• Não morei, mas viajei uma vez para a Serra do Navio. Isso foi em julho de 1972. Gostei muito, principalmente do clima e daquela neblina. A viagem de ida não foi confortável. Viajei num domingo à noite, com saída às 20 h e chegada na madrugada de 2a. feira por volta de 1 h. O problema é que a viagem no domingo era reservada para funcionários da Icomi que haviam descido no final de semana para Santana ou Macapá. Viajei bem desconfortável, quase perto do maquinista, recebendo fumaça de vez em quando. Mas valeu a aventura; acho que o diferente é mais divertido (se é que se pode chamar a isso de diversão. A volta já foi mais tranquila (sem o trema no “u”, pra ir acostumando com as mudanças da reforma ortográfica).
    Uma observação de minha presença na Serra: os bares não vendiam cachaça. Daí porque encontrei um monte de garrafas vazias na casa onde estava hospedado; eram os parentes ou amigos que traziam de Macapá.
    Uma viagem, de uma semana, mas marcante: devido ao frio (em julho), dormia “empacotado”, de meia e de calça Lee. No cinema local, assistí a dois filmes interessantes: um documentário sobre Louis Armostrong e “Os Guerreiros Pilantras” (título original, “Kelly’s Heroes), com Clint Eastwood, Telly Savallas, Carrol O’Connor e Donald Sutherland. Uma divertida comédia de guerra, onde um grupo de soldados americanos e um oficial alemão brigam por uma fortuna em barras de ouro, do governo nazista. O filme havia sido recomendado por um amigo meu que morava em Santos, e não perdí a oportunidade. Acho que esse aí nem Globo tem pra passar de madrugada; talvez em dvd pirata desses baixados direto da tv.
    Não voltei mais lá, mas acredito que depois de uma exploração predatória (o minério acabou antes do 50º ano do término do contrato com a Icomi (leia-se Bethlehem Steel Company), a Serra, apesar de ser município, deve estar bem mudada.
    Coloque, por favor, no seu blog, ou no da sua mana Alcinéa, algumas informações sobre a Serra do Navio. Obrigado.
    Aloisio

  • nossa….que viagem!!!! nasci na Serra, minha infância e adolescênciafoi lá…….que saudade!!!! tempos bons que terminavamos as noites em serestas na praça…

  • Lembrar de onde nasci é uma viagem fantástica que procuro manter na mente diariamente.
    Bom mesmo era ao amanhecer depois de um bom banho quente ir á escola e em meio á serração que tomava conta de toda vila, se deslumbrar com aquele cenário pitoresco.
    Nunca vou me esquecer depois de algumas horas, observar da janela da sala de aula a névoa se dissipando e expondo lentamente as casas e as pessoas sempre felizes.
    Por isso que ser amapaense é nascer na SERRA DO NAVIO.

  • Mesmo estudando no Rio de Janeiro (81/85), vinha sempre à Macapá passar o carnaval, e [sempre] decorava no clima desta grande festa as sedes dos clubes. Desde 78 já fazia isso, foi o caso do Independente, em Santana (duas vezes); em 80 fomos para Serra do Navio, Eu e meu amigo BOLÃO (garrafais porque Ele merece, Waldemir Gouveia Rodrigues, filho do professor Waldir Lira Rodrigues, diretor “temporário” – porque passou muito tempo, do Colégio Castelo Branco, decorar o Manganês Esporte Clube (lembranças do Sr. Bilóca (chefe da cozinha da ICOMI na Serra), pai do José da Silva Picanço (Alcino), também meu amigão. Fiz outras. Em 83 foi a vez do Santana Esporte Clube

  • Tudo bem Alcilene?, após +- 23 anos,sem ir a Serra do Navio, estou planejando uma visita ao lugar em que nasci,to achando legal ter encontrado teu site, to gostando da fotos.
    Lembrei das festas na Serra. e o restante da turma (Popoca,Punga etc,etc…)

  • Saudades como é triste senti-la, serra do navio é tudo de bom, passava minhas férias no sítio da minha vóvó que Deus a tenha, tudo isso foi na década de 80, era no balneário pedra preta, uma beleza desnublante, quanta fartura, hoje moro em Fortaleza-Ce, mais se Deus me permitir ainda irei à serra do navio para reviver a minha infância… que infância.

  • Olá! Quem bom que vcs puderam estar nos bons momentos da Serra, por que hoje com a saída da ICOMI ela está uma droga infelizmente os governantes estão acabando com ela. Só podemos lamentar!

  • Boa Noite!
    Vivi esse tempo maravilhoso, sinto muita saudade da minha terra natal.
    Meu pai trabalhou na ICOMI e eu nasci em Serra do Navio, vim para Belém do Pará com 11 anos e estou até hoje.

  • Pois é cara amiga meu nome é rosangela mais conhecida como rosa, sou vereadora e moro a mais de 27 anos no municipio de serra do navio, e venho cumunicar a todos os ex moradores de serra do navio, que nesta ultima quarta feira veio a órbito o nosso querido amigo edmar beleza ele que foi um grande homem, e grande empresário e pioneiro no setor de internet de longa escala, e dono da maior locadora de dvd de serra do navio e lembrar que serra do navio estar de luto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.