PT vai apoiar PSB e indica Van como vice

Matéria do Jornal Diário do Amapá

 

O Encontro de Delegados e Delegadas do PT de Macapá, ontem, no Espaço Dalto Martins, definiu que a legenda vai disputar a eleição municipal majoritária do corrente ano com candidato a vice em chapa encabeçada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

O PT, no encontro, escolheu Edivandro João Vilhena, o “Van”, para compor a chapa majoritária com o PSB que deverá ter a deputada estadual Cristina Almeida como candidata à prefeita da capital.

O encontro petista foi tenso. Em alguns momentos palavras de baixo calão foram proferidas entre membos do grupo da deputada federal Dalva Figueiredo e do grupo do secretário estadual de infra-estrutura, Joel Banha. De vez em quando uma via de fato era encenada, mas não executada.

Dalva foi para o Espaço Dalto Martins contando com 52 delegados, enquanto Joel Banha, com o reforço da vice-governadora Dora Nascimento, do mesmo grupo, participou do encontro com a esmagadora maioria de 95 delegados.

Alegando que haviam cerceado a sua fala, a deputada federal Dalva Figueiredo se retirou do encontro, levando com ela boa parte de seguidores. Com isso, a presidente estadual do PT. Nilza Amaral, ficou à mesa dos trabalhos como testa de ferro do grupo da parlamentar, chegando a ser achincalhada por um filiado que discursou.

Nilza não deixou por menos, pediu direito de resposta, pronunciou-se, identificou-se como pró Dalva, concluindo que estava acostumada com aquilo, pois teve a sua formação política forjada pela “democracia petista”.

Acordo – Longa carta assinada por Neuza Menezes, presidente do Diretório Municipal do PSB, foi lida no Encontro dos Delegados e Delegadas do Partido dos Trabalhadores. Na missiva, uma invocação ao acordo firmado entre as duas legendas em 2010, com o argumento de que essa aliança tem que continuar para a eleição do ano em curso.

A leitura da carta serviu de estopim para a retirada da deputada Dalva Figueiredo, do encontro. Paralelamente, a corrente liderada pela vice-governadora Dora Nascimento e secretário Joel Banha fez circular entre os participantes do encontro a “Proposta de resolução para encontro municipal”.

Em linhas gerais, o apoio do PT em Macapá à candidatura para prefeita de Cristina Almeida representa o apoio do PSB a cinco candidaturas petistas no interior, em Santana, Ferreira Gomes, Serra do Navio, Vitória do Jari e Pracuuba. Mazagão também estaria na lista dos municípios onde o PT será cabeça de chapa com vice do PSB, mas isso ainda depende de conversa final entre os dois partidos.

 

  • KKKKKKKKKKKKK
    MAIS UMA VEZ O PARTIDO DAS GRANDES LUTAS, CONQUISTAS E PESSOAS COMPROMETIDAS COM OS PROBLEMAS SOCIAIS VAI SER VICE.
    PARABENS…VICE DE NOVO
    PARECE QUE O PT AMAPA NAO TEM NINGUEM COM EXPRESSÃO…POW, SEI LÁ !
    CREIO QUE O SÓ O DIVINO SAIBA !
    BYE

  • mas uma vergonha para o PT. O PT no Amapá não existe. Parabéns Deputada Dalva demonstrou caráter, ética. Alias conhece a familia capiberibe. A oligarquia da familia capiberibe.

  • É um tiro no pé do PT Amapá. Já se passaram quase 2 anos e a saúde continua caótica, falta remédio, etc. Professores e médicos em crise com Camilo. É derrota certa da Cristina Almeida para prefeito.

  • A deputada Dalva ta pagando o que ela fez nas eleições passadas, quando deixou de apoiar o partido para pedir votos para legendas diferentes. Bem feito.!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *