PSB X PDT

O governo do estado chama para as às 16h desta quinta-feira, 7, uma coletiva de imprensa para falar sobre as ações de improbidade que entrará contra o ex-gestor estadual, Camilo Capiberibe.

A coletiva acontecerá no auditória da PGE e será concedida pelo Procurador Geral
Narson de Sá Galeno e pela secretária de Governadoria Renilda Costa. Entre as principais ações contra estão apropriação indébita previdenciárias, empréstimos não pagos e ausência de licitações.

Pelo twitter, o ex-governador Camilo disse que:

“Grande obra dos 120 dias do governo atual é preparar uma coletiva de imprensa e usar a PGE para me atacar.

Mas se o governo Waldez pretende me acionar judicialmente posso garantir que não vou fugir pela porta dos fundos para não ser notificado”.

O jornalista Eduardo Neves, que foi assessor de Comunicação de Camilo, disse em grupos da imprensa de Wathsapp que “A estratégia do governo, segundo uma fonte do Palácio,  é tentar dividir o silêncio do governador pelo aumento do próprio salário e de seus secretários, a manutenção de duas residências oficiais, a falta de medicamentos nos hospitais da rede pública de saúde, o aumento da violência, o desemprego, a crise no comércio, além dos dados negativos de uma pesquisa de satisfação popular do analista político Rodolfo Juarez, a qual apontou uma rejeição de 74% do governador Waldez Góes, considerada a pior da história para um início de mandato”.

Atualização

O governo suspendeu a coletiva, por causa dos acontecimentos em Ferreira Gomes.

  • quero ver a porcentagem do aumento do funcionalismo publico, ate agora é 0,00%, quem dera fosse os 67% que vossa excelência deu pra si

  • Era só o que estava faltando: o Waldez falar de apropriação indébita, falta de licitação, etc. Os maiores escândalos de corrupção ocorreram no seu governo. Até ele e a mulher foram presos e respondem a processos tanto na Justiça Federal como na Justiça Estadual. É muita cara de pau. Este Estado está um cáos e o Waldez não está nem aí. Bem feito povo do Amapá! Tomara que sejam enganados pelo candidato do Waldez na Prefeitura de Macapá. A campanha difamatória já começou contra o Clécio.

  • O pior cego é aquele que não quer ver; e como diz o nosso caboclo ” cadê as rádias do das sandálias?”. A imprensa fofoqueira; aquela que criticava as estradas, hospitais (saúde); todos escondidos nas moitas dos cargos e outros ingredientes dos cala a boca. Temos bons profissionais da imprensa; sim; mas uma parte dos apelidados vivem assim; trocando cacarejos por benefícios próprios; isso é ruim para a democracia combalida do nosso País (Amapá). O povo precisa se policiar para não cair nos engodos de plantão.

  • Questão de concurso da OAB:
    Empresario com delação premiada em processo de notas fiscais frias, pode contratar com a administração publica?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *