“O mercado faz parte de uma Belle Époque da história de Macapá”, diz o Senador Randolfe Rodrigues sobre o 67° aniversário do Mercado Central. 

Em entrevista concedida ao programa Café com Notícia na noite de quarta-feira (16), o senador da república Randolfe Rodrigues (REDE/AP) comentou a importância da celebração de mais um aniversário do Mercado Central, ainda que simbolicamente, dada às circunstâncias da pandemia. “Esse espaço foi inaugurado em 1952, pelo Capitão Janary Gentil Nunes, fazendo parte de uma Belle Époque macapaense, quando Janary aqui chegou. Nossa cidade nesse período era o principal centro urbano da margem esquerda do Amazonas. Foi a partir daí que se deu início o processo de urbanização da cidade.” 

Programa Café com Notícia. Fonte: Portal Diário do Amapá.

A revitalização do monumento histórico foi  resultado da emenda parlamentar do próprio senador, em contrapartida da Prefeitura Municipal de Macapá, responsável pela execução obra. Novos projetos para o espaços já estão em planejamento, como a climatização do local, explica Randolfe Rodrigues. 

Ao ser questionado sobre a importância da revitalização para a aproximação da nova geração de macapaenses desse espaço tradicional, o senador explica que, assim como os demais mercados centrais ao redor do mundo, o Mercado Central de Macapá deixou de ser apenas um ponto comercial, assumindo um papel importante na cultura da cidade. “O mercado também precisa ser um ponto de cultura, que conte uma história. A ideia é que seja um local que as pessoas daqui, lá, se vejam como ponto cultural. A as pessoas que não são daqui, lá, vejam como um traço histórico desse lugar.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *