Reducionistas

A ex-senadora e ex-ministra Marina Silva veio ao Amapá para apoiar o candidato Clécio, do PSOL. Sim, isso é um fato político/eleitoral.

Mas é inegável  que esteve entre nós uma das mulheres mais respeitadas e admiradas do mundo de hoje. Sua bela história de vida e militância por um mundo melhor, geram reconhecimento e representatividade internacional como representar o Brasil na abertura dos últimos jogos olímpicos, mesmo sem exercer nenhum cargo; e ser nomeada membro honorário da União Internacional de Conservação da Natureza. Entre outros fatos, eventos e premiações.

Mas tudo isso somados a uma bela biografia foi desperdiçado por boa parte da imprensa local, que praticamente desconheceu a presença de Marina aqui.

Não precisava tratar de eleição com ela. Marina é uma imensa pauta.

Reduzir a presença de Marina ao debate eleitoral é muito pequeno. Marina é muito mais.

  • Alcilene, eles não gostam de ouvir a verdade, como diz aquela personagem do zorra total. Ouvi a entrevista dela no programa Café com Notícia e ´fiquei impressionada. Votei nela nas eleições para presidente. Lamentável o fato dos outros meios de comunicação não ter dado importância.

  • Mas, neste caso, não se trata de “reduzir” a visita dela à eleição, porque a visita dela FOI pela eleição. Ela não veio debater formas de salvar o planeta, nem divulgar a agenda de cultos da Igreja do Aquecimento Global dos Últimos Dias, né? 😉

  • Infelizmente, hoje no Amapá, vivemos uma ditadura das comunicações. A maioria dos veículos de comunicação de massa, , rádios, televisões e jornais, são de propriedade de políticos ou estão a seus serviços. Assim, sendo, só notícia aquilo que os agrada.
    Espaços, como este Blog, são os únicos ecos do contraditório, mais ainda não conseguem alcançar a grande maioria das pessoas.

  • Concordo com Vc. Marina hoje é muito mais que uma ambientalista. É uma referencia mundial sobre o que queremos para um mundo mais saudável e uma sociedade mais fraterna e justa, resistindo ás estruturas de poder que estão montadas e encrustradas a décadas para apropriar-se pelo poder me si.Mas, essa mesma estrutura respeita e teme aos que se lhes resiste. A história está repleta de exemplos em todos os campos da vida ( na arte, na política, no ambientalismo, etc).Lamentável o papel,por asim dizer, pequeno e vil de parte da nossa imprensa. Bjs
    Mano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.