• Essa turma da antiga Guarda TErritorial, Cutia, Didó, e Picanço, foi responsável, juntamente com outros valentes homens da briosa GT, pela nossa Segurança Públlica desde a criação do Território, até o ano de 1976, quando a PM/AP, que deveria aproveitar a Guarda Territorial, já que a Lei especificava “transformação da GT em PM” e não criação da PM, trabalhava só com a cara e a coragem, no regime de 24 x 24 horas, em tese, porque apesar de se apresentarem ao serviços às 07:00 horas da manhã, no dia seguinte nunca saiam nesse horário. E naquele tempo Macapá era brabo, o recibo de pagamento era seco: Somente o Salário Básico e nada mais e o índice de criminalidade era baixíssimo, porque a dedicação policial era integral e o pessoal gostava de fazer polícia.

  • Colegaestou fazendo um estudo sobre a história do sistema penal do Amapá, mas está sendo muito difícil o registro de fotos desses períodos em particular do “beirol”, copen, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *