Roberto Góes vai à Indonésia em sua primeira viagem oficial ao exterior

O prefeito de Macapá, Roberto Góes, embarcou na madrugada de ontem (31) para Jacarta, Capital da Indonésia, compondo uma delegação amapaense que vai visitar o quarto país mais populoso do mundo e o primeiro entre os países islâmicos. O grupo tem a coordenação do vice-governador do Amapá, Pedro Paulo Dias de Carvalho, e conta ainda com o deputado federal Davi Alcolumbre (DEM), o secretário especial do Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Farias, assessores e técnicos do Governo do Estado.

A viagem foi uma oferta do Governo da Indonésia, que já enviou seu embaixador ao Amapá no começo deste ano, com a missão de levantar informações sobre a possibilidade de trocas comerciais com o Amapá. A partir dessa visita, o Amapá ficou de retribuir a viagem, daí o envio de uma missão incluindo representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Macapá.

Segundo o deputado Antônio Feijão (PTC/AP) que participou ativamente das reuniões preparatórias da viagem, o Amapá tem muito a ganhar com esse intercâmbio. “A Indonésia é a maior produtora mundial de dendê, movimentando mais dinheiro com isso do que toda a produção de eletro-eletrônicos da Zona Franca de Manaus”, enumera Feijão, que citou ainda as soluções de mobilização fluvial como outra experiência a ser observada pelas autoridades amapaenses na viagem.

A chegada da delegação brasileira a Jacarta acontece às 21 horas de segunda-feira e o roteiro da viagem inclui visitas a fábricas de cimento, de “noodles” (macarrão instantâneo) e a um moinho de farinha em Bogosari (o maior da Índia).

Na quarta-feira o grupo vai a Pakambaru, onde conhece uma plantação de palma, produção de sementes e os laboratórios de pesquisa e desenvolvimento. Na quinta, em avião fretado, visitam Batam, onde irão ao Parque Industrial de Batamindo. Na sexta-feira, o roteiro inclui visita ao Bintam Resolt e depois a Bali. No dia 10, o grupo se reúne com representantes do Governo da Indonésia e em seguida embarca para o Dubai, nos Emirados Árabes, para uma visita de dois dias. O Dubai é um dos maiores compradores de minério de ferro produzido no Amapá pela mineradora Anglo Ferrous Brazil.

Nota do Blog – Que as autoridades desse “trem bão” não esqueçam de contar para o simpáticos indonésios que aqui não tem energia para fazer fábrica de coisa nenhuma. Nem de macarrãozinho.

  • [modo sarcástico ligado] É por lá que, de quando em vez, surge algum furacão devastador, não é? Avisaram o prefeito disso? Ele estará em segurança? Estou preocupado… [modo sarcástico desligado]

  • Eita viagem de turismo por conta do povo!!!!Se alguem acreditar que nesse desgóesverno teremos algum acordo comercial com algum País , é o maior BABACA que conheço!!!!aposto todos os meus bens e ainda registro em cartório. mas um coisa eu tenho certeza, algo em comum o povo daqui tem com o de lá…FURACÕES…sendo que o de lá é provocado pela natureza e daqui pela nata da corrupção que hoje se encontra em visita por lá…( pra lembrar Furacões de desvio de verbas da saúde, educação, setor energia, setor mineração….o estado tá falido pela desvastação da referida turma!!!).

  • Alguém pode explicar o que vai fazer um “projeto” de vice governador no final do seu mandato, um “pseudo” secretário de infraestrutura do municipio no início do seu mandato, é mais uma dezena de puxa sacos, em uma fabrica de macarrão na Indonésia? Mas uma farra com o nosso dinheiro, em quanto isso em Sucupira da lhe apagão.

  • É muita falta de respeito desses irresponsáveis que acabaram com o Amapá, agora vem mais mentiras para cima da população.Seria bom o Davi e o Feijão dizer ao povo do Amapá,quando custou a sua venda de mandato, quem pagou e de onde era o dinheiro.

  • Eles vão apresentar o Amapá Produtivo por lá. Vão vender a monumental quantidade de soja dos nossos cerrados. A porrada de melancia cultivada no Bailique. A enorme quantidade de arroz Tia Nice que atualmente abarrota todos os armazéns do Estado. O estoque imensurável de camarão beneficiado na fábrica do Igarapé da Fortaleza. Os móveis e cerâmicas diversas padrão internacional, produzidos no Pólo Moveleiro e polo Oleiro, que atualmente estão armazenados a céu aberto. Acho que eles vão tentar vender o cimento, o ferro,o aço produzidos pela Sólida, pela CSA, da época em que o JJ era o manda-chuva da SEICOM. Todos projetos integrantes do Amapá Produtivo. Mas eu acho que, em função da situação atual, vender tecnologia de fornecimento da água, produção de energia e sua principal expertise, fornecer merenda para os estudantes da rede pública.
    MUleke,
    que bem que queria ir,para ver de perto a presepada.

  • É miragem ou é real: é Dubai ou Dubailique?
    Francamente. Os caras não conseguem nada com a Franca, que tem um rabicho aqui na Guiana, “alvará” na Indonésia, que só prá chegar lá, com sorte, é dia e meio dentro de um avião potente.
    Como canta Bezerra da Silva, em sua obra, “dá um tempo malandragem!”.

  • Uai, êta trem bão, esse prefeito é o que mais capacita sua equipe, há pouco meses ele mandou uma equipe, p/MG,p/verificarem de perto as estratégias de uma boa adm , agora para indonésia, depois, USA, CHINA, CANADÁ e etc, como consequência destas pequenas viagens de reciclagem adm, provavelmente não colocará nada em prática, porém o povo não poderá dizer que ele, não é moderno arrojado, sempre com um olhar futuro para as próximas farras que fará com o dinheiro público, e ao findar o4 anos macapá vai continuar a mesma merda, mas o prefeito de visão vai ter muita história para contar de suas viagens de farra, pode até se tornar bilìngue, o povo besta sô.

  • O Prefeito ta achando que ele é presidente da república é?
    claro que o Prefeito foi passear na Idonésia, isso é fato, não temos nenhum acordo de cooperação com esse país, passear com dinheiro dos outros é tão bom!
    essa viagem não vai trazer nada de fruto..

  • Quando esse Cassado chegar ele vai ocupar o programa de rádio do “Ganha Fácil” e contar um montão de mentiras.Quem não lembra da retomada da obra do hospital do Câncer.Tudo mentira,era só para impressionar o TRE-ap.Quero vê se com a grande quantidade de processos,quantas mentiras o “Ganha Fácil” vai inventar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *