PF e MPF deflagram Operação Kraken no Amapá

A Polícia Federal deflagrou em conjunto com o Ministério Público Federal, na manhã desta sexta-feira (2/10), a Operação Kraken* para combater crimes tributários e de fraude à licitação, no Amapá. 

Cerca de 40 policiais federais dão cumprimento a nove mandados de busca e apreensão, nas cidades de Ananindeua/PA e Macapá/AP, além do pedido de suspensão de atividades de empresas.

A investigação, que se iniciou a partir da análise de material apreendido oriundos de outras operações, investiga grupo de pessoas que burlava o caráter competitivo das licitações, com a utilização de empresas de fachada e negociava créditos tributários inexistentes.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e organização criminosa. Se condenados, poderão cumprir pena de 36 anos de reclusão.

* Kraken, animal mitológico com vários tentáculos, assim como a ORCRIM ora investigada.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *