O Globo: Quase um milhão de pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus no Brasil em um mês

RIO – A epidemia da Covid-19 parece longe de estar sob controle no Brasil, com taxa de contágio em alta na última semana. O coronavírus aterrissou oficialmente no Brasil em fevereiro, chegou aos 100 mil casos em maio, atingiu 1,6 milhão no último domingo, e os cientistas ainda têm dificuldades para saber quando o número galopante de contágios será freado.

Hoje, um consórcio de veículos de imprensa criado para apurar notificações diárias da pandemia completa um mês de existência. Nesse período, o número de casos de coronavírus no país aumentou 142%, chegando a 1.674.655, e o de mortes, 83%, com um total de 66.868. Os levantamentos, realizados com base em dados das secretarias estaduais de Saúde, são do GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo. O presidente Jair Bolsonaro declarou ontem que entrou no rol de pessoas contaminadas pela Covid-19.

OMS nas Américas: ‘Ainda estamos na primeira onda da Covid-19’, diz diretora da Opas sobre aumento de casos

Pesquisador da Escola Paulista de Medicina da Unifesp, Gabriel Maisonnave Arisi destaca que a pandemia cresce em um “ritmo absurdo”, constantemente chegando a quase 50 mil casos por dia — e esse índice, ressalta, pode ser até seis vezes maior, considerando a taxa elevada de subnotificação.

— A pandemia pode até atingir o platô na Grande São Paulo, mas vemos seu fluxo para cidades do interior, onde sequer há estrutura para atendimentos de saúde básica — alerta. — É difícil entender o comportamento epidemiológico de um coronavírus. Não sabemos qual percentual de população infectada seria necessária para atingir a imunidade de rebanho, mas por enquanto não devemos contar que isso pode acontecer em qualquer região do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *