Pavimentação com tecnologia “geogrelha” avança nas ruas com grande tráfego de veículos leves e pesados

Dando continuidade ao trabalho de pavimentação asfáltica na Rua Leopoldo Machado, nesta terça-feira, 1º de setembro, a Prefeitura de Macapá fez o recapeamento da via, no trecho entre as avenidas Presidente Vargas e Padre Júlio Maria Lombard, no bairro Central. A nova camada de asfalto conta com reforço da geogrelha, que equivale a 12 cm de brita graduada, dando mais durabilidade ao pavimento de vias que recebem grande fluxo de veículos leves e pesados.

Ao todo, treze ruas e avenidas que captam grande fluxo de veículos e que interligam vários bairros da cidade receberão recapeamento asfáltico, proveniente de convênio celebrado entre Prefeitura e Macapá e Governo do Estado do Amapá, são elas:  Rua Leopoldo Machado, Av. Pinhal, Av. Timbiras, Rua Mamoeiro, Av. Dom José Maritano, Av. 26 de Julho, Rua Claudomiro de Moraes, Rua Paraná, Av. Equatorial, Av. Feliciano Coelho, Rua Humberto de Góes Pereira, Av. Setentrional e Av. Manoel Eudóxio.

O trabalho tem como objetivo requalificar o pavimento em trechos muito desgastados e com trincas, aplicando uma nova camada de massa asfáltica com a utilização da geogrelha.

Geogrelha

 

Essa nova tecnologia que está sendo utilizada em obras de mobilidade urbana da cidade conta com uma novidade, a aplicação de geogrelha, o que tem despertado a curiosidade de muitas pessoas. A geogrelha é uma tela de material sintético, produzida no Brasil, formada por elementos resistentes a tração e com objetivo de reforçar o solo, são vazadas, formando uma malha, o que permite melhor aderência da massa asfáltica à base, ou seja, ao solo.

As geogrelhas são flexíveis, o que as tornam adequadas para o reforço do solo, sendo utilizadas em vias de grande fluxo de veículos, para minimizar os impactos que podem causar deformação do pavimento, como trincas e os chamados “borrachudos”, que são partes onduladas da pista, como se o asfalto fosse empurrado e acumulado em determinado local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *