Por meio de doação, Davi entrega 25 ambulâncias e 130 mil testes para combate ao coronavírus no Amapá

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (Democratas-AP), solicitou e foi atendido pelo programa de responsabilidade social da empresa JBS, uma das líderes globais da indústria de alimentos nacionais. Por meio da campanha “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”, 25 novas ambulâncias com UTI foram entregues aos 16 municípios do Amapá nesta sexta-feira (17), para reforçar os atendimentos aos infectados pelo coronavírus. As unidades são fruto de recursos próprios da companhia dedicados às ações que beneficiam, diretamente, 162 municípios brasileiros e 17 unidades da Federação.


Davi, acompanhado da bancada federal e do governador Waldez Góes, decidiu entregar as ambulâncias em cerimônia “surpresa” aos gestores municipais. O anúncio de que novas ações para o enfrentamento à crise seriam adotadas conseguiu reunir 15 prefeitos ao lado do Teatro das Bacabeiras, na capital, para a distribuição dos veículos.

Ao Estado, Davi destinou quatro unidades ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU – e outras três foram entregues ao prefeito Clécio Luis para prestação dos serviços de saúde em Macapá. Os prefeitos dos municípios de Santana e Laranjal do Jari, Ofirney Sadala e Márcio Serrão, receberam, cada, duas ambulâncias, sendo que uma unidade deverá ficar à disposição do sistema de saúde do município e a outra, encaminhada para os respectivos hospitais estaduais. A cidade de Oiapoque também foi agraciada com duas unidades, que devem atender às demandas municipais do SUS e do hospital regional. Pela divisão restante, cada um dos outros 12 municípios ficou com uma ambulância.

Alcolumbre também anunciou a doação de 480 mil litros de combustível, pela BR Distribuidora, para abastecimento das UTIs móveis.

“Trabalhamos por essas ambulâncias, que são UTIs móveis, desde quando o Amapá foi considerado o primeiro Estado do Brasil no ranking de contaminação. Não são apenas ‘simples’ ambulâncias, são UTIs móveis que, neste momento, ajudarão cada município a amenizar um pouco as dificuldades enfrentadas neste momento. Uma ajuda histórica da iniciativa privada que vem em uma boa hora.”, enfatizou o atual presidente do Senado Federal.

Desde o início da pandemia no país, a JBS já doou R$ 700 milhões para ajudar no combate ao coronavírus, convertidos em suprimentos e serviços de saúde pública, pesquisas científicas e assistência social. Deste montante, R$ 16,2 milhões foram destinados para a compra de ambulâncias, doadas a 65 cidades em 13 estados brasileiros. A estimativa é de que mais de 60 milhões de pessoas sejam beneficiadas pela campanha.

A alocação das ambulâncias para o Amapá levou em consideração o diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais, incluindo entrevistas e análises de dados por especialistas de três comitês independentes do programa para as áreas de saúde, social e ciência.

Além das ambulâncias, 130 mil novos testes rápidos foram distribuídos por Alcolumbre para os prefeitos reforçarem as ações de testagem da Covid-19 em cada município do Estado. Davi recebeu essa remessa, também por meio de doação, solicitada em Brasília, à equipe da Receita Federal. A distribuição obedeceu a critério proporcional ao número de habitantes: 40 mil unidades para Macapá; 22 mil para Santana; 11 mil para Laranjal do Jari; 6 mil testes para Oiapoque, Mazagão e Porto Grande; 5 mil para Tartarugalzinho, Pedra Branca do Amapari e Vitória do Jari; 4 mil unidades para Calçoene, Amapá e Ferreira Gomes; e, 3 mil testes para Itaúbal, Serra do Navio e Pracuúba.

_Raphaela Carrera (96) 9117-9242_
Assessoria de Imprensa
Davi Alcolumbre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *