O Mundo Por Aline: “Você sabe o que é Mixologia”

* Aline Monteiro

Você sabe o que é MIXOLOGIA?

De uns tempos pra cá me vi apaixonada por um universo interessantíssimo dentro da gastronomia e me deparei com um termo que desconhecia: a MIXOLOGIA.

MIXOLOGIA??? Que é que isso?! Pensei cá com meus botões…

Bem, mas pra falar sobre esse assunto é preciso falar antes sobre o universo dos drinks, que vem a ser exatamente a razão da existência da mixologia. Então vamos lá!

Historicamente falando, não se sabe ao certo quando eles foram inventados, porém se tem notícia que misturar bebida alcoólica com outros líquidos é algo feito desde a Grécia Antiga. O primeiro livro sobre o tema foi publicado em 1862 (The Bartender’s Guide: How To Mix Drinks ou The Bon Vivant’s Companion), escrito por um americano chamado Jerry Thomas.

A popularização desse tipo de bebida, no entanto, curiosamente tem relação com a instauração da famosa Lei Seca nos EUA, na década de 20, já que beber coquetéis era uma das formas de burlar a rígida lei que proibia a venda de bebidas, pois as misturas mascaravam a apresentação do alcool e suavizavam os sabores das bebidas falsificadas.

sdasdd

Os clássicos da Coquetelaria

Dito tudo isso, já podemos finalmente responder a pergunta do título e dizer, de uma forma simples, que a mixologia é o estudo da combinação dos ingredientes necessários para criar um bom drink. Importante saber também que, nesse processo, é preciso estar atento aos sabores, aromas e texturas e às técnicas de combinações químicas dos componentes, sempre em busca do equilíbrio entre eles e respeitando a variação de álcool que cada coquetel deve conter.

Quando eu entendi esse conceito ficou tudo muito claro para mim: isso é alquimia pura e os mixologistas nada mais são do que verdadeiros alquimistas da atualidade!!!

Porque fazer um bom drink é muito mais que misturar ingredientes

jkfjakfaf

O objetivo primordial da mixologia é proporcionar uma experiência sensorial única e, por isso, o profissional da área, que é o mixologista, precisa ter um conhecimento mais aprofundado sobre os tipos de bebidas e ingredientes, suas composições e harmonização, entender o perfil e os gostos do público consumidor e estar sempre se atualizando quanto a novas técnicas, criando, testando e utilizando, inclusive, combinações inusitadas.

Dito tudo isso, concluímos então que, no fim das contas, o mixologista é a evolução do barman clássico (aquele tipo elegante que fica atrás do balcão de um bar ou restaurante, preparando e servindo drinks), cujo profissional saiu da sua zona de conforto e foi atrás de mais qualificação e inovação.

history-cocktail-inside-header

“Senhor barman, um um dry martini, por favor!”

O bartender, por sua vez, vem a ser um showman nato, que agrega habilidades à imagem tradicional do barman. Ele utiliza técnicas circenses, como malabarismo, acrobacia, pirofagia e até mágica na hora de fazer e servir bebidas. Geralmente atua em bares, boates, shows e eventos privados (como casamentos, formaturas, etc).

article-49-img1

Tom Cruise no filme Cocktail (1988): tá aí um perfeito exemplo de bartender

Então, agora que já sabemos o que significa mixologia, deu pra entender o motivo dela ter se tornado, nos últimos tempos, numa verdadeira tendência gastronômica, o porquê que restaurantes e bares por aí não param de investir nesse setor, afinal degustar um bom drink deixou de ser simplesmente “beber por beber”, não é mesmo?!

Abraços e tim tim pra você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *