Randolfe está entre os 10 melhores parlamentares do Brasil, no ranking da Revista Veja

Ranking do Progresso: os melhores parlamentares de 2014

VEJA publica pelo quarto ano o seu Ranking do Progresso, uma avaliação objetiva do desempenho dos senadores e deputados — que, sim, no conjunto, tratam o país com seriedade.

Randolfe-Veja

 

Leia matéria completa aqui http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/ranking-do-progresso-os-melhores-parlamentares-de-2014

  • incrível: se não tivesse nenhum amapaense nos primeiros da lista, estariam reclamando que os senadores não fazem nada. agora quando aparecem pelo menos UM, ainda querem meter porrada no cara. pô, tem um amapaense nos 10 mais , gente! vamos nos tocar disso, né!

    parece que preferem ver o waldez preso posando de “inocente” nas manchetes policiais a ver um senador atuante merecendo um parabéns.

  • Não sei não. Tenho minhas dúvidas, pois seu desempenho, como representante do Amapá,nesses quase dois anos, deixa a desejar.
    A população quer respostas, objetivas, aos seus anseios e as suas necessidades.

  • Muito bom; em que lugar está senador Maranhense? É bonito quando o senador Amapaense recebe o título de Penico de ouro! Na época das campanhas, os candidatos ao legislativo,só falam em trazer dinheiro; por isso votamos neles; agora, vá falar que vai fazer ou ajudar a aprovar leis justa para a Nação, Estado ou Município; dizemos logo; esse não vai fazer nada. Então; o parlamentar é a cara do eleitor! O Senador Randolfe é um autêntico representante do Amapá; não admitir é burrice ou inveja.

  • Bom, gostei do nosso querido senador ter alcançando tanta projeção. Certamente em qualquer ranking, sério, ele ocuparia posição de destaque. Contudo o ranking da Veja parece um tanto duvidoso. Colocar senadores da estirpe de Jader Barbalho e Gleisi Hoffmann a frente de Cristovam Buarque… Bom , é no mínimo curioso, é no mínimo “Veja”.

  • esse pessoalzinho gosta é de ver bandido de colarinho, maracutaia, policia federal aginda, gosta é da harmonia que existia (e que por sinal, voltou em 2015).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *