Repiquete é Memória

Eleição de 1990

Primeira eleição no Amapá para governador, 3 senadores, 8 deputados federais e 24 estaduais.

Te diverte reconhecendo quem está na foto fazendo o mapa do Amapá e conta aí.

Foto do grande Daniel de Andrade, do blog Saitica( Com link ao lado)

mapa da FALA-daniel de andrade

  • Baba, eury farias, duca (manoel dias), Raquel capiberibe, edivan, arimathea, hildo fonseca, Gilson rocha, num sei o que junir ( o careca do lado esquerdo), fala fina, Heraldo (mora em natal hj), janete, Almeida Junior, Correa neto, hildegardo Alencar, lourival freitas, Mariozinho (n tenho certeza), bi trindade (n tenho certeza), bala rocha, entre outro companheiros que a saudade e a emoção me toli em discernir, o tempo em que a política era levada pelo romance e pelos ideais, eu vi nascer a primeira centelha de democracia, e vcs não sabe o quanto que dói, olhar pra trás e ver que a política de outrora era levada pelo poder de transformação e de ternura, era política idealista embalado por sonhos de mudança que outrora não existe mais, vcs não sabem o quanto dói,… e dói muito, olhar pra trás e lembrar da minha infância permeada de pensamentos positivos, onde o nosso único ideal era transformar esse estado em um lugar digno de se viver, não.. a maioria não sabe o quanto dói.. e doi muito, me emociono, tremo, e me orgulho de ter visto nascer a política do idealismo, longe do fisiologismo, das conveniências e do troca-troca, caramba, dói muito e não me canso de dizer, saber que hj as pessoas lutam por objetivos pessoais, e que a única coisa que interessa eh o sucesso pessoal, porra, as lembranças que habitam a cabeça desse menino que escreve essas palavras sinceras, são fatos e uma herança que ficou pra trás e que nunca mais vai voltar, eh a política embalada pelos movimentos sinceros, musicos, cantores, pensadores, maconheiros, hippies, artesãos, e pessoas comuns, com o sentimento aflorado de libertação. Éramos tão igenuos na busca de um sistema puro e sublime, que hj em dia a maioria das pessoas não acreditam existir, caramba, sou um jovem de 27 anos, mas que vivi nosso processo democrático intensamente, e que acredita que política pode ser feita de amor e propostas sinceras, com o único motivo de mudar o mundo, com o motivo de construir um futuro melhor para todos, independente de legendas políticas, independente da bandeira que carregue, acredito sim que meu passado me ensinou a acreditar que o mundo pode ser transformado em sonhos concretos, e que nossos sonhos podem ser algo palpável e concreto. Acredito na força do amor, e acredito que só assim podemos buscar as melhorias e as transformações necessárias que nossa sociedade necessita. Pra finalizar, dói muito, e a saudade é destrutiva de pensar que nosso estado já foi feito de poemas e canções e que dói muito saber que nos tornamos personagens de uma guerra incomensurável pela disputa do poder e da ambição. Doi muito….

    • PARA RAFAEL GUEDES.
      É verdade meu jovem, apesar da sua pouca idade, vc demonstra uma maturidade pouco comum em jovens como vc, vc está coberto de razão no seu comentário. A grande maioria ds líderes politicos daqui, disvirtuaram completamente o sentido de liberdade democrática para libertinagem democrática. É muito triste observar em seu comentário tamanha tristeza, decepção e o mais triste: “A falta de esperança”. Realmente o que estão fazendo com o nosso estado, é de fazer agente chorar…

    • Aí Rafa, tens toda razão. Talvez o que os políticos, a nível local e global, tenham esquecido ou até mesmo nem saibam, é o significado de política: “polis” (cidade), serve para designar desde a antiguidade, o campo da atividade humana que se refere à Cidade, ao Estado e às coisas de INTERESSE PÚBLICO. O que temos presenciado, e o que nos causa tamanha indignação, é o interesse pessoal cheio de discursos carregados de FALÁCIAS, fugindo da política ÉTICA E MORAL. Não podemos desanimar! temos que fazer valer o direito da ISEGORIA (direito de expor e discutir em público opiniões sobre ações que a cidade deve ou não deve realizar. Abraços!!

  • Tô vendo bem no meio a Janete, um pouco abaixo e à esquerda meu saudoso amigo Babá, no lado direito Bi Trindade, um pouco abaixo Almeida Junior e Jackson Amaral, ao lado do babá, o Bala e de branco no canrto superior direito o Ari. Eu era adolescente nessa época mas já um apaixonado pela política. Lembram do jilgle da Fala: “Leleleô, leleleahh, Gilson Rocha e os amigos…”.

  • Deu um ponta de saudade daquela época, como bem disse o Rafael, feite da “poemas e canções”, mas também de muitos espinhos. Eu vivi intestinalmente esse tempo – olha eu ali, bem atrás do Almeida Junior. O Mais engraçado é que PT da época rechaçou o apoio do Sarney para o Gilson Rocha, nosso candidato a gover. Nossa articulalçao (PC do B e PSB)é para que o Hildegardo Alencar fosse o candidato, mas o PT indicou o Gilson.
    O Duca foi o principal articulador do apoio do Sarney, e todo nós sabíamos o porque era tão importante ganhar o Governo. Pois quem diria que o Sarney seria o principal apoio do PT hoje em dia.
    Nesse tempo passou por aqui Suplicy, Benedita da Silva, José Genoino e Lula da Silva. Na Casa no Duca, reunimos com o Genoino (Eu, Raquel, Duca, Capi, Gilson, Babá, Eraldo, Wagner Gomes e mais alguns que não lembro o nome). Nessa reunião discutimos (Eu era presidente do PC do B)o apoio do Sarney, que disse que apoiaria sim o candidato desde que o PT estivesse unido em torno desse apoio. Ora, todo mundo sabe que o PT nunca foi unido, um balaio de gato que fez uma grande “merda” em nome da sua posição ideológica – que é bom ressaltar, jogou na lama ao encontrar em Sarney, hoje, seu maior aliado no Congresso. Então,voltando à reunião, aliás, o Genoino acabou com a reunião, todo mundo foi embora puto da vida porque JG veio pra dizer que o PT não se juntaria a um homem que teria “mandado matar operários”.
    Na casa do Capi, reunimos com o Suplicy e Benedita para o mesmo assunto. Essa reunião foi a mais traumática. Chegou um momento que, de tanta tensão, o Capi saiu correndo para o seu quarto e a Janete atrás dele. Logo ela voltou desesperada dizendo que prefeito tava sofrendo um infarto. O Bira Silva (médico) saiu correndo pra lá, mas depois voltou e disse que tava tudo bem e que o Capi apenas tinha entrado numa crise de choro. Nossa, vocês não imaginam comp ficou a cara do Suplicy e da Benedita.
    A terceira reunião foi casa do Eraldo, irmão do Babá. O Lula veio pra endossar o que Benedita, Suplicy e Genoino haviam afimado, que o PT preferia perder a eleição do que se juntar com um homem como o Sarney. Foi um grandessíssimo de um fdp que hoje anda de mãos dadas, beijos e abraços com o mesmo. Nessa reunião todos foram unânimes em afirmar que ganhar a eleição era importante porque estava em jogo a constituição dos Poderes do Estado (Tribunal de Justiça, TCE, AL e o próprio Executivo). O Lula fez ouvido de marcador.
    Depois que eu falei o que tinha que falar e responsabilizar o PT pelo “futuro trágico” do Amapá, levantei e fui embora. Mas antes passei pela cozinha do Eraldo, onde estava instalado o buffer, do nosso amigo Gil, da Tropeiro (lembram da churrascaria Tropeiro?), peguei um litro de uísque – Chivas, 12 anos – e fui pra casa do Djalma Lamarão, na época diretor da Embratel. E lá detonamos o uísque, afogando a minha fossa por está no meio de “poemas e canções”, mas ferido pelos espinhos de um amor que nunca chegou, o de ver o Amapá livre das mazelas que hoje tanto repudiamos. Mas talvez foi até o PT não ter ganhado a eleição. Talvez, talvez ele tivesse feito outra grande “merda”.
    Abraços a todos.

    • O PT nunca teve, de fato, identidade partidária. E a demonstração é justamente o fato de 20 anos depois de repudiar o sarney, Lula tê-lo como grande aliado. Não acredito e nunca acreditei no PT. Tampouco nos petistas.

      • Você acredita em algo? Gosta de Alguem? Já foi amado? Sinceramente todos sabem em que voce acredita, em que voce gosta. Esse seu discurso é decadente.Procure uma terapia, um grande amor. Deixe de ser Hopócrita. Você é mais um rato governista.

        • Hipócrita é você. Ao menos não me escondo em pseudônimos para declarar o que penso. Ao longo dos anos, fui me convencendo de que parte expressiva dos dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT), com destaque para Lula, não tinha um projeto de sociedade para o Brasil. Havia quase que exclusivamente um projeto de poder. Portanto, atualmente, não há espaço para surpresa ou decepção. O fato é que Lula e o PT morreram. Enterremos Lula e, sem compaixão, deixemos o PT chorar os seus mortos. E que o espectro de Lula não ronde as esquerdas brasileiras nos próximos anos. Assim, poderemos reconstruir blocos consistentes de forças políticas efetivamente democráticas e populares. Lula foi uma aposta perdida.

    • eu tava nessas reunioes perambulando hehehe, lembra que genoino foi categorico em negar apoio do sarney? e que na reuniao na ksa do capi com o sarney, ele disse que tinha que da um tiro na perna do papaleo para ele crescer nas pesquisas? desde ai, o capi comecou a ter nojo do sarney, e onde o capi encontra o papaleo ele diz que o papaleo deve uma perna a ele que nao deixou o sarney concretizar o plano e sem o papaleo saber. ai fernandinho, eu acho que ainda tenho algumas fotos dessa reuniao.. foto la na sede dos servidores municipais com o lula lembra? tenho foto eu, lula, erundina etc… tu deve ter um monte ai num tem? que tal tu mandar pra publicar no blog? abraco!ou entao vamos marcar de tomar uma no norte das aguas e relembrar os tempos hehehe!

      • KKKKKk
        Rafa, tenhos fotos sim, e muitas outras boas história tbm. Pois é… a perna do papaleo tava sim no planos do Sarney. Precisamos sim colocar esses papos em dias e adorei a proposta do Norte das Águas. Me liga a vamos marcar um papo assim, quem sabe não rola um livrinho com fotos e textos sobre essa época.
        Valeu Rafa, abraços

  • Só pra dizer que essa senhora na esquerda de vermelho e jeans (também está de óculos) é a Dna. Cecília. Foi candidata pelo PT na época.

  • Alguns aí depois se revelaram quem verdadeiramente eram. Um plano familiar que colocou a Família Goés e Bala no governo em 8 anos de nada! Minha sintese da história da esquerda fica com o artigo “O futuro do PT”, publicado no blog da Alcinéia.

  • CAros
    Perto do DUCA esta o ALmeida Junior do PV da MARINA, O partido aqui no AMAPÁ AINDA NÃO SEI PRA ONDE O VAI….

  • O careca de camisa vermelha que está sorrindo e atraz da baixinha de óculos é o JOÃO AYRES exímio topografo do INCRA aí em Macapá.
    êle é um dos pioneiros no mapeamento rural do Amapá.
    Os primeiros Projetos de Assentamento que surgiram aí, éle foi um dos profissionais que elaborou as plantas e os memoriais descritivos que motivararam a expedição dos primeiros títulos definitovos para os trabalhadores rurai do Amapá.

  • num eh a sara banha ali ao lado do claudio pinho? o claudio esta a frente do hildo fonseca e ao lado do bi trindade e da Raquel. Eh o waldez atras do BABA? o segundo atras do duca nao eh o Celso? e aquele ao lado do arimathea nao eh o Paulo Melo?

  • E a senhora que está à frente do querido Paulo Melo é a professora Regina Smith, mãe do deputado Ruy Smith.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *