente aos servidores municipais, passando pelos nossos canais, na melhoria das rus e logradouros públicos; seja na modernização da máquina municipal e no combate à corrupção nos escaninhos municipais. Clécio, a exemplo de seu trabalho na Fortaleza de Macapá, assim como no banco do povo, provou e comprou que é um dos bons gestores vindo da cepa tucuju. O trabalho de Clécio e sua equipe começa a aparecer e já deixa muito gente de orelha em pé. áulicos e sabujos lambe botas da imprensa jabazeira já começam a desferir “FITE” na sua gestão e tentam desqualificar o trabalho de seu principal aliado: Senador Randolfe. Figuras amigas da corrupção( como um ex-presidente da ALAP) e pseudo-jornalistas que vivem do achaque e do engodo tramam a todo momento contra a gestão Clécio e o sr. Randolfe. Mas é gente que não tem voto e nunca realizou qualquer trabalho na gestão público e nem sequer foram eleitos para mandato eletivo. Defendo uma união entre PSOL e PSB seja no primeiro ou segundo turno. Devemos aparar as arestas e consensuar ponto para avançar na construção de um projeto socialista e que deixa de fora gestores e partidos que infelicitaram o povo do Amapá e transformaram a coisa pública num antro de corrupção e enriquecimento ilícito e consórcio entre amigos. Aliançar agora é uma necessidade e temos de ter equilíbrio e bom senso para que possamos extirpar o câncer da ex-gestão municipal e da ex-gestão do Estado do Amapá, que foram protagonistas de cenas de prisão e vergonha para o povo daqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *