PF combate fraudes em benefício assistencial no Amapá

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 23, a Operação Desvio, para combater fraude na concessão ao Benefício Assistencial de Prestação Continuada (BPC) da Lei orgânica da Assistência Social (LOAS),
em Macapá/AP. Estão sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva, contra um ex-
servidor (aposentado) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e três
mandados de busca e apreensão, sendo um na residência do ex-servidor
investigado, e outros em agências do INSS.
Também foi determinado judicialmente o sequestro de bens móveis e imóveis,
até o valor do prejuízo causado pela prática criminosa, bloqueio de ativos
financeiros, além de abster-se de adentrar à sede do INSS.

 


A investigação da Polícia Federal iniciou-se em outubro de 2018 a partir de
denúncia da própria vítima e contou com o apoio técnico da Coordenação Geral
de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT).
O investigado poderá responder, na medida da sua responsabilidade, pelos
crimes de concussão, peculato, associação criminosa, entre outros que poderão
ser identificados no decorrer das investigações. Se condenado, poderá cumprir
pena de até 23 anos de reclusão.
Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7500

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *