PF combate pornografia infantojuvenil no Amapá

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (19/12) a Operação Loki* para combater à divulgação de pornografia infantojuvenil através
da internet no Amapá.
As investigações que resultaram no cumprimento de um mandado de busca e
apreensão em Macapá/AP, foram iniciadas através do contato de uma vítima menor de idade com a Polícia Federal. Durante as investigações, foi possível descobrir que um indivíduo, que já foi indiciado em operação deflagrada no ano
de 2016, voltou a publicar fotos com conteúdo de pornografia infantojuvenil na rede social de compartilhamento de fotos e vídeos Instagram.
O investigado, além das publicações com conteúdo pornográfico, estaria praticando extorsão das vítimas. Após conseguir fotos íntimas das mesmas,
passando-se por representante de uma agência de modelos que estaria selecionando jovens para participar de novela para o público infantojuvenil, o
investigado passava a chantagear as vítimas a fim de obter mais fotos e vídeos das mesmas, ameaçando a publicação do material que já havia adquirido mediante a trapaça por ele engendrada.
O investigado responderá, na medida das suas responsabilidades, pelos crimes
de possuir e divulgar conteúdo relacionado à pornografia envolvendo criança ou
adolescente e constranger criança por meio de comunicação a prática de ato
libidinoso.

Se condenado, poderá cumprir pena de até 13 anos de reclusão.
*Loki, da mitologia nórdica, é o deus da trapaça e da travessura, também está
ligado à magia e pode assumir a forma que quiser. É frequentemente considerado
um símbolo da maldade, traiçoeiro, de pouca confiança.
Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7500

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *