Rachadinha: Assembleia Legislativa do Amapá reúne agora para decidir sobre deputado investigado

O presidente da Assembleia Lagislativa do Amapá, deputado Kaká Barbosa, convocou os deputados estaduais para sessão extraordinária na manhã desta quinta-feira, 21.05.

Os deputados vão “deliberar” sobre a decisão judicial que afastou o médico e deputado Alberto Negrão, que foi alvo da Polícia Federal (PF) na operação “Terça Parte“, que investiga um esquema de compras de votosnomeação de funcionários fantasmas e “rachadinha”. 

A operação foi determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá.

A PF descobriu que o esquema de “rachadinha” na Alap funcionava com o confisco de 70% da remuneração de assessores que eram nomeados, mas não trabalhavam e que, os dados pessoais eram cedidos pelos servidores fantasmas e as folhas de frequência, eram apenas assombração.

Os indícios de crimes surgiram durante as eleições municipais de 2020. O deputado investigado teria usado assessores fantasmas, que também eram servidores de um hospital particular e do Hospital Universitário (HU) – Centro Covid -, para convencer eleitores a votarem em um candidato a vereador, em troca de favores na área da saúde.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *