Randolfe protocola ação no MP-AP e solicita que Estado haja imediatamente para garantir atendimento aos municípios amapaenses

 

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) acionou o Ministério Público Estadual do Amapá, ontem (02), para que o Governo do Amapá tome todas as medidas cabíveis para garantir a prestação de saúde aos cidadãos dos municípios amapaenses que dependem de transporte para receber o atendimento em saúde na capital Macapá. Em outra ação, o senador pede que o Governo tenha atenção com a situação de Calçoene no enfrentamento à covid-19.

De acordo com o documento protocolado pelo parlamentar, a informação é de que diversos pacientes estão à espera de atendimento médico por falta de transporte do interior para a capital, que possui maior capacidade. A iniciativa partiu após assistir ao vídeo da jovem Vanessa Pereira, do município de Laranjal do Jari, amplamente divulgado.

“Recebi o vídeo da Vanessa e fiquei muito preocupado na quantidade de pessoas que podem estar passando pelo mesmo problema. É fundamental que o Governo tenha como prodecer para evitar que mais pessoas venham a morrer sem atendimento adequado”, explicou Randolfe.

O senador vem denunciando o descaso do governo estadual em meio à pandemia do coronavírus. Recentemente, o parlamentar protocolou representações no Ministério Público Estadual (MP-AP) e no Ministério Público Federal (MPF) para apuração de responsabilidades do governador e de quaisquer outros envolvidos na situação caótica da saúde pública no Estado.

*Calçoene*
Em outra representação, o senador detalhou a situação do município de Calçoene, após diversas denúncias de cidadãos que relatam fatos preocupantes.

De acordo com a representação, são relatados fatos como a precariedade das duas únicas unidades básicas de saúde da cidade, que sofrem com a falta de profissionais, equipamentos, insumos, remédios, equipamentos de proteção individual (EPIs) e testes rápidos.

Na denúncia, o senador informa que no Distrito do Lourenço, por exemplo, não há nem mesmo ambulância, conforme denúncias recebidas.

No Amapá, mais de 10 mil pessoas foram infectadas pelo coronavírus. O número de óbitos passa de 230 e quase 10 mil pessoas esperam resultado de testes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *