PMM desmente SETAP

Nota PMM

A Prefeitura Municipal de Macapá esclarece sobre equívocos no texto publicado pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Amapá (Setap), divulgado na quarta-feira, 26.

 

01 – A Prefeitura anunciou redução de R$ 2,30 para R$ 2,10. Valor possível mediante desoneração de impostos como a Taxa de Gerenciamento, de 6% para 3%, e não de 6% para 1%, como publicado erroneamente na nota do Setap. Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) também tiveram queda de 5% para 3%, a redução do ICMS concedido pelo Estado e a desoneração do PIS/Cofins anunciado pelo Governo Federal também possibilitaram a tomada de redução.

 

02 – A Prefeitura Municipal de Macapá não suspendeu a Tarifa Social.

 

03 – Por fim, a Prefeitura de Macapá está empenhada em garantir reformas positivas no sistema de transporte público da capital, e para isso dispõe de medidas a serem implementadas em curto, médio e longo prazo.

Coordenadoria de Comunicação Social PMM

Asscom Prefeitura Municipal de Macapá
  • A Assessoria de Comunicação do Setap reafirma as informações prestadas em release distribuído à imprensa no dia 26 de junho. O acordo firmado com as empresas de ônibus incluiu, além da desoneração da tarifa, o fim da tarifa social. A própria CTMac tem dados do sistema de bilhetagem que demonstram que esse benefício vem sendo utilizado de forma ínfima pela população e que o impacto da redução de R$0,20 possibilita um beneficio ainda maior para a maioria dos trabalhadores, pois representa uma economia de R$ 4,40 por semana, o equivalente a duas passagens de ônibus urbano.
    O Setap reafirma que cumprirá o acordo firmado com a Prefeitura de Macapá, reduzindo em R$ 0,20 a tarifa de ônibus a partir de segunda-feira (1º), mas que também espera o cumprimento dos compromissos firmados pela gestão municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *